i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Camila Farani

Foto de perfil de Camila Farani
Ver perfil
Educação é essencial

Startups brasileiras prosperam, mas é necessário investir na formação de talentos

  • PorCamila Farani
  • 05/01/2020 16:32
Junto com o crescimento vem a necessidade na formação de novas habilidades.
Junto com o crescimento vem a necessidade na formação de novas habilidades.| Foto: Unsplash

O ano de 2019 foi promissor para o ecossistema de startups no Brasil. Essa é uma ótima notícia. Desde 2018, quando vimos a chegada dos primeiros unicórnios em nossas terras, o movimento no mercado e os investimentos em negócios inovadores vêm crescendo. O país contabiliza hoje mais de 12 mil startups, segundo a Associação Brasileira de Startups (ABStartups).

Dentro desse contexto, tivemos o aparecimento de dez empresas unicórnios desde 2018, porém cinco delas surgiram em 2019: Loggi, Gympass, QuintoAndar, Ebanx e Wildlife, em ordem cronológica. Isso significa que continuamos em ritmo de crescimento. É fato que também devemos creditar esse feito ao interesse despertado em grandes fundos e venture capitals, como o próprio Soft Bank. O banco japonês anunciou ano passado a criação de um fundo de US$ 5 bilhões para negócios latino-americanos.

Segundo dados do próprio banco, foram investidos, em 2019, de R$ 6 bilhões a R$ 10 bilhões em startups da América Latina. E somente no Brasil, o fundo aportou em oito startups: nos unicórnios Loggi, QuintoAndar, Gympass; e nas empresas Olist, MadeiraMadeira, Creditas, Buser, e VTEX.

Contudo, junto a esse crescimento, vem a necessidade na formação de novas habilidades que acompanhem as rápidas mudanças no mercado de trabalho e as tecnologias emergentes. E esse fato precisa ser enxergado com extrema atenção pelas organizações para que realmente avancemos.

O novo profissional, além de habilidade técnica, precisa ter uma visão estratégica como, por exemplo, conhecimentos de growth hacking, programação e marketing digital. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), o mercado de TI pode apresentar um déficit de 290 mil profissionais, até 2024.

A questão é que existe, sim, demanda, mas que não consegue ser preenchida com os requisitos necessários. Ainda segundo a mesma pesquisa, são 845 mil empregos disponíveis na área de Tecnologia da Informação no Brasil. E espera-se que a demanda anual prevista até 2024 seja de 70 mil novos talentos. O déficit de novas habilidades é real e vai exigir um esforço estratégico e até financeiro por parte das organizações nos próximos anos.

Um estudo recente do LinkedIn, divulgado em 2019, evidenciou exatamente esse ponto. A empresa revelou uma lista das 15 profissões com as maiores taxas de contratações nos últimos meses e as áreas mais promissoras para 2020. Das 15 profissões, 12 são totalmente focadas na área de Tecnologia. Podemos citar nas três primeiras colocações as funções de Especialista de Inteligência Artificial, Engenheiro de Robótica e Cientista de Dados, respectivamente. Se formos analisar, veremos que as três primeiras profissões, há poucos anos atrás, nem existiam no mercado. Ou seja, a transformação digital é uma transição essencial para a sobrevivência das empresas no futuro.

Algumas startups, já se antecipando a esse movimento, estão agindo para mitigar os efeitos do “apagão” de mão de obra em tecnologia no futuro. O próprio unicórnio Loggi decidiu investir em um escritório em Lisboa e abriu 100 vagas de emprego localmente. O outro unicórnio, Gympass, comprou a startup portuguesa de inteligência artificial, Flaner, pensando em inovação e estrutura de pessoal focada nesse campo.

Sendo assim, a tecnologia permeia, hoje, todos os campos de conhecimento e profissões. Os profissionais precisam entender essa nova lógica e devem ter a habilidade de transitar tanto por funções analógicas como digitais, da mesma forma deve acontecer com as organizações tradicionais. Habilidades dentro dos campos da inteligência artificial, da segurança cibernética e da computação em nuvem, serão cada vez mais demandadas. Por isso, investimentos em Educação, na área de Tecnologia da Informação e Comunicação, são essenciais para que possamos evoluir, atingir novo patamar e ganhar destaque no cenário mundial da inovação.

VEJA TAMBÉM

>>> 'Hoje o tempo voa, empreendedor, escorre pelas mãos'
>>> Vendas no varejo e e-commerce devem crescer 43%

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • W

    Walter

    ± 0 minutos

    Se começar hoje nas escolas de ensino fundamental e médio uma considerável elevação do nível de conhecimento, principalmente na matemática e português, talvez daqui a 15 anos tenhamos um começo de resposta à essa demanda por profissionais mais favorável.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]