Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

5 sinais de que sua pele está envelhecendo antes de você

Manchas, olhar cansado e maior sensibilidade podem ser sinais de que sua pele está mais velha do que deveria estar

A presença de manchas ou sardas tem relação direta com a fotoexposição solar precoce e intensa até os primeiros 20 a 25 anos de vida. Foto: Bigstock.A presença de manchas ou sardas tem relação direta com a fotoexposição solar precoce e intensa até os primeiros 20 a 25 anos de vida. Foto: Bigstock.

A exposição ao sol influencia mais no envelhecimento da pele do que a própria idade.

Quem garante é o médico dermatologista Abdo Salomão, que afirma que o sol é mais prejudicial que a própria predisposição genética para o envelhecimento.

Portanto, com as temperaturas subindo, é hora de tomar alguns cuidados com o sol e prestar atenção para ver se a sua pele está envelhecendo mesmo antes do que você.

“O ideal é ter cuidados preventivos na adolescência”, explica o médico, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Membro da American Academy of Dermatology.

Para ele, é preciso ter hábitos inteligentes. Isso não significa abandonar o sol, mas além de se proteger da exposição, escolher horários em que os raios solares não agridam tanto a pele, como de manhã e no final da tarde.

“Para o corpo absorver vitamina D, por exemplo, é preciso apenas nove minutos de exposição solar por dia e isso pode ser feito nos horários mais adequados”, explica o médico.

 

O dermatologista considera que mesmo as atividades físicas podem ser realizadas em horários em que o sol não esteja tão forte ou indoor para que a pele não fique exposta e consequentemente envelheça prematuramente.

Os primeiros sinais, segundo ele, são as sardas, manchas mais claras abaixo dos olhos e do nariz. Isso já pode ser notado antes mesmo dos 20 anos.

Aos 30, as primeiras linhas de expressão começam a aparecer e se não forem tratadas evoluem para rugas. Um pouco mais tarde, homens e mulheres já começam a perceber a flacidez no pescoço.

A evolução da tecnologia, no entanto, trouxe tratamentos para cada tipo de “problema”. De acordo com o médico, cada paciente deve procurar o seu dermatologista, que vai avaliar os sintomas do envelhecimento da pele e saber a indicação do tratamento mais adequado.

Pele envelhecida?

Confira os sinais de que sua pele está envelhecendo:

Manchas de sol no rosto aos 20/30 anos — A presença de manchas ou sardas tem relação direta com a fotoexposição solar precoce e intensa até os primeiros 20 a 25 anos de vida.

A dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia explica que nessa idade, já existe um declínio na capacidade de reparo e proliferação celular, pois após os 25 anos em média, acontece a primeira perda no metabolismo de regeneração e há deficiência em produzir espontaneamente os antirradicais livres e antiglicantes que combatem os superóxidos que envelhecem o organismo.

Isso, segundo a médica, facilita o aparecimento de manchas. “Indícios como as manchas solares são um importante sinal de alerta dos danos cumulativos do sol”, alerta.

Rugas ao longo das bochechas — As pessoas desenvolvem rugas com o movimento e expressões, de modo que não é realmente um mal sinal de envelhecimento.

Mas se as linhas finas e rugas aparecem no meio das bochechas, nos vinte ou trinta anos, é hora de se preocupar.  Há tratamento indicados para promover rearquitetura da região. Converse com seu dermatologista.

Pescoço irritável e de cor desigual — O pescoço é uma região cuja pele é muito fina, praticamente sem glândulas sebáceas, com espessura próxima a dois milímetros, pouco hidratada e onde há grande movimentação natural pela própria dinâmica da região.

O dermatologista Abdo Salomão Jr. explica que, se a pele do pescoço está com cor desigual, isso é evidência do fotodano que provoca envelhecimento precoce e influencia também na função de barreira, deixando a pele facilmente irritável.

A pele está mais sensível que o habitual — “A pele é parte de um sistema que precisa estar em equilíbrio, então, se o paciente está em desordens alimentares, em privação ou carência nutricional, ou fazendo uso de medicamentos de controle de colesterol (quando essas concentrações são altas), a pele que já tem tendência a ser mais sensível, pode se tornar-se mais seca”, explica a dermatologista Claudia Marçal.

Essa sensibilidade, que pode vir conjuntamente com coceira, também é um presságio importante de que alguma coisa não está em ordem. Vitaminas orais, alimentação balanceada e uso produtos tópicos com ação calmante e hidratante são necessários.

Seu olhar já não é mais o mesmo — “A região dos olhos é bastante sensível e delicada, com característica e estrutura epidérmica diferenciada. A área também conta com a fragilidade das fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação dessa pele que fica, em média, 6% mais fina a cada dez anos”, explica o dermatologista Jardis Volpe.

Na região, as olheiras pioram com a alimentação rica em açúcar e sal pois, assim como o álcool, torna a pálpebra mais inchada e o pigmento depositado mais evidente. 

As olheiras mais violáceas ou mesmo as mistas com tons acastanhados e arroxeados podem surgir por noites mal dormidas, por excesso de bebida alcoólica, tabagismo, na TPM, entre outras causas.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário