Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Transplante de barba: a partir de R$ 12 mil é possível ter o visual de “lenhador”

Técnica de transplante de barba busca folículos capilares de outras regiões do corpo, como nuca ou abaixo do queixo, para completar visual

Transplante de barba: encorpar o rosto pode custar de R$ 38 a 45 mil (Foto: Bigstock)

O sonho de ter uma barba tão cheia quanto o de um lenhador não está limitado à genética do homem. Quem tem falhas pelo rosto, cicatrizes que gostaria de cobrir ou apenas sofre com a falta de pelos tem a opção de fazer um transplante de barba.

>>> Bolsonaro alerta população para dado sobre câncer: “temos mil amputações de pênis por ano”

A técnica se assemelha a um transplante capilar, onde os fios (de barba ou de cabelo) são retirados de regiões específicas, como abaixo do queixo ou na nuca, caso precise de uma quantidade maior, e então reimplantados na área desejada.

Uma vez escolhida o local de doação, o especialista separa e modela os fios e, depois, os reinsere com microincisões. A técnica usada é chamada de FUE, e a coleta é feita fio a fio, sem necessidade de cortes, conforme explica Alessandro Guedes, médico dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

“A técnica FUE não tem necessidade de fazer cortes. Ou seja, não tem cicatriz na área em que o cabelo foi retirado. Esse fio é retirado da nuca e transferido para a região da barba, onde vai crescer como um pelo normal”, explica Guedes, que também é professor do curso de Medicina da Universidade de Brasília (UnB).

Depois de selecionados os fios, o especialista os coloca em um ângulo tal para que cresça de maneira correta. “Depois de cicatrizado, o homem fica sem nenhuma cicatriz, e pode usar a barba raspada, caso queira. Não fica nenhuma marca”, explica Thiago Bianco, médico cirurgião especialista em transplante capilar, de São Paulo.

O procedimento cirúrgico exige sedação no local, mas o paciente pode ir embora no mesmo dia, caso não tenha nenhuma intercorrência. “Se ele quiser, pode usar depois a barba raspada, pode passar a lâmina de barbear, ou deixar mais comprida. Não fica nenhuma marca. A contraindicação, porém, é com o uso de cera, pois pode danificar o bulbo e não crescer mais pelo lá”, explica o especialista.

Por isso mesmo, Bianco explica que antes da aplicação o médico conversa com o paciente para saber qual seria o volume mais adequado da barba, que não vai incomodar, e que seja bem próximo daquilo que a pessoa quer. “Depois é só dar os ajustes. Não colocamos pelos em uma região que vá incomodar”, reforça.

Crescimento rápido

Embora o paciente possa ter uma prévia ao ver os pelos curtos implantados, a versão final do rosto barbudo demora meses. “Vai crescer um pouco nos 10 dias seguintes, mas depois a haste capilar implantada cai e só então começa a nascer novamente. Entre três a seis meses é o tempo esperado até atingir o resultado”, reforça o médico especialista, Thiago Bianco.

A quantidade de procedimentos também varia com a necessidade, e desejo do paciente. Se ele não tiver nada de pelos, e quiser uma barba bem densa, o número de visitas ao consultório tende a aumentar.

Não é possível, conforme explica o médico, aplicar muitos pelos em um mesmo dia, em um mesmo procedimento, porque a pele não aguentaria a intensidade.

“Em um transplante capilar, quando dá algo errado, até se consegue corrigir. Mas em um transplante de barba, é preciso que o paciente busque um médico especialista”, orienta Bianco.

Das contra-indicações, o dermatologista Alessandro Guedes orienta para quem não tem muitos fios de cabelo. “Do ponto de vista de uma contra-indicação para o transplante de barba, seria o paciente com queda de cabelo total no couro cabeludo. Com isso, não haveria uma área doadora, mas isso é mais raro”, explica o médico.

O transplante de barba, de acordo com estimativa de valores das clínicas que fazem o procedimento, fica entre R$ 12 mil a R$ 45 mil, dependendo da quantidade de fios que são implantados.   

Idade certa?

A procura pelo transplante de barba está crescendo, conforme o médico especialista Thiago Bianco. Isso porque a moda da barba de “lenhador” continua a chamar atenção dos homens.

“O perfil dos pacientes varia bastante. Há desde aqueles que não tiveram barba na puberdade, e sempre quiseram ter. Ou quem tem a barba falhada. A faixa etária fica entre os 25 aos 45 anos, mas já vi pacientes mais velhos buscarem pelo procedimento”, explica o médico. 

O transplante de barba também atende quem quiser esconder uma cicatriz, como fissura labial, lábio leporino e sinais decorrentes de traumas.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário