i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Carneiro Neto

Foto de perfil de Carneiro Neto
Ver perfil
Opinião

A Torre de Babel do coronavírus

  • Por Carneiro Neto
  • 27/03/2020 16:07
A Torre de Babel do coronavírus
| Foto: Ilustração: Pixabay

Gênesis, capítulo 11, versículos 1 a 9.

Viajando para o oriente, os homens encontraram uma planície e nela começaram a construir, com tijolos e betume, uma torre tão alta que elevaria o nome da humanidade aos céus.

Preocupado com tamanha ambição, Deus desceu à terra para ver a obra de perto e decidiu confundir a linguagem dos homens – que então era uma só – de modo que eles não mais se entendessem e, logo, não unissem esforços no término da torre.

>> Tempo real: acompanhe as consequências do coronavírus no esporte

Esta é uma breve narrativa bíblica da Torre de Babel, abandonada devido à cizânia criada pela multiplicação das línguas no mundo.

Bem, a Torre de Babel pode não ter sido concluída, mas acho que o Brasil corre o risco de recriá-la durante a crise provocada pela pandemia do Covid-19, o popular e aterrorizante coronavírus.

As autoridades públicas, médicas, econômicas e sanitárias simplesmente não se entendem mais.

O povo brasileiro já estava assustado com as ameaças do coronavírus, depois com o isolamento imposto pela quarentena com toda a dimensão dos riscos sociais e econômicos com o fechamento da industria, comércio e todos os serviços considerados não essenciais. Agora liga a televisão e fica com os cabelos em pé diante da guerra estabelecida entre o governo federal e os governadores dos estados.

E tem médico tratando do problema conforme a sua ótica, ou seja, confundindo ainda mais a cabeça das pessoas.

Autêntica Torre de Babel que só serve para aumentar a preocupação e insegurança da população.

>>> Quarentena da bola: quatro séries e um documentário imperdíveis sobre futebol na Netflix

Falta unidade, critério, bom senso, choque de vaidade, enfim um rosário de providências para mudar o cenário assustador que é apresentado, a todo momento, nos mais diversos noticiários.

No futebol não tem sido diferente.

Enquanto os dirigentes se preocupam com as combalidas finanças dos clubes, os jogadores não admitem abrir mão de nenhuma vantagem garantida pelos contratos milionários assinados com os grandes times.

Os pequenos times já estão encerrando as suas atividades por conta da crise e os grandes também estão sentindo os efeitos da bola parada.

Positivamente o momento é de profunda preocupação e requer muita reflexão por parte daqueles que tem responsabilidades com a sociedade.

Que Deus nos ajude !

Leia Também:

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • P

    Plínio

    ± 17 minutos

    A Rede Covid de Televisão (antiga Globo) trabalha para tocar o terror. O lema deles deve ser "O virus é nossa razão de existir". Os "especialistas" são entrevistados se forem a favor do isolamento total. Opinião contrária não pode. E nós pobres mortais ficamos no meio dessa guerra, que é claramente hoje uma guerra política. O virus é apenas a justificativa. A primeira vítima da guerra política é a verdade. E a primeira vítima da loucura é a razão. Triste o que vejo hoje.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pascoal

    ± 4 horas

    Show de bola Ferreira Neto! Golaçoooo! Bora lá Gazeta... Mais espaço para profissionais independentes, responsáveis e com sensibilidade . De abestado já temos até Capitão, mas sorte que a zaga é de "Aço Inoxidável". Sorte nossa ter atacantes velozes e com espírito de time... E que timaço, parece o Flamengo ou seria o Timão da galera !?.. Só sei que o ganhador será o povo, nossa gente, nosso história, é Brasilll!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    helio

    ± 12 horas

    Carneiro foi superficial, mas mandou bem. O assunto, por si só, já geraria polêmicas e muitas dúvidas. Se acrescenta rmos o interesse político vergonhoso, desprezível de oportunistas que querem tirar proveito da crise, teremos o quadro atual.A Rede Globo é o maior, mas não o único ,exemplo de comunicação irresponsável.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Natalin

    ± 13 horas

    MAS A MÍDIA CONTINUA TOCANDO TERROR. DESINFORMA E HISTERIZA MAIS DO QUE ACONSELHA E INFORMA. SÓ CONSULTA 'ESPECIALISTAS' QUE CORROBORAM A SUA NARRATIVA. NUNCA OUVEM O CONTRÁRIO. É GUERRA E GUERRA POLÍTICA DAQUELES QUE SE DIZEM DEMOCRATAS MAS NÃO ACEITAM O RESULTADO DA URNAS QUE LHES FOI NEGATIVO. SIMPLES ASSIM. ENTÃO VAMOS À GUERRA. MATAR OU MORRER.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Geraldo Lucio Kroeff

    ± 20 horas

    Boa Carneiro Neto. Como sempre, mistura inteligente de futebol com história, filosofia, cotidiano, culinária e vida que segue. Peça para o pessoal da Gazeta deixar ( putz, agora fiquei em dúvida: é DEIXAR ou DEIXAREM ? ), deixa prá lá...) você ter mais espaço, ok|?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ALVARO JOSE JUNQUEIRA NUNES

    ± 24 horas

    Excelente e ponderado artigo, que sirva de exemplo aos precipitados e maldosos, que só fazem aumentar o pânico e o caos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.