i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Alexandre Borges

Foto de perfil de Alexandre Borges
Ver perfil
Enquete

Aplicativos de entrega: bons para consumidores e entregadores

A maioria dos participantes da Enquete do Borges, na Gazeta do Povo, acha absurdas as críticas feitas aos aplicativos de entrega como empregadores. Confira análise no vídeo!

  • PorAlexandre Borges
  • [05/08/2020] [16:17]
Aplicativos de entrega não precarizam trabalho, aponta enquete do Borges.
Aplicativos de entrega não precarizam trabalho, aponta enquete do Borges.| Foto: Marcos Tavares/Thapcom

Em tempos de pandemia, aplicativos de entrega como iFood, Uber Eats e Rappi viraram alvo de discussões ideológicas sobre as condições de trabalho dos entregadores e das taxas cobradas aos estabelecimentos. O Brasil está na pior recessão de sua história e os aplicativos forneceram uma nova alternativa de renda para milhões de desempregados, mas há quem fale em “precarização do trabalho”.

Na enquete do Borges, na Gazeta do Povo, perguntei: O que você pensa dos aplicativos de entrega? Confira a resposta e a análise no vídeo.

Participe da nova enquete:


1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Monica de Melo Haefeli

    ± 0 minutos

    Concordo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]