Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Apesar de incêndio, Parque de Vila Velha abre normalmente neste feriado

Acidente com queimada experimental de pesquisadores da UFPR ocorreu em uma região afastada da área de visitação do Parque Estadual de Vila Velha

Parque Estadual de Vila Velha. Foto: Joel Rocha/Acervo IAP

Apesar do incêndio ambiental que atingiu cerca de 132 hectares na unidade de conservação, o Parque Estadual de Vila Velha, em Ponta Grossa, vai abrir normalmente no feriadão de 7 de setembro.

O acidente com a queimada experimental de pesquisadores da UFPR ocorreu em uma região afastada da área de visitação do parque, próxima à Trilha da Fortaleza, onde já ocorreram visitas guiadas em anos anteriores.

Os principais atrativos — Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada — poderão ser visitados sem qualquer alteração no roteiro de visitas, que agora precisam ser acompanhadas por guias de turismo credenciados e pagos à parte (leia mais abaixo).

Segundo a assessoria de imprensa do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), responsável pela gestão da unidade de conservação, o incêndio atingiu uma vegetação que já passaria por uma “queima prescrita” para a reabilitação de espécies nativas. O procedimento é realizado regularmente pelo instituto em períodos em que o parque está em funcionamento, embora as queimadas ocorram apenas em dias em que o local não abre para a visitação, para evitar riscos para o público.

O IAP fará avaliações ao longo dos próximos meses para concluir se o acidente causou danos ambientais, mas a queimada não causou impacto visual na paisagem do parque para os visitantes, de acordo com a assessoria.

Mudança

Sob gestão do IAP desde o início deste ano, o Parque Estadual de Vila Velha proibiu a entrada de visitantes sem o acompanhamento de guias de turismo no dia 1.º de setembro. A medida foi tomada após a ocorrência de vandalismo em seu patrimônio geológico, além de registros de descarte inadequado de lixo na unidade de conservação e de desrespeito às regras de visitação.

O serviço de guia é cobrado à parte. Além da entrada — que custa R$ 18 para a visita completa ou R$ 8 para a visita às furnas e à Lagoa Dourada e R$ 10 para a visita aos arenitos —, serão cobrados R$ 10 por pessoa nos finais de semana e feriados.

Para quem preferir fazer a visita com um grupo próprio, de até 40 pessoas, a contratação de guias exclusivos custará R$ 150. O mesmo preço valerá para agendamentos de visitas nos dias de semana.

O parque abre às sextas, sábados, domingos e feriados nacionais, das 8h30 às 17h30, e às segundas, quartas e quintas, mediante agendamento.

 

Serviço — Parque Estadual de Vila Velha

Onde

Acesso pela rodovia BR 376 (Ponta Grossa–Curitiba), km 515 — Jardim Vila Velha — Ponta Grossa (PR).

Quando

Sextas, sábados, domingos e feriados nacionais das 8h30 às 17h30, com entrada permitida até 15h30, mediante a contratação do guia de turismo. Nos finais de semana, os ônibus para Furnas e Lagoa Dourada saem às 9h30, 11h, 13h30, 15h30 (as vagas são limitadas);

Segundas, quartas e quintas, mediante agendamento. Sujeito à lotação.

Quanto

Entrada: R$ 18 (Furnas, Arenitos e Lagoa Dourada), ou R$ 8 (Furnas e Lagoa Dourada) e R$ 10 (arenitos). Meia entrada para estudantes estudantes, funcionários públicos, doadores de sangue e moradores de Ponta Grossa com apresentação de comprovante de residência. Menores de 6 anos, idosos acima de 60 e pessoas com necessidades especiais são não pagam.

Guias: R$ 10 (individual, aos finais de semana e feriados) e R$ 150 (por grupo)

CONTATO

Administração do parque: (41) 3213-3832 e (41) 3213-3819, pevilavelha@iap.pr.gov.br e página do parque no Facebook (os telefones funcionam somente durante a semana).

Guias:

ABGTur — (41) 9 9534-2848 e abgtur@abgtur.tur.br

NGTur — (42) 9 8417-2323 e guiasngtur.pg@gmail.com

 

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário