i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Caixa Zero

Ver perfil

NY Times diz que brasileiros, ao contrário dos outros latinos, não se incomodam com racismo de Trump

  • PorRogerio Galindo
  • 20/08/2015 17:20
NY Times diz que brasileiros, ao contrário dos outros latinos, não se incomodam com racismo de Trump
| Foto:

Leia o sensacional começo da matéria publicada pelo New York Times sobre Donald Trump e o Brasil, assinada pelo correspondente Simon Romero:

“O peruano vencedor do Nobel Mario Vargas Llosa chama Donald J. Trump de “racista imbecil”. No México, as pessoas estão se divertindo batendo em piñatas depois dos comentários duros que ele fez sobre imigrantes latinos nos Estados Unidos. Na Guatemala, uma empresa de bebidas está colocando pôsteres do sr. Trump usando uma palavra que, traduzida, o descreve como um idiota.

E então tem o Brasil…”

A partir daí, a reportagem fala sobre um novo e luxuoso hotel no Rio de Janeiro do grupo de Trump. E sobre como por aqui há quase nenhuma indignação (pelo menos em certa elite carioca) contra os comentários racistas de Trump.

Um dos entrevistados é Paulo Figueiredo Filho, apresentado como um magnata do setor imobiliário e que está construindo o hotel de Trump. Romero aproveita a fala laudatória de Figueiredo, que é neto do ex-presidente João Figueiredo, último ditador do período militar, para lembrar o momento atual do país que favorece a direita – inclusive citando os pedidos de volta do regime militar.

Outro entrevistado é Alfredo Lopes, da associação de hotéis do Rio, que diz considerar “um privilégio” ter um hotel de Trump na cidade.

Como última cereja do sorvete, Romero conta que recentemente, quando esteve no Brasil, perguntaram a Trump se ele tinha se reunido com Dilma Rousseff. A resposta foi: “Não. Quem é ele?”

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.