i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Caixa Zero

Ver perfil

“Merecia ganhar três vezes o que eu ganho”, diz deputado

  • PorRogerio Galindo
  • 21/10/2015 15:52
“Merecia ganhar três vezes o que eu ganho”, diz deputado
| Foto:

CEdulas

Conforme escrevi na coluna desta quarta-feira, os deputados parecem ter dificuldade em entender o quanto os gastos excessivos da Assembleia Legislativa são motivo para deixar a população indignada. Ou, melhor: eles têm dificuldade em entender que os gastos são excessivos.

Desde que o repórter Euclides Lucas Garcia revelou o inchaço de cargos comissionados na Assembleia, vários deputados correram para justificar que suas comissões, onde os funcionários, de indicação política, recebem até R$ 15 mil por mês, trabalham muito.

Um disse que sua comissão se reuniu 66 vezes no ano. Outro, que a sua só se reuniu quatro vezes, mas viajou pelo interior. E assim por diante. Tudo para justificar, por exemplo, que uma comissão sem muito trabalho tenha até quatro comissionados e orçamento de R$ 60 mil em salários para funcionários de indicação política.

Mas essa sessão de justificativas nem de longe quer dizer que eles concordem que os gastos são altos. Ou que salários de R$ 15 mil estão fora da média de mercado. “Como vou contratar um advogado por menos do que isso”, pergunta um deles. “Ou um administrador competente?”

Um dos deputados disse ao blog que as críticas são injustas e que ele mesmo, como parlamentar, deveria ganhar muito mais do que ganha hoje. “Acho, sinceramente, que com o meu trabalho eu merecia mais. Pelo menos umas três vezes o meu salário atual”, diz, sem querer se identificar, lógico.

Hoje, os deputados têm salário de R$ 25,3 mil. Três vezes isso seriam R$ 75,9 mil. Alguém aí topa pagar?

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.