PUBLICIDADE

Saúde e Bem-Estar

Aruba passa a exigir vacina contra febre amarela dos brasileiros

A partir de março desse ano, mais um país passa a fazer parte da lista de destinos que exigem o certificado internacional de profilaxia dos brasileiros

Ainda há uma forte cultura no Brasil de ignorar a vacina nos adultos. (Foto: Bigstock)

Ao lado de outros países da região do Caribe, Aruba passou a exigir dos brasileiros a vacina contra febre amarela desde o início de março de 2018. A exigência do certificado internacional de vacinação ou profilaxia (CPIV), portanto, está valendo e os turistas que se encaminharem para o país devem ficar atentos.

>> Certificado internacional de vacinação será emitido apenas com comprovação de viagem

Para quem for viajar, a vacina contra febre amarela, que cresceu em alcance em 2017 e início de 2018 no país, exige alguns cuidados: deve ser aplicada 10 dias antes da viagem, pelo menos, e o certificado internacional é retirado nos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante da Anvisa.

Em Curitiba, o centro da Anvisa está localizado no aeroporto Afonso Pena – aberto de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Lembre-se de fazer o cadastro pelo site antes de se dirigir à agência. As vacinas não são aplicadas nos centros, apenas nos postos de saúde com o comprovante da viagem, e a emissão do certificado internacional é gratuita.

Tire outras dúvidas com relação à vacina contra febre amarela para quem vai viajar:

Em que momento o certificado internacional será pedido?

Será exigido a comprovação da vacinação contra febre amarela logo no momento do check-in, no balcão da companhia aérea, ou durante o despacho das bagagens. Novamente, durante a passagem pela Imigração, o certificado será exigido pelos funcionários do departamento do país de destino.

Já sou vacinado contra a febre amarela, mas perdi o comprovante. E agora?

Nesse caso, sem nenhum comprovante da vacinação, a orientação é que o turista se vacine novamente contra a doença e, com o comprovante, solicite o certificado internacional junto à Anvisa. Se tiver o comprovante da vacina aplicada anteriormente, basta buscar o certificado internacional. Uma única vacinação é suficiente para a proteção completa ao longo da vida.

Quanto tempo antes de viajar devo me vacinar?

A vacina deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes da viagem. Esse período é o suficiente para que o organismo crie a proteção necessária para, quando em contato com o vírus, não desenvolver a doença.

Onde posso me vacinar em Curitiba?

O imunizante está disponível em todas as 110 Unidades Básicas de Saúde da capital. Nas clínicas particulares, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacina alertou que novas doses do imunizante chegarão no fim de fevereiro.

Quais países exigem o certificado internacional de vacinação?

A lista completa dos países que exigem a vacina contra febre amarela pode ser encontrada aqui.

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE