i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Caixa Zero

Ver perfil

Fruet agrada evangélicos e diz que nada teve a ver com postagem sobre casamento homoafetivo

  • PorRogerio Galindo
  • 14/10/2014 08:40
Fruet agrada evangélicos e diz que nada teve a ver com postagem sobre casamento homoafetivo
| Foto:

homoafetivosO prefeito Gustavo Fruet (PDT) conseguiu agradar aos vereadores da bancada evangélica em audiência realizada nesta segunda-feira. Os vereadores foram conversar depois de terem ficado incomodados com uma postagem da prefeitura no Facebook celebrando o casamento homoafetivo. Tratava-se de uma homenagem ao casamento coletivo que será realizado em dezembro pelo Tribunal de Justiça em parceria com a prefeitura.

Os vereadores ouviram o prefeito dizer que a postagem não partiu dele e que a Secretaria de Comunicação Social tem autonomia para fazer a divulgação dos eventos oficiais. Ou seja: garantiu que não é uma política pessoal dele.

Fruet disse ainda, segundo o líder do prefeito na Câmara, Pedro Paulo (PT), que embora a postagem (ver imagem acima) falasse principalmente da questão homoafetiva, o principal ponto do casamento coletivo é garantir os direitos aos cidadãos que, muitas vezes, nem têm como oficializar a união por dificuldades materiais. “Ele se portou como um estadista”, disse Pedro Paulo.

Os vereadores saíram com a impressão de que a prefeitura não vai mais entrar em bolas divididas do gênero;. Ou seja: a postagem, embora isso não tenha sido dito pelo prefeito com todas as letras, não agradou.

Pedro Paulo diz que a prefeitura entende que é necessário respeitar os dois lados. E os evangélicos afirmam que conseguiram o que queriam ao obter uma “neutralidade” da prefeitura sobre a questão. “A prefeitura atingiu um ponto importante para muita gente com essa postagem. Gosto do jeito divertido das mídias sociais deles. Mas tem assuntos que são sérios e aí a brincadeira ofende as pessoas”, disse.

Resta saber agora o que pensarão disso os defensores dos direitos LGBT.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.