i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

André Pugliesi

Foto de perfil de André Pugliesi
Ver perfil

Blog em defesa da cultura de arquibancada

Opinião

E se Fabrício tivesse feito o gol de pênalti em Rogério Ceni em 2005?

  • [11/07/2020] [09:06]
E se Fabrício tivesse feito o gol de pênalti em Rogério Ceni em 2005?
| Foto: Rodolfo Buhrer/Arquivo/Gazeta do Povo

Muito provavelmente, o São Paulo seria campeão. A defesa não era o forte daquele Athletico e, possivelmente, acabaria sucumbindo ao bombardeio tricolor: 70 mil pessoas urrando no Morumbi, Luizão e Amoroso metralhando a meta de Diego, Danilo e Durval.

Assim, como está, estaria, inapelavelmente, riscado na taça mais cobiçada das Américas: São Paulo FC campeão da Libertadores de 2005. Restaria ao Furacão, como restou, o vice, feito glorioso para uma equipe que, não fosse J.D. Vaca, teria caído na fase inicial.

De certo, que o Rubro-Negro depositava todas as fichas num duelo inicial na Baixada. Foi no então Caldeirão, hoje Geladão, que o batalhão do Delegado Lopes enquadrou Cerro Porteño, Santos e Chivas. Mãos na parede!

E onde, no embalo da trepidante dupla Lima e Aloísio, com um estádio socado de atleticanos, poderia abrir vantagem ante o poderoso, mas freguês em Curitiba, São Paulo. Um triunfo seria, absolutamente, natural: 1 a 0, gol de Aloísio. Ou de Lima.

Mas aí, o duelo derivou do gramado para os bastidores e, nas salas fechadas, em conversas secretas via Blackberrys e Motorolas, a Conmebol levou o primeiro jogo da final de Curitiba para Porto Alegre. Sempre foi assim. É. E sempre será.

E decidir a Libertadores no Beira-Rio para o Athletico, então Atlético, a mais de 600km de casa, foi como dançar com a irmã, frequentar batizados, formaturas, calibrar os pneus: você faz, simplesmente, porque tem de fazê-lo.

Da ansiedade pela final, da tensão por uma possível mudança do local do jogo, da frustração pelo 1 a 1 no Rio Grande e, ainda, da tristeza pelo vice, 15 anos depois, só sobrou a fantasia aos atleticanos. E se o Fabrício tivesse anotado o pênalti no final do 1º tempo?

A partida teria ido igualada para os vestiários: 1 a 1. Lopes, o mais matreiro dos treinadores, armaria a retranca suprema. O Athletico suportaria a pressão e, aos 43, numa arataca derradeira, Lima, o mais lento dos jogadores mais rápidos do mundo, faria 2 a 1.

Riscado na taça mais cobiçada das Américas: Atlético campeão da Libertadores de 2005.

Quem poderá dizer que o roteiro acima é apenas um delírio? Ninguém. O futebol é nada mais do que ilusões. Fabrício não marcou, caprichou tanto que mandou na trave. O São Paulo atropelou por 4 a 0 e foi campeão. Mas, e se?

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 7 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • B

    Bruno Carneiro

    ± 3 dias

    Penso assim: todo time que busca a ascensão passa por situações que vão além-campo. O Galo foi assaltado pelo Right, jogando contra o Flamengo, em 81, o Corinthians foi assaltado pelo Ruiz em uma Libertadores, jogando contra o Boca. Faz parte do processo de crescimento e de "ganho de peso" da camisa. Num futuro breve o Furacão estará em outra final de Libertadores e aí será outra história.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luciano R. Ayres

    ± 7 dias

    Nessa discussão da penalidade cobrada pelo Fabricio, quem errou foi o Delegado, pois o Athletico tinha o Lima que geralmente era o batedor oficial, o Aluíso atacante, por que o Fabricio? Um jogador meia boca, aliás um lateral esquerdo muito meia boca, que não podia assumir aquela responsabilidade, pois os artilheiros do time eram o Lima e o Aluísio. Fazer o quê? Mas, são águas passadas o Furacão voltou a frequentar mais assiduamente a Libertadores, fez belas apresentações contra os argentinos no ano que passou e só não passou de fase por problemas internos de doping, jogadores machucados, onde o Tiago Nunes teve que tirar leite de pedra para levar o Furacão as finais da Copa do Brasil.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João das Couves

    ± 7 dias

    Pathético...Podem chorar que o choro é livre! kkkkkkk

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      Road Warrior

      ± 6 dias

      Otimo então paguem as trabalhistas, o IPTU atrasado e arrumem o estádio pinga mijo, e de resto passa lá na Arena que eu te mostro as taças, e olha o balanço do Athletico que é publicado rigorosamente em dia... Pergunto? E a nova maquete tem data pra sair? E outra estatua de algum jogador mediano que nunca saiu pra jogar em algum time importante? e finalmente, já reservou lugar no almoço de "comemoração" do titulo Brasileiro, com saldo de gols negativo e numero de pontos na geral terminou na sétima colocação.... PAQUITA RECALCADA

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    mbp75

    ± 11 dias

    Sem dúvida nenhuma o Fabricio ter feito ou não o pênalti é o de menos. Merecíamos uma disputa justa, ganhando ou perdendo!! O que ocorreu em 2005 foi nada menos do que uma grande mancha no futebol sul-americano .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    TIAGO SILVA

    ± 11 dias

    É bom relembrar o episódio de 2005. E bom para os novos torcedores paranaenses saberem o que passamos e como isso nos foi tirado naquelas partidas, o direito de jogar de igual para igual. Poderíamos ter perdido, faz parte do jogo.... mas da forma que foi executado, pelo tapetao.... Foi injusto. Teremos nossa vez.... O Futebol PR vai voar mais alto!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    vortice

    ± 12 dias

    A Conmebol deve UMA para o, agora, Athletico! Foi vergonhoso o que fizeram. Antes tivessem dito desde o início que não teria jeito! Vergonhoso também foi a atitude do ex-rival, que às pressas apresentou um laudo de incapacidade. Vergonhoso foi a posição da CBF, que ao que consta liberou a ampliação, mas não combinou com a confederação sulamericana. Ah, e vergonha também passou nossa omissa federação Paranaense, que não moveu uma palha para garantir o jogo dentro de Curitiba! O futebol Paranaense é o que é por atitudes como a de 2005, infelizmente!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.