i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Vacinas contra meningite custam até R$ 700 em Curitiba

A morte de duas crianças em Curitiba alertou mães e pais sobre a importância da vacinação. Veja onde buscar as vacinas e o valor de cada dose

  • PorAmanda Milléo
  • [11/04/2017] [06:00]
(Foto: Bigstock)
(Foto: Bigstock)| Foto:

A notícia da morte de duas crianças na última semana, registradas pelo hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, levantou uma série de dúvidas sobre as vacinas disponíveis nas redes pública e privada. A doença, causada por bactérias ou vírus – sendo a mais perigosa por bactérias  – pode ser prevenida através da vacinação.

Gratuita, a vacina pneumocócica 10 valente (VPC 10) está disponível nos postos de saúde e previne cerca de 70% de infecções graves, como pneumonias, otites e meningites, entre outras infecções. Da mesma forma, a vacina contra a meningite tipo C, uma dos sorogrupos de bactérias causadoras da meningite mais comuns no Brasil, é encontrada gratuitamente nos postos de saúde.

As demais vacinas, porém, devem ser buscadas em clínicas privadas para uma proteção maior. O Viver Bem conversou com 11 clínicas particulares de vacinação de Curitiba para buscar os valores e a disponibilidade das doses contra a meningite. Confira!

Clinikids

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 230

Meningite ACWY – R$ 280

Meningite B – R$ 700

Clínica de imunizações

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 280

Meningite ACWY – R$ 350

Meningite B – R$ 620 (poucas doses disponíveis)

Life Center

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 220

Meningite ACWY – R$ 280

Meningite B – (em falta)

Cevacine

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 230

Meningite ACWY – R$ 295

Meningite B – R$ 575

Proteção Vacinas

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 250

Meningite ACWY – R$ 285

Meningite B – R$ 590

Previnna

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 225

Meningite ACWY – R$ 295 (disponível a partir do dia 15 de abril)

Meningite B – R$ 550 (disponível a partir do dia 15 de abril)

Inalar Vacinas

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 230

Meningite ACWY – R$ 290

Meningite B – R$ 575

Frischmann Aisengart

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 230

Meningite ACWY – R$ 280

Meningite B – R$ 570

VITA vacinas

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 200

Meningite ACWY – R$ 270

Meningite B – R$ 550

Unimed Laboratório

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 210

Meningite ACWY – R$ 260

Meningite B – R$ 550

Hospital Pequeno Príncipe

Vacina pneumocócica 13 valente (VPC 13) – R$ 230

Meningite ACWY – R$ 290

Meningite B – R$ 590

(Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo)
(Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo)

Para que serve cada uma delas?

A meningite pode ser causada por diferentes bactérias e existem vacinas contra as principais e as mais comuns. Um dos tipos de bactérias é o pneumococos. Contra ele, existem duas vacinas: a pneumocócica valente 13 e a valente 10. Há ainda a pneumocócica 23, que é mais antiga e tem algumas limitações que as duas vacinas anteriores não contém. Por exemplo, as crianças só podem tomá-la depois dos dois anos de idade (na pneumocócica valente 13 e valente 10, bebês a partir dos dois meses de idade podem receber a primeira dose).

“Embora existam mais de 100 tipos de pneumococos, os mais frequentes que desencadeiam a meningite nos humanos são esses 13 – protegidos pelas vacinas pneumocócicas valente 13. Sabe-se que no futuro vai existir uma valente 15, que em breve chegará às clínicas brasileiras. A ciência vai evoluindo cada vez mais e a ideia é agregar mais sorotipos diferentes em uma mesma vacina”, explica Heloisa Ihle Garcia Giamberardino, médica responsável técnica do centro de vacinas do hospital Pequeno Príncipe.

Das vacinas contra a bactéria meningococos – também causadora da meningite – há pelo menos três vacinas diferentes: ACWY, B e C. Cada letra representa um sorogrupo diferente da bactéria que a vacina protege. O sorogrupo mais comum no Brasil é o tipo C, que é a vacina disponível na rede pública de forma gratuita.

“Na rede privada há as vacinas B e a ACWY, que têm uma cobertura maior. O tipo C é o mais comum no Brasil, mas o meningococo B também tem feito alguns doentes por aqui. O W, Y e A também, então é importante, quando puder, fazer a proteção total”, reforça Marta Fragoso, médica infectologista e responsável técnica do centro de vacinação do hospital VITA.

Posso desenvolver a doença a partir da vacina? Não! Todas as vacinas, tanto das bactérias meningococos quanto da pneumococos, são produzidas a partir de bactérias inativas, de acordo com informações de Myrna Campagnoli, médica endocrinologista pediatra e diretora médica do laboratório Frischmann Aisengart. “Não há nenhum tipo de risco de a pessoa desenvolver a doença a partir da vacinação”, lembra a médica.

“Todas as vacinas, não apenas as vacinas contra a meningite, levam de 14 a 30 dias para promoverem uma produção de anticorpos capazes de proteger o organismo contra as bactérias ou vírus” – Myrna Campagnoli, médica endocrinologista pediatra.

Calendário de vacinação

Confira a idade certa para tomar cada vacina e o reforço, de acordo com o calendário de vacinação da Sociedade Brasileira de Imunizações:

Pneumocócica conjugada (VPC 10 e VPC 13) – a partir dos dois meses de idade. Segunda dose: 4º mês. Terceira dose: 6º mês. Reforço aos 12 meses – até 15 meses de idade.

Meningocócica ACWY e C – a partir dos três meses de idade. Até o 7º mês de idade, tomar as duas ou três doses, dependendo da vacina. Reforço da ACWY dos 12 meses aos 15 meses, e dos 5 aos 6 anos de idade.

Meningocócica B – a partir dos três meses de idade. Segunda dose: 5º mês. Terceira dose: 7º mês. Reforço dos 12 aos 15 meses de idade.

IDOSOS E ADULTOS – A vacina contra a meningite tipo B não é indicada para idosos, principalmente porque eles não se encaixam mais no grupo de risco. Isso não significa que a doença cause algum risco à saúde deles, mas apenas que o risco de desenvolver uma infecção é menor. Para os adultos jovens, a vacinação contra  os sorogrupos ACWY e B também não é obrigatória, exceto em casos em que a pessoa viaje a uma localidade com surto de meningite ou quando há um problema de imunidade. No caso das crianças e adolescentes, independentemente da presença de fatores de risco e das condições epidemiológicas, a vacinação contra os sorogrupos ACWY e B, além da C, é recomendada.

Leia mais

Meningite causa duas mortes em Curitiba. Fique atento aos sinais da doença

 Saiba como identificar sintomas da meningite

A temperatura caiu? Veja como proteger o organismo

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.