i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Camila Farani

Foto de perfil de Camila Farani
Ver perfil
Vozes

Cada vez mais plataformas

  • PorCamila Farani
  • 23/06/2019 18:00
Cada vez mais plataformas
| Foto: Pixabay

Já ouviu falar desse termo? Se ainda não é bom você começar a se acostumar com a ideia de que essa já é a nova lógica nas organizações, caso você queira sobreviver nos próximos anos. Esse termo foi criado por Salim Ismail, diretor executivo e embaixador mundial da Singularity University, para diferenciar empresas com alto poder de crescimento das ditas tradicionais.

Organizações exponenciais desenvolvem soluções pelo menos 10 vezes melhores, mais rápidas e de menor custo. Então uma startup é exponencial? A princípio sim, porque ela possui isso no seu DNA. Mas nem todas conseguem ter uma escalabilidade à altura de uma organização exponencial, e são essas que aparecem no topo dos rankings de faturamento. Como “beber dessa fonte”? O que elas fazem de diferente? E como posso aplicar isso na minha empresa?

A questão é que os rápidos avanços tecnológicos que estão mudando diversos setores da economia exigem rápidas respostas. Trata-se de um caminho sem volta. É preciso que aconteça a transição do conceito linear para o exponencial. Se formos analisar, toda nossa vida foi calcada em modelos lineares. Nossa educação formal e nosso senso de administração nos moldaram para fazer associações lineares, mas os dados hoje são exponenciais. A verdade é que a cada dia nos tornamos mais dominados pela informação. O único caminho para respondermos a esse novo modelo é transformar a forma como as pessoas processam as informações.

Vivemos a era das plataformas digitais. A primeira lição que podemos aprender com as organizações exponenciais é: “não seja uma empresa, torne-se uma plataforma”.

Vamos lembrar do caso da Nokia que era tida como fabricante dos mais eficientes celulares no ínicio dos anos 2000. A empresa finlandesa, dois meses após o iPhone, comprou a Navteq, empresa de navegação por mapas, que gerava  informações baseada na coleta de dados por sensores. Foi uma aquisição de US$ 8 bilhões. Na verdade, ela fez esse movimento pensando na concorrência com a Apple e o Google Maps.

Porém, no mesmo ano, surgia em Israel uma empresa chamada Waze. Por não depender de sensores físicos, podia crescer de forma exponencial porque usou a tecnologia de forma disruptiva. Não dependia de altos investimentos para performar. A indústria de smartphones estava passando por uma transformação radical e a Nokia não respondeu a tempo. Já era tarde. Em 2013, o gigante Google comprou o Waze por US$ 1,1 bilhão, e acumulou mais um serviço no seu modelo “plataforma”.

Além de provocar essa mudança no modelo de negócio e na “lente estratégica” das empresas, existem alguns passos importantes para se preparar para a era exponencial:

1- Liderança mais colaborativa

Organizações exponenciais possuem um formato de liderança mais colaborativa e aberta. Estimule a troca de ideias entre os setores. Faça com que todos participem da estratégia e tomadas de decisão.

2- A revolução acontece fora da empresa 

Empresas exponenciais inovam olhando para tendências for a do seu negócio principal. As estruturas organizacionais tradicionais impedem as empresas de inovarem de forma disruptiva. Grandes iniciativas acabam sendo bloqueadas. Portanto, invista em negócios nascentes no mercado.

3- Use a lógica dos sprints exponenciais 

Não existe um MBA que te ensine a criar um Netflix, mas a Singularity University criou uma metodologia chamada EXO Sprint, com duração de 10 semanas para concepção e aceleração de iniciativas exponenciais.

4- Crie mecanismos para a adoção de ideias 

O Google, por exemplo, possui um programa interno de intraempreendedorismo que estimula os funcionários a criarem novos produtos e serviços. O Google Chrome surgiu nesse ambiente. Ninguém melhor do que seus colaboradores conhecem a empresa e poderão inovar. 

5- Seleção de talentos

No futuro, os nomes dos cargos se resumirão a “solucionador de problemas criativo e adaptável”. Cada vez mais, pessoas serão contratadas baseadas na sua adaptabilidade. Para manter um negócio inovador, é preciso antes de tudo contar com um time engajado e colaboradores com uma identificação forte com a cultura e clima da empresa.

Por fim, provocar essa “virada de chave”, em um mundo que já funciona de forma exponencial, está longe de ser simples. Principalmente, porque cada organismo organizacional é distinto do outro. O que funciona para mim, pode não ser aderente para você. Mas o principal é conhecer profundamente a essência do seu negócio, os processos, e criar uma estratégia única para mudança de cultura da empresa.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 4 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • G

    GUSTAVO_RJ_70

    ± 0 minutos

    Mas ser "disruptivo" , a palavra da moda, de dentro da empresa , significará cada vez mais criar coisas distintas do que ela faz. Então, a identidade dela baseada em produtos e serviços se perde. Se é bom, não sabemos ainda. Seria assim: cada funcionário disruptivo desse irá abrir um negócio próprio, e a empresa mãe será a investidora-sócia. No futuro todos seremos empreendedores.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo Leivas Bastos

    ± 13 horas

    Schumpeter agradece e dá um sorriso de satisfação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Humberto Bertolini

    ± 15 horas

    Muito bom artigo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco Leite Furtado

    ± 24 horas

    Este livro Organizações Exponenciais é fantástico.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.