Caminho e mala errada: pesquisa aponta os erros comuns em viagens

No levantamento com 28 nacionalidades diferentes, brasileiros se destacam por não se perderem tanto quanto vizinhos da América Latina

(Foto: Bigstock)

Embora mais da metade (68%) dos brasileiros entrevistados para uma pesquisa sobre viagens tenha alegado que cometem muitos erros durante passeios no exterior, outras nacionalidades latino-americanas dizem confundir caminhos, perder-se no trajeto e pronunciar palavras erradas no idioma local com mais frequência. Entre os argentinos, por exemplo, 73% alegam cometer muitos erros quando estão em viagem, ao lado de 80% dos mexicanos e 82% dos colombianos.

>> 6 curiosidades sobre a Rússia para entrar no clima da Copa do Mundo

A pesquisa, realizada e divulgada pelo site de viagens Booking.com, descobriu os hábitos de viagens de 20.500 pessoas de 28 países, através de um questionário on-line realizado em março de 2018. Foram identificados os erros mais cometidos pelos turistas, bem como a relação com a tecnologia para facilitar os passeios.

Ajuda da tecnologia

Foto: Bigstock

Mesmo com a tecnologia nas mãos, 27% dos brasileiros admitem ter entendido mal uma instrução e ter se perdido pelo caminho. O mesmo acontece com os mexicanos (30%), argentinos (31%) e colombianos (34%). No outro lado, 54% dos japoneses e 59% dos holandeses afirmaram que não erram tanto quando têm um smartphone ou outra tecnologia disponível.

No extremo, oito em cada 10 indonésios (85%) confirmam que se confundem independentemente da tecnologia. Esse foi o número mais alto da pesquisa, e a Indonésia é seguida pela Índia (83%) e Taiwan (80%).

Holandeses, russos, belgas e alemães têm do que se orgulhar. Os que menos entendem errado instruções e se perdem são eles. Apenas 15% dos holandeses alegaram confusão durante uma viagem.

Brasileiros podem até se arriscar no idioma local, mas dois a cada 10 turistas erraram alguma palavra. Além disso, 15% dos brasileiros caíram em alguma “armadilha” feita para pegar turista e acabaram pagando mais do que deveriam.

Mala errada

São também os brasileiros os que mais erram na hora de montar a mala. Na pesquisa, 16% admitiram que levam peças demais ou erradas para o destino, 14% não olham as avaliações antes de reservar uma hospedagem e 13% admitem serem mal entendidos quando fazem um pedido no restaurante.

Mas, se os erros e confusões podem deixar um turista experiente de cabelo em pé, para 46% dos brasileiros a viagem é isso. Quase metade (40%) acreditam, inclusive, que os perrengues nas viagens são o que tornam a viagem engraçada.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário