Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

Tapioca não emagrece e pode ser mais calórica que pão com manteiga

Embora seja menos calórica, a tapioca tem índice glicêmico alto e a combinação de recheios pode elevar as calorias do alimento, tornando-a não tão fitness

Se por um lado a tapioca tem menos calorias que o pão francês, por outro ela sempre leva recheio, e a depender da escolha ela perde seu potencial fitness. Foto: Bigstock.Se por um lado a tapioca tem menos calorias que o pão francês, por outro ela sempre leva recheio, e a depender da escolha ela perde seu potencial fitness. Foto: Bigstock.

Comer tapioca não emagrece. A fama de “substituta do pão francês” pode até ser real, mas o índice glicêmico da tapioca é tão alto quanto o do pão e não é comum preparar a tapioca sem recheio — o que eleva as calorias do alimento.

As combinações que tornam a tapioca “fitness” também podem ser feitas com o pão francês e os principais benefícios da derivada da farinha de mandioca ainda servem mais aos celíacos, ou intolerantes ao glúten, que aos interessados em perder peso.

“Tapioca não tem gosto de nada. Para comer, precisa de um recheio. E aí começa a parte calórica. Pão com margarina ou tapioca com recheio é trocar seis por meia dúzia. Para baixar o índice glicêmico da tapioca, que é alto igual ao do pão, é preciso misturar ao ovo (a chamada crepioca) ou colocar farinha de aveia e chia, que reduzem esse índice”, explica a nutricionista Gisele Pontaroli Raymundo.

Quando os nutricionistas dizem que o índice glicêmico de determinado alimento é alto significa que, ao consumi-lo, a taxa de açúcar no sangue (glicemia) aumenta bastante e uma quantidade maior de insulina é liberada para colocar esse açúcar todo (que se transforma em energia mais tarde) nos músculos.

Tão rápido quanto aumenta, essa taxa de açúcar cai e a pessoa logo sente fome. Alimentos com um índice glicêmico menor são mais recomendados pelos nutricionistas porque mantêm a fome controlada por mais tempo.

É possível, no entanto, reduzir o índice glicêmico de um alimento, como a tapioca: basta ficar de olho nas combinações.

Ovo, queijo de minas, frango, atum ou abacate atuam desta forma, por terem uma gordura boa ou serem fontes de proteína. “Combinar com frutas ricas em fibras, como a maçã, e inserir sementes na goma, como linhaça, gergelim, amaranto e chia, também ajudam na redução do índice”, sugere a nutricionista Cyntia Erthal Leinig.

Mas a tapioca não é menos calórica?

Sim. Nesses termos, a tapioca tem menos calorias, cerca de 70 a 80 calorias, em duas colheres de sopa da farinha.

Isso representa pouco mais da metade das calorias do pão francês, que são em torno de 140 calorias, em um pão pequeno, de 50g. Porém, é preciso lembrar que a tapioca é servida com recheios, que elevam as calorias.

“De todo modo, a tapioca pode fazer parte de uma alimentação saudável e equilibrada. Pode ser um bom substituto do pão francês por conter menos sódio, mais fibras, vitaminas e sais minerais”, afirma a nutricionista Cyntia.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário