i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Carneiro Neto

Foto de perfil de Carneiro Neto
Ver perfil
Opinião

Após meses sem futebol, torcedor precisa ter paciência com o nível dos jogos

  • Por Carneiro Neto
  • [24/07/2020] [15:28]
Futebol levará algum tempo até retomar alto nível após meses de paralisação
Futebol levará algum tempo até retomar alto nível após meses de paralisação| Foto: Divulgação/Coritiba

Muitos torcedores podem imaginar que os jogadores ficaram treinando durante os quatro meses de isolamento. Não, antes pelo contrário.

Todos os times enfrentaram dificuldades para conciliar a quarentena com a manutenção do condicionamento físico dos atletas e o retorno gradual aos treinamentos com bola.

Dentro de uma moderna metodologia praticada no futebol, os profissionais que compõem as comissões-técnicas das equipes procederam dentro de alguns protocolos avançados, com pequenas variações entre eles.

Os cuidados vão da alimentação balanceada, energéticos, até o produto final, representado pela liberação do jogador para entrar em campo em boa forma física e técnica.

Mas, é como timbrou o antológico mestre da folha-seca, Didi: “Jogo é jogo, treino é treino”.

A bola voltou a rolar para a conclusão dos campeonatos estaduais e podemos observar a dificuldade encontrada por muitos para apresentar futebol de alto nível.

Claro, é absolutamente compreensível que a maioria dos jogadores ainda esteja em fase de retomada do ritmo, sendo que alguns se apresentaram bem abaixo do esperado.

Com o passar dos jogos certamente teremos a oportunidade de assistir partidas com melhor qualidade técnica. Como diziam os antigos romanos, os tempos mudam e nós mudamos com eles: “Tempora mutantur et nos in illis”.

Por isso, o torcedor precisa ter paciência com a volta do futebol. Apesar de alguns duelos interessantes e até mesmo com resultados extravagantes durante a semana, como os 3 a 2 do Bragantino sobre o São Paulo e os 5 a 0 do Athletico em cima do Londrina, a média tem sido a contenção de movimentos, equilíbrio nas disputas e o exercício de readaptação até alcançar o padrão de excelência.

Algo que só acontecerá, efetivamente, na largada do Campeonato Brasileiro daqui a quinze dias.

Daí a pegada será outra, pois além do importante torneio nacional, alguns times terão de cumprir as fases intermediárias da Copa do Brasil ou iniciais da Sul-Americana e Copa Libertadores da América.

Será uma maratona daquelas, com diversos times de ponta sendo obrigados a disputar até doze jogos por mês.

Serão necessários elencos com diversas opções para os treinadores. E a elevada manutenção dos níveis de condicionamento físico e técnico dos jogadores até a conclusão das competições no início do próximo ano. Maldito coronavírus!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.