Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

SINTONIZANDO: “Totalmente Demais” pode até ser clichê, mas funciona bem

Há pouco mais de um mês no ar, novela apresenta uma história já conhecida, mas competente atuação dos atores envolve os telespectadores

Vivianne Pasmanter e Humberto Martins: sintonia desde Mulheres de Areia (1993). Foto: Renato Rocha Miranda/Globo.

A história é velha conhecida. Garota pobre e maltratada pela vida sonha em ter um futuro melhor. Surge, então, um galã que promete fazer dela uma cinderela, sem não antes, é claro, cair de amores por ela. No caminho de ambos, uma bela vilã, sexy e poderosa, editora de uma revista moda, e, acima de tudo, apaixonada pelo mocinho. Para movimentar a trama, muitos obstáculos, um concurso, uma revista glamurosa e a volta por cima. Basicamente é isso que “Totalmente Demais”, a novela das 19 horas da RPC, vem exibindo até agora, em pouco mais de um mês no ar.

Com o cuidado de escalar bons artistas para os papéis principais, o folhetim mostra uma protagonista Marina Ruy Barbosa segura e com vigor de Maria do Bairro (lembra a novela mexicana protagonizada por Thalia?), mas sem a chatice que define as heroínas românticas. Como contraponto, Juliana Paes, sexy e diva, uma versão jovem de Miranda Priestly, papel de Meryl Streep no filme “O Diabo Veste Prada”.

Vivianne Pasmanter e Humberto Martins se destacam pela cumplicidade e o bom jogo de cena. Aqui, aliás, uma curiosidade: os dois atores foram par romântico em Mulheres de Areia (1993) e Uga Uga (2000).

O cineasta Woody Allen já disse que, algumas vezes, um clichê é a melhor forma de se explicar um ponto de vista. Talvez seja um recado… Ou seja, não é melhor voltar às origens? Recuperar os personagens? Por que não, beber na fonte dos bons e velhos clichês? Em uma época em que as tramas insistem em um excesso de realismo e favelas, “Totalmente Demais” é um bom alento e uma boa diversão, mesmo que fique a sensação de dèja vu.

INTERVALO

  • A RPC vai junto na campanha de fim de ano da Globo e gravou em Curitiba a versão de “Hoje a festa é sua” com os apresentadores e repórteres locais. O material já está no ar.
  • A TV Cultura apresentou 12 novos projetos para a grade de programação de 2016. Há musical, séries e realities.
  • A atriz Marília Pêra faleceu na semana passada, mas o público ainda poderá acompanhar os episódios inéditos de “Pé na Cova”. Ela deixou gravado esta e a próxima temporada, com estreia em 2016.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário