i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Camila Farani

Foto de perfil de Camila Farani
Ver perfil
Papa da gestão

Lições que aprendi com Jack Welch

  • Por Camila Farani
  • 08/03/2020 10:39
Jack Welch foi CEO da General Eletric.
Jack Welch foi CEO da General Eletric.| Foto: Divulgação

Nos últimos dias, o mundo perdeu Jack Welch, um dos meus grandes mentores, a quem considero um papa da gestão. Welch, que era americano formado em Engenharia Química e que fez história como CEO à frente da General Eletric, me trouxe muitos ensinamentos dos quais nunca esqueci e, na medida do possível, adotei nas minhas operações.

É de Welch, por exemplo, a regra 70, 20, 10 que consiste, basicamente, em premiar os melhores (20%); manter aqueles que têm uma boa performance (70%) e afastar os que apresentam mau desempenho (10%).  Isso me fez entender que ninguém motiva quem não está afim:  a pessoa precisa ser avaliada de uma forma muito criteriosa, precisa ter o fit cultura da empresa, ou seja, seus valores, ideais e objetivos precisam estar alinhados com a cultura da organização.

Sobre isso, certa vez, Welch disse que um dos seus maiores erros foi só analisar números e não o fit cultural das pessoas entre si: como essas pessoas lidavam entre si, se elas se adaptavam à companhia e aos C-Levels. Como se dava a comunicação entre elas. Isso me faz crer que o segredo é colocar a pessoa certa no lugar certo. Mais do que isso, em suas palavras, é preciso estar cercado de gente boa.

Entretanto, os ensinamentos que Jack Welch deixou me fazem pensar que nem tudo é sobre o outro, mas também sobre mim enquanto líder. Ele ensinou que um líder não é alguém a quem foi dada uma coroa, mas a quem foi dada a responsabilidade de fazer sobressair o melhor que há nos outros. Isso significa que o líder precisa inspirar, despertar a autoconfiança em sua equipe e fazer com que os demais, mais do que liderados, sejam seus seguidores.

Esse líder é capaz de extrair o melhor de cada pessoa, individualmente, e deve servir como uma espécie de farol, que indica qual a direção deve ser tomada pela equipe. Para ele, o papel do líder, além de CEO, é fazer com que todos em sua volta saibam para onde caminham, porquê caminham e, o mais importante de tudo, quais papéis desempenham nessa jornada e o que cada um ganha se estiver integrado a ele.

O líder não pode apenas ser aquela pessoa que designa tarefas e faz cobranças por resultados: precisa ser quem dá sentido às demais pessoas. Achei muito interesse a analogia que Welch fez do papel do líder e o Curling - que é um jogo olímpico de inverno que, talvez, você nunca tenha ouvido falar, mas traz lições incríveis. Eu também não o conhecia.

Pesquisando sobre esse jogo descobri que se trata de um jogo coletivo muito antigo, praticado desde o século XVI na Escócia. O objetivo é que os jogadores lancem pedras em direção de um alvo, vencendo quem tiver mais pontos.

Mas não é sobre o jogo em si que ele estava falando, mas sobre o papel dos “varredores” - que são os jogadores que vão à frente da pedra, utilizando suas vassouras para eliminar obstáculos e, com isso, definir a trajetória das pedras e a velocidade com que deslizam sobre o chão. É esse o papel do líder: desobstruir o caminho para que os demais possam agir. Que inspirador!

Entre outras grandes lições que aprendi com esse mestre, é que você não pode ser chamado de um bom gestor se permite que a sua equipe trabalhe às escuras. Isso me fez entender que além de estar cercada das melhores pessoas, de direcioná-las, é preciso retê-las. E isso se faz de uma forma simples: as amando, fazendo com especiais e reconhecidas, inclusive, financeiramente.

É preciso ser claro, transparente com as pessoas para que elas saibam em que posição estão e até onde podem chegar, como podem melhorar. Elas não podem ser pegas de surpresa. Daí a importância de feedbacks constantes.

Jack Welch sempre me pareceu uma pessoa sensível, generosa, e mostrou isso da melhor forma possível, incentivando que as pessoas se toquem, se vejam, interajam, compartilhem experiências, se coloquem no lugar do outro. Se tivesse que escolher uma última lição que aprendi entre seus conselhos seria: torne o seu trabalho divertido, pois, é nele que que você passa grande parte da sua vida. Lembre-se de divertir e empolgar, recompensar cada pessoa que consegue entregar aquilo que você deseja. Ele vai, sua lição fica.

+ Siga o GazzConecta no Instagram!

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • R

    Rodrigo Paulinelli

    ± 0 minutos

    Camila, prazer comunicar através de seu artigo. Sou investidor na bolsa Americana desde 2004. CNBC é um canal exclusivo para finanças e economia. Welch era comentarista, assim como Mark Haines apresentador e falecido 2005, Larry Kudlow apresentador e hoje Director of United States Nacional Economic Council e Carl Icahn comentarista. Time bom. Welch sempre colocava dúvida sobre dados mal explicados. Foi assim com a taxa de desempregados em 2012. O Bureau of Labor e Statistics estava aparelhado alertava ele sutilmente. Hoje com um virus Chines e o petróleo Russo fazendo estragos no Mercado, faltam eles para dizer o que é correção, o que é especulação e o que é político.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joao Simoncello

    ± 11 horas

    Ao assumir a GE, vindo de uma posição gerencial, procurou conhecer todos os executivos da empresa. Promoveu reuniões nas quais estes podiam falar enquanto ele escutava. Em meses, chegou a conhecer as habilidades de todo o corpo diretivo e, em consequência, toda a empresa. Recordei-me disso quando ex-presidentes da Petrobras e da Vale, ambos de triste memória do ponto de vista executivo, disseram que em vista do tamanho das corporações que dirigiam não era POSSÍVEL saber tudo o que se passava nela. Já, o Jack Welch sabia. Que diferença entre esses executivos, não é? Como o assunto é amplo, deixo a referência dos meus comentários: https://conversenumaboa.blogspot.com/

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 12 horas

    A melhor lição de Jack foi: "dress the code", usei este conceito quando trabalhei no HSBC.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.