i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Advisors

Foto de perfil de Advisors
Ver perfil

Um local para você ter uma visão aprofundada do mundo da inovação e do empreendedorismo

Investimento

Qual o caminho do dinheiro em uma startup?

  • João KeplerPor João Kepler
  • 16/12/2019 17:08
Qual o caminho do dinheiro em uma startup?
| Foto: Bigstock.

Muito se comenta no mercado que as startups precisam de captar muito dinheiro de investimento para crescer. Eu digo, o que as startups precisam principalmente de 3 coisas:

  • Alcançar o break even
  • Atingir o PMF
  • Dinheiro do Cliente

Crescimento é bom óbvio, mas tem que ter Gestão e Controle e não a qualquer custo. Dinheiro de investimento precisa ser carimbado para o equilíbrio e crescimento e não para sustentar o negócio por toda a vida. Nesse sentido, uma startup precisa ser capaz de se sustentar sem o dinheiro do investidor, se o investimento chegar, usar também pra crescer, se não chegar, deve ir de forma orgânica mesmo.

A minha análise sobre a saúde de uma empresa passa por isso, passa pela fragilidade de dependência apenas do dinheiro dos acionistas ou de investimento para sobreviver.

Risco é uma coisa e quem investe em startup conhece bem ele, mas a fragilidade de depender de muita dívida e de oscilações de mercado, é uma linha muito tênue entre o sucesso e a ruína.

Como exemplos, as startups famosas wework, UBER, NetFlix e AirBNB são totalmente dependentes do dinheiro de fundos para sobrevierem. Ou seja, se não continuar captando no mercado privado (Venture Capital ou Private Equity) ou fazer uma oferta pública (IPO), entram em colapso financeiro, pois continuam operando com Fluxo de Caixa negativo gigante.

Para captar investimento é preciso entender estágios e momentos do negócio e não é ruim isso, é muito importante para crescer, expandir, exponencial e inclusive para setar o Valuation, mas a dependência somente disso como condição de sobrevivência é o que pode destruir o sonho e o negócio. A relação deixa de ser ganha-ganha para perde-perde! Todos perdem! Os fundadores, os clientes, os investidores anteriores e o mercado. Pense Nisso!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.