Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Bolsonaro vai sair do PSL: relacionamento com Luciano Bivar é a incógnita
Declaração de Bolsonaro se referiu ao presidente do PSL, Luciano Bivar.| Foto: Reprodução Facebook

Está todo mundo perguntando se Bolsonaro sai ou não do PSL, depois daquela gravação no portão de entrada do Palácio da Alvorada. Nesse vídeo, um militante pernambucano do partido abordou o presidente, quis fazer uma selfie, e sobre o presidente do PSL, Luciano Bivar.

Bolsonaro teria soprado no ouvido do rapaz: “Esse cara está queimado, esquece esse cara, esquece o partido”. Com isso, todo mundo imaginou que o presidente está saindo do PSL.

Na verdade Bolsonaro saiu do PSL quando assumiu a Presidência da República. Ele é presidente de todos os brasileiros, portanto, dos brasileiros que estão em todos os partidos. Ele está igualmente relacionado com todos os partidos na qualidade de presidente da República.

Agora, o PSL tem sido muito fiel a ele, talvez reconhecendo o que Bolsonaro fez pelo partido, até porque a sigla era nanica quando o PSL acolheu a candidatura de Bolsonaro. Só então o partido despertou. O partido teve muitos candidatos, elegeu 53 deputados federais, três senadores e se tornou em um dos maiores partidos. Por isso, eu acho que o PSL deve mais ao Bolsonaro, do que o Bolsonaro deve ao PSL.

Vamos ver o que acontece nesse “arranca rabo” com a direção do PSL. Parece que a questão é que o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) e o senador Flávio Bolsonaro (RJ) não estão se dando bem com a cúpula do partido e têm o apoio do pai deles.

Leilão do pré-sal

Acontece nesta quinta-feira (10) um leilão de 36 áreas do pré-sal, sobre a retirada de petróleo e gás de águas profundas. Ao todo, 17 empresas pretendem dar lances, e isso é uma grande arrecadação para os cofres públicos, que foram praticamente destruídos por uma administração de corrupção e desgoverno durante muitos anos. Essa é a recuperação que se procura através desses leilões.  É um “dinheirão necessário” nessa que é a 16ª rodada de leilões.

CPI do BNDES

Saiu o relatório final da CPI do BNDES recomendando o indiciamento dos ex-presidentes Lula e Dilma e outras 71 pessoas por crimes na concessão de empréstimos para obras em Cuba, na Venezuela e em Moçambique. Foram 200 dias de pesquisas, depoimentos e investigações para chegarem a essa conclusão.

Por falar em Lula...

O ex-presidente ainda não pagou uma multa que está acumulada em R$ 4,9 milhões relativa à condenação do triplex do Guarujá. Eu lembro disso porque a Justiça está dizendo que ele tem direito ao semi aberto e, portanto, tem que sair da prisão.

Os cofres públicos não podem ter toda essa despesa que tem com ele, nem a Polícia Federal ter todo esse incômodo e perturbação com a presença dele. Só que para sair ele precisa pagar a multa.

No semiaberto, Lula tem que dormir em estabelecimento penal, de dia ele tem que trabalhar e precisa usar a tornozeleira eletrônica - e parece que esse tem sido o problema. O ministro Gilmar Mendes diz que ele não tem escolha, que ele tem que ir para o semiaberto mesmo.

Relatório do Banco Mundial

Um relatório do Banco Mundial confirma a necessidade de uma reforma administrativa pegando a folha de pagamento federal, que é a segunda despesa em tamanho depois da Previdência.

Em 53 países pesquisados pelo Banco Mundial, o Brasil é o que mais tem diferença de remuneração em relação a cargos semelhantes na iniciativa privada. Essa diferença é de 96%: praticamente o dobro. No serviço público, 11% ganham acima de R$ 20 mil; 22% ganham entre R$ 15 mil e R$ 20 mil; 44% ganham entre R$ 10 mil e R$ 15 mil; e 23% abaixo de R$ 10 mil. São dados de 2017.

Nos estados a diferença é de 36% a mais no serviço público e nos municípios está praticamente empatado. Desde que Lula assumiu a presidência, em 2003, a folha de pagamento cresceu praticamente 80%.

19 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]