i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

André Pugliesi

Foto de perfil de André Pugliesi
Ver perfil

Blog em defesa da cultura de arquibancada

Análise

Se clubes querem apoio à MP dos direitos de TV, é melhor jogar limpo com torcedores

  • 20/07/2020 12:31
Se clubes querem apoio à MP dos direitos de TV, é melhor jogar limpo com torcedores
| Foto: Arquivo/Gazeta do Povo

Trinta e nove clubes de Série A, B, C e D do Brasileiro, entre eles Athletico, Coritiba e Paraná, assinaram manifesto de apoio à MP 984, a proposta assinada por Jair Bolsonaro que altera os direitos de transmissão dos jogos. Perfeito, a manifestação é livre.

Agora, para que o lobby das equipes avance em Brasília, e, ainda, ganhe respaldo nas arquibancadas, é preciso jogar limpo. E o manifesto divulgado pelo grupo tem pontos questionáveis e, diria até, comicamente inacreditáveis.

O texto diz, para começar, que "com mais partidas sendo exibidas, teremos um futebol mais democrático, mais acessível e mais barato". E aí já surge uma pulga atrás da orelha do tamanho do ex-zagueiro Odvan, do Vasco.

O futebol na TV pode ficar mais barato? Pode. Vai ficar? Difícil dizer. A experiência com a pulverização de streamings de filmes e séries, até então, mostra que, para contar com um catálogo abrangente, sai tão ou mais caro que uma assinatura de TV à cabo.

O formato, digamos, "normal" do pay-per-view do Brasileirão, do canal Premiere, oferece praticamente todos os jogos da Série A, mais de 300 partidas por um valor único. Montante que, aliás, sempre foi bem alto.

Como seria no formato da medida provisória, que confere aos mandantes os direitos da partida? Ok, eu assino o streaming do meu time e vejo os 19 duelos dele como mandante. Agora, quanto sairia para ver todas as partidas do Nacional? Quantos streamings eu teria de pagar?

Impossível responder. Duro acreditar que clubes que cobram caríssimo por ingressos aos jogos passem a encampar uma "democratização" on demand. Mas, vai que o mercado se acomoda com as novas opções e os preços caem? Melhor esperar.

Outro ponto fala que a MP "empodera os clubes a negociar seus direitos e incentiva a união entre as equipes. Quanto mais os clubes estiverem unidos, mais vão ganhar". De novo, mais um pulga atrás da orelha, agora do tamanho do Júnior Baiano.

União entre os clubes? A história do futebol brasileiro mostra que camaradagem não é o forte entre as nossas equipes, ao contrário. São inúmeras os capítulos de traições, com a participação, sempre, de CBF e federações locais.

Vamos lá: tais como a criação e, posteriormente, a implosão, do Clube dos 13, a pitoresca Primeira Liga e quaisquer outros episódios que tenham envolvido a divisão de mais do que R$ 1 para o fim que fosse.

Tomemos como base o cenário local. Athletico e Coritiba se reuniram para transmitir um Atletiba via Youtube em 2017, formato que, posteriormente, fez os rivais brigarem até na Justiça. Sem contar outros episódios, de graves a prosaicos.

Diante de uma nova perspectiva de divisão dos direitos, distribuição do dinheiro, entrada de investidores em potencial, enfim os clubes vão esquecer décadas de sacanagem? O mundo atual não permite otimismo nem para ir à esquina, mas, vai que acontece.

Há, por fim, o ponto que considero, digamos, até anedótico: "E o país ganha com os clubes mais sólidos financeiramente, maior geração de empregos e crescimento de impostos pagos aos governos".

Tudo bem, vamos abraçar o melhor cenário, crer em "clubes mais sólidos financeiramente", acreditar em "maior geração de empregos", mas, pensar em "crescimento de impostos pagos aos governos", aí não dá, né. A pulga vira o David Luiz: além de grande, cabeluda e desengonçada.

Em levantamento do início do ano, clubes de futebol no Brasil deviam à União R$ 5,3 bilhões em impostos. Sem contar outros tipos de tributos, calotes trabalhistas, e deixemos de lado, ainda, os perdões de dívidas, os parcelamentos tais como o Profut etc.

Os clubes brasileiros são péssimos pagadores de impostos, com raríssimas exceções. Historicamente. Assim, confiar que vão quitar os débitos anteriores, pagar os atuais e, ainda, honrar os futuros, só sendo um ingênuo definitivo.

De certo que, embora a movimentação do Flamengo tenha ocorrido por causa própria, sem qualquer discussão, e impulsionada por interesses políticos, debater o desequilíbrio da distribuição das cotas de TV é extremamente saudável. Assim como abrir novas frentes.

Agora, para que o sistema evolua, a grana seja melhor dividida entre os clubes e turbine o futebol brasileiro de uma forma geral, é preciso jogar limpo. Se a conversa caminhar contaminada por lorotas, fica mais complicado.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • I

    Ivan S Ruppell Jr

    ± 0 minutos

    Penso que as colocações do colunista estão corretas. Ponto. No entanto, creio que o direito da transmissão deve ser do mandante, pois na situação tecnológica atual que permite transmissões em diversas redes, a realidade e futuro é de termos grande número de torcedores "virtuais". E aí, cada time e torcida forma seu grupo de assinantes e a tv paga e aberta corre atrás de transmitir o que for nacional, ou decisivo. Os clubes da cidade de Curitiba tem condições de ter de 30 mil a 100 mil sócios "TV", ganhando 1 a 3 milhões mensais somente nesta venda.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Celson Luiz Corso

    ± 42 dias

    Entendo que a liberdade de escolha chegou. Vide o caso do Athletico no ano passado. Não passou nada no premiere, mesmo com todos outros jogos passando, o Athletico não estava lá. Pedi a redução no valor pago e fiquei sem resposta. Cancelei o premiere e não me arrependo em nada, pois nenhum real era direcionado pro Athletico. Agora a distribuição e a captação do dinheiro vai ser diferente. Qual o torcedor Athleticano que mora distante de Curitiba não irá pagar ou se associar para assistir os jogos do Furacão ? Dependendo do valor da associação com liberação dos jogos, o clube ganhará muitos sócios e o torcedor do clube visitante irá pagar para assistir. Está aí a jogada e a sinergia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • L

      LUIZ FERNANDO DE FREITAS SALDANHA

      ± 25 dias

      Assinando o Premiere para ver nosso time, cerca de 480 pelo brasileirão. Se cobrado o mesmo valor precisamos ter 80 mil assinantes para ter o mesmo de $ de 2019. Há o ingresso avulso de visitantes que custa hoje 90 reais por jogo. Modelo é válido se houve união dos clubes para dividir custos de infra estrutura e ganhar com verba de patrocínios, ou negociar em bloco com uma ou várias empresas num leilão reverso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 41 dias

      Muito obrigado pelo comentário! Apareça sempre.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOÃO JERONIMO FLORES DE MIRANDA

    ± 42 dias

    Entendo sua posição como de resistência a liberdade, novos tempos e quebra de monopólios que chegaram aos dias de falência geral do nosso futebol. Fala de passado, de brigas e desacertos, e esquece que o que se busca é por um futuro aos moldes de gestão moderna dos Europeus. Entenda que clubes são empresas que precisam de investimento e lucratividade e o maior patrimônio, o torcedor, é o alvo do consumo e para isso todos devem comprar e se todos pagam, diminui-se o valor da quota. Um exemplo: 1 milhão de torcedores assistindo e pagando 1 real cada, é R$ 1 milhão em caixa. por jogo, fora patrocinios. Acabou a Era romântica do futebol gratuito, filantrópico, pois o custo é alto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Olá, João! Disse no texto que sou a favor da concorrência e de uma rediscussão da distribuição das cotas de TV, que é bastante desequilibrada. Em nenhum momento defendi monopólio. Repare, ainda, que se cada torcedor der R$ 1 real e um milhão estiverem assistindo, considerando 18 jogos como mandante, ainda assim daria menos receita que as atuais cotas. Um abraço, apareça sempre.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    RoCS

    ± 42 dias

    Ta com 'cara' que os torcedores vão se ferrar com essa. O interessante é que os torcedores pagassem menos de R$ 50 para ver qualquer jogo da A e B. Mas, é capaz de pagarem mais que isso só para ver os jogos do time que torcem. A ganância e a incompetência de nossos clubes vão acabar prevalecendo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Fala, Rocs. O cenário é ainda muito nebuloso. Quem garante que vai acontecer isso, ou aquilo, tá só chutando. Abraço!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CELSO

    ± 42 dias

    Só uma pergunta, se eu pago o PPV é pra ver meu time, o resto vejo lá de vez em quando. Na a ver esse ponto de vista de ter todos os jogos....o que o torcedor quer é ver seu time

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Fala, Celso. Sim, boa parte só quer ver mesmo o jogo do seu time. No entanto, estão lá disponíveis os demais. É preciso lembrar ainda que, a depender da negociações, o clube só poderá passar seus jogos como mandante. Como visitante, é outra conversa, pois aí o direito é só do adversário. Abraço e apareça para conversar.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Carlos Giublin Junior

    ± 42 dias

    Acho que é a mídia em geral (e o colunista em particular) que deve parar de contar "lorotas". Está muito claro que ele não revelou o motivo de toda a sua ira pela MP. É a perda do monopólio. Da escravidão. Se a MP passar os clubes serão donos de seus narizes e poderão, unicamente, vender seus mandos, sem depender de rede de TV, confederação, federação e do outro clube do jogo. Isso é liberdade. Mas liberdade não é o produto mais apreciado pelos "bonzinhos" que só pensam na vida(deles). O que me preocupa são os políticos que tem essa "ligação" com a Globolixo. Portanto acho que os clubes tem que se mobilizar em prol da MP. E vamos parar de lorotas.....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Luiz Carlos, embora a MP tenha sido feita de forma completamente açodada, sem qualquer discussão, não tenho "ira" nenhuma. Ao contrário, escrevi ao final que acho excelente discutir uma redistribuição mais equilibrada das cotas de TV e a entrada de novas frentes, concorrentes. Só faço uma ressalva, o modelo dos clubes gerindo seus próprios canais/transmissões e faturando com isso não existe em lugar algum do mundo, apenas o Benfica experimentou. A relação com as redes de TV ou outras empresas vai continuar. Grande abraço, apareça sempre.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    Ivan S Ruppell Jr

    ± 42 dias

    Creio que o colunista também deve jogar limpo, pois com a nova lei os jogos não serão propriedade de sua TV, mas dos clubes. Athletico e Coxa poderão ter 50 a 100 mil sócios pagando pra ver jogos na internet que irão render 50 a 75 milhões aos clubes.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Fala, Ivan. Quem me dera ser dono de TV, quem sabe um dia, hehe. Tomara que você esteja certo, seria ótimo para a dupla Atletiba. Infelizmente, até então, nenhum dos dois consegue manter um contingente de sócios na casa dos 30 mil, mesmo com preços razoáveis. E para atingir essa receita que você sugeriu, os clubes teriam que cobrar, ao menos, R$ 500 por torcedor para assistir apenas 38 partidas. Hoje o Premiere cobra R$ 79 (caro) por mês para todos os jogos, mais de 300. Sei não, hein. Apareça sempre, abraço.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 42 dias

    Só de ter tirado a hegemonia da Globo Lixo já vale a pena. Chega de genuflexão. Chega passar o pires, né André? Acabou a mamata de só uma emissora mandar no futebol. Concorrência, meu caro, eis o segredo. E ainda, não tem mais Caixa, Petrobrás, etc, pra encher as burras da Globo. Boa Bolsonaro!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      ANDRE PUGLIESI

      ± 42 dias

      Fala, Admar. Tudo bem? Clubes passam o pires porque são, em regra, pessimamente administrados. Não por acaso, as receitas de TV representam, no mínimo, 40% das receitas das equipes (o normal é muito mais). Estou bastante curioso para a chegada dos investidores estrangeiros. O cenário recente, agravado pelo coronavírus, aponta em sentido contrário, com grandes "players" reduzindo investimentos em direitos de transmissão. Abraço e apareça sempre.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.