Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Tancinha, Apolo e Aparício Varela renascem em “Haja Coração”

Nova novela das 7 da Rede Globo estreia no próximo dia 31 de maio, pela primeira vez na história em uma terça-feira, e é uma releitura do clássico “Sassaricando”

O casal Teodora Abdala (Grace Gianoukas) e Aparício Varela (Alexandre Borges): dupla promete muita diversão para os telespectadores. Fotos: divulgação/Rede GloboO casal Teodora Abdala (Grace Gianoukas) e Aparício Varela (Alexandre Borges): dupla promete muita diversão para os telespectadores. Fotos: divulgação/Rede Globo

Encontros e desencontros românticos, famílias rivais e vilões desastrados. Todos esses ingredientes, com São Paulo como pano de fundo, prometem muitas risadas para quem assistir Haja Coração, nova novela da Globo que traz uma história de amor recheada de humor para às 19 horas. A trama, escrita por Daniel Ortiz e uma releitura moderna de Sassaricando (sucesso de Silvio de Abreu, exibido em 1987), estreia na terça-feira (31), fato inédito na história da emissora, com direito a surpresa no último capítulo da novela Totalmente Demais (confira no box).

“Tenho uma conexão muito forte com Sassaricando. Tenho ela gravada em VHS até hoje. Alguns personagens terão os nomes mantidos, mas personalidades diferentes. Além disso, eles estarão em tramas e contextos novos. Também foram criados personagens novos, que vão interagir com os já existentes, o que permite contar a história de uma forma atualizada”, afirma Ortiz que se divide entre São Paulo e Curitiba, pois gosta do clima da capital paranaense para escrever.

Com gravações em pontos tradicionais da cidade, a São Paulo de Haja Coração mostra às contradições da vida moderna: o exagero com a simplicidade, a produção em escala com a confecção artesanal, o clássico com o hype e os grandes shoppings com a economia popular – tudo isso com forte apelo romântico para cativar o público. “Teríamos muitos matizes para destacar ao retratar a cidade e optamos por mostrar essa São Paulo solar, alegre. Optamos pela leveza, pensando em entretenimento para toda a família ”, completa o diretor artístico da novela, Fred Mayrink.

Trama

Personagens que até hoje fazem parte do imaginário brasileiro, como Tancinha, Aparício Varela, Fedora e Teodora Abdala, renascem nesta releitura de Sassaricando, mas com novas personalidades e trajetórias. Desde os 15 anos, Tancinha (Mariana Ximenes) namora o vizinho Apolo (Malvino Salvador), que mora com a mãe adotiva Nair (Ana Carbatti) e os irmãos Adônis (José Loreto) e Larissa, interpretada pela paranaense Marcella Valente.

Tancinha (Mariana Ximenes) e Apolo (Malvino Salvador).

Tancinha (Mariana Ximenes) e Apolo (Malvino Salvador).

Larissa (a paranaense Marcella Valente).

A atriz paranaense Marcella Valente será Larissa, irmã de Apolo.

Mas o publicitário Beto (João Baldasserini) entra em sua vida disposto a conquistá-la, e a irmã de Beto, Tamara (Cleo Pires), começa a se envolver com Apolo. “É a primeira vez que faço par com a Mariana e estou descobrindo nela uma grande parceira de cena. Passamos por um período de preparação antes de começarmos a gravar, que foi importante para termos mais segurança um no outro e passarmos isso para o público”, relata Malvino.

Papel vivido por Paulo Autran em Sassaricando, Aparício Varela, será interpretado agora por Alexandre Borges e estará presente no núcleo de humor da novela. Aparício casou por interesse com a milionária Teodora (Grace Gianoukas) e é pai de Fedora, interpretada por Tatá Werneck. A jovem mimada será seduzida pelo golpista Leonardo (Gabriel Godoy), que finge ser um milionário recém-chegado do exterior para roubar a fortuna da família. Isso tudo em parceria com o irmão de Aparício, Agilson Varela (Marcelo Médici) que se sente humilhado pelo irmão e pela cunhada.

Fedora Abdala (Tatá Werneck) e Leonardo (Gabriel Godoy).

Fedora Abdala (Tatá Werneck) e Leonardo (Gabriel Godoy).

Lucrécia (Cláudia Jimenez) e o marido Agilson (Marcelo Médici).

Lucrécia (Cláudia Jimenez) e o marido Agilson (Marcelo Médici).

Outra novidade trazida por Daniel é a Shirlei, irmã de Tancinha, interpretada por Sabrina Petraglia, baseada na personagem homônima de Torre de Babel. “A nova Shirlei manca é quase que a Cinderela moderna da trama. Leve, doce, cheia de vida e apaixonada”, adianta a atriz.

Francesca (Marisa Orth) é mãe de Shirlei (Sabrina Petraglia, à esq.), Giovanni (Jayme Matarazzo), Tancinha,  Carmela (Chandelly Braz).

Francesca (Marisa Orth) é mãe de Shirlei (Sabrina Petraglia, à esq.), Giovanni (Jayme Matarazzo), Tancinha, Carmela (Chandelly Braz).

Rebeca (Malu Mader), Penélope (Carolina Ferraz) e Leonora (Ellen Rocche): as três amigas moram juntas e buscam um grande amor.

Rebeca (Malu Mader), Penélope (Carolina Ferraz) e Leonora (Ellen Rocche): as três amigas moram juntas e buscam um grande amor.

LEIA TAMBÉM 

>>> A língua das ruas invade a televisão

>>> Fedora de “Haja Coração” vai usar bolsa de estilista paranaense

>>> Luigi Baricelli se divide nos papéis de avô e na “Escola para Maridos”

 

ÚLTIMO CAPÍTULO

Totalmente Demais termina na segunda

Em ação inédita na história da Rede Globo, o último capítulo da novela Totalmente Demais vai ao ar na segunda-feira (30), com reprise na terça-feira (31), no Vale a Pena Ver de Novo e trará uma ação de crossover em que a personagem Fedora Abdala visitará a redação da revista pedindo para ser a capa da publicação. Apostando nas multiplataformas a emissora lança um spin-off sob o título Totalmente Sem Noção Demais, que traz a extensão de um núcleo da trama em formato de série. Serão 10 episódios exclusivos exibidos depois do fim da novela no aplicativo Globo Play.

 

ENTREVISTA

Os personagens de Marcelo Médici e Gabriel Godoy trabalharão lado a lado em um plano maquiavélico para roubar a fortuna dos Abdala. Confira o que eles adiantaram dessa parceria em entrevista exclusiva para o Viver Bem:

VB: Seu personagem é um vilão, mas tem um toque de humor. Como foi a construção desse personagem?

Gabriel Godoy: O Leonardo é um vilão leve, mesmo com textos mais pesados como: “Eu vou te matar”, conseguimos deixar a cena engraçada com um equilíbrio da direção. Mas é bastante desafiador.

VB: Como funciona a dinâmica entre o Agilson e o Leonardo?

Marcelo Médici: O Agilson e o Leonardo vivem uma relação meio parecida com a do Coiote e do Papa Léguas. O Agilson quer ser chamado de mestre e acha que intimida seu “aprendiz”, mas na verdade o Leonardo não leva ele tão a sério assim. Eles são vilões meio desastrados, mas mostram que todos temos dois lados, o bem e o mal, e que muitas vezes situações da vida levam pessoas a cometerem ações questionáveis.

VB: Como está sendo trabalhar lado a lado com o Marcelo Médici?

Gabriel Godoy: Está sendo um prazer trabalhar com o Marcelo, ele me dá muitos toques e dicas, temos uma troca muito bacana dentro e fora de cena.

VB: O que podemos esperar dessa releitura de Sassaricando nas mãos de Daniel Ortiz?

Marcelo Médici: O texto do Daniel é muito diferente da versão original de Sassaricando. Eu vi a novela e me lembro da trama. Todos os atores estão trazendo novas propostas para os personagens, tudo é novidade. Ninguém quer fazer o que já foi feito. O Gabriel, por exemplo, traz uma malandragem para o Leonardo totalmente diferente do que foi feito pelo Diogo Vilela em 1987.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário