i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Advisors

Foto de perfil de Advisors
Ver perfil

Um local para você ter uma visão aprofundada do mundo da inovação e do empreendedorismo

Ser feliz é não se acomodar

Insatisfação e incômodo transformam vidas

  • João KeplerPor João Kepler
  • 11/02/2020 15:35
insatisfacao-incomodo-coluna-joao-kepler
| Foto: Bigstock

É isso mesmo que você leu e o título não está errado. Nada melhor do que uma boa insatisfação, acompanhada de um certo incômodo, para gerar bons resultados. E o motivo para tal afirmação é o fato de que aquele que está satisfeito e acomodado tem dificuldades para criar e inovar. Ser feliz não é se acomodar!

+ Siga o GazzConecta no Instagram!

Não é segredo para ninguém que atualmente boa parte (leia-se praticamente todos) os negócios estão sendo criados para solucionar um problema específico. E isso só se tornou uma realidade porque em algum momento seus fundadores passaram por uma determinada situação que os fizeram pensar em um produto/serviço que atenderiam pessoas que já passaram por aquilo, assim como eles.

Para mim é um privilégio poder compartilhar conteúdo e conhecimento sobre negócios digitais e mentalidade empreendedora, sendo que boa parte dos temas que trago à tona são frutos de observações e experiências que nem sempre são positivas.

Eu realmente acredito que é preciso questionar e estar atento ao seu entorno para extrair soluções e principalmente enxergar além do óbvio. Você pode passar por alguma experiência e apenas cruzar os braços e reclamar, ou pode usar sua indignação para propor uma solução viável para que ninguém mais passe por aquilo.

Você está satisfeito com o rumo que sua vida tem tomado? É feliz com o que faz? A insatisfação, se usada da forma correta, se torna uma excelente ferramenta para transformar realidades. O comportamento das pessoas no ambiente do empreendedorismo e startups sempre me chamou a atenção e o que percebo hoje, é que precisamos de mais pessoas inconformadas, que desenvolvem fundamentos para questionar e que estejam dispostas a realmente fazerem a diferença.

Precisamos de mais ecossistemas de startups (não egossistema), mais empreendedores no palco (não de palco), investidores investindo (não falando que investem), resultados (menos métricas de vaidade), experiências e track record (menos auê e teorias).

A diferença entre as pessoas é a capacidade de absorver a informação, transformar em conhecimento e a atitude de colocar em prática o conhecimento adquirido. Mas existe uma confusão no uso e na aplicação dessas palavras mágicas. Entendo como informação o que está disponível em todos os lugares e canais; como conhecimento quando a informação é absorvida, aprendida e transformada em saber e execução quando o conhecimento é colocado em prática.

E de qual lado você está hoje? Do grupo dos satisfeitos e acomodados ou dos insatisfeitos e incomodados? Lembre-se que a diferença entre os espertos e os inteligentes é que os espertos saem de situações que os inteligentes não entram. O que você prefere ser?

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • H

    helio

    ± 4 dias

    Estava gostando da materia. Acabou repentinamente

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso