Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Vacina contra HPV também deve ser tomada por homens

Vírus, transmitido principalmente através das relações sexuais, pode causar câncer e verrugas genitais

Apesar de as maiores vítimas do HPV (Papilomavírus Humano) serem as mulheres, devido à ameaça do câncer de colo do útero, os homens também devem se proteger contra o vírus. Transmitido principalmente através das relações sexuais, ele pode causar câncer na orofaringe (boca, faringe e amígdalas) ânus e pênis, além de verrugas genitais.

A vacinação contra o vírus é uma medida de prevenção que não traz apenas benefícios individuais, mas também coletivos. “O indivíduo vacinado reduz efetivamente a chance de ter verrugas genitais e alguns tipos de câncer e protege parceiras e parceiros”, afirma o médico infectologista Jaime Rocha, responsável de vacinas do laboratório Frischmann Aisengart. “Vacinando, você reduz a circulação viral”, completa o médico ginecologista e obstetra Newton Sérgio de Carvalho, professor titular da UFPR.

A infecção por HPV é muito comum e nem sempre resulta em verrugas ou câncer. Isso contribui para que as pessoas disseminem o micro-organismo sem saberem. O HPV atinge, em algum momento da vida, 75% dos indivíduos sexualmente ativos. “Qualquer verruga, por menor que seja, faz uma abertura na mucosa e se torna uma porta de entrada para outros tipos de DST (Doença Sexualmente Transmissível), como sífilis, hepatite B e aids”, alerta Rocha. A vacina não dispensa o uso de preservativo nas relações sexuais.

Imunização

Há dois tipos de vacina. A bivalente protege contra os tipos de HPV 6 e 11, que causam câncer. A quadrivalente protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18, que causam verrugas. A rede pública de saúde não disponibiliza a vacina para homens.

Na rede privada, ela pode ser tomada a partir dos 9 até os 26 anos. Com indicação médica, pode ser aplicada para homens de até 45 anos. A imunização é feita em três etapas. A segunda dose é aplicada dois meses depois da primeira; e a terceira dose, quatro meses após a segunda.

Onde imunizar

Confira alguns locais que oferecerem a vacina:

Hospital Pequeno Príncipe
R$ 310 a quadrivalente e R$ 200 a bivalente, por dose. Contato: (41) 3310-1414.

Inalar Vacinas
R$ 320 a quadrivalente e R$ 250 a bivalente, por dose. Contato: (41) 3222-0973.

Frischmann Aisengart
R$ 316 a quadrivalente, por dose. Contato: (41) 4004-0103.

LEIA TAMBÉM

>>> Secretaria do Estado do Paraná interdita distribuição de hormônios do crescimento

>>> Vacinação contra HPV sem relação com sexo inseguro

>>> Sabe como é feito o exame de papanicolau? Veja porque é tão importante

8 recomendações para você

Deixe seu comentário