i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Cristina Graeml

Foto de perfil de Cristina Graeml
Ver perfil

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso". Joseph Joubert.

Esturpo de vulnerável

Justiça se rende à erotização precoce de crianças e ignora estupro de vulnerável

Estupro de vulnerável é crime previsto na Constituição brasileira (Art 217-A), que prevê prisão de 8 a 15 anos para adultos que fazem sexo com menores de 14 anos. O problema é que a própria Justiça começa a abrir exceções e absolver réus de processos por estupro de vulnerável, em casos em que a criança “consentiu”.

O mais assustador são os argumentos que embasam algumas decisões judiciais, como o de que “criança e adulto estavam apaixonados” ou que “foi de comum acordo que fizeram sexo”. E, o pior de todos, “a sociedade já aceita a erotização precoce de meninas”.

Dois casos recentes julgados pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul escancaram a necessidade de nós, adultos, nos posicionarmos contra a indústria da moda, os programas de TV, os filmes, músicas e youtubers que estimulam a erotização de crianças e banalizam as relações humanas e o sexo. Ao que parece, resta apenas nós nesta luta, já que até a Justiça se rendeu e considera perdida a batalha.

TJ-RS absolve adulto que fez sexo com menina de 13 anos

Num julgamento em março de 2020 do TJ-RS, um jovem de 23 anos foi absolvido da acusação de estupro de vulnerável por manter relações sexuais com uma menina de 13 (dez anos mais nova que ele).

O rapaz foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público e o juiz de primeira instância não achou que era caso para condenação, porque os dois eram namorados e tinham o consentimento dos pais da menina. Estavam inclusive morando juntos num quarto da casa dos pais dela quando saiu a sentença de segunda instância no ano passado.

O promotor de defesa da infância não abriu mão do respeito à Constituição e à vulnerabilidade de menores de 14 anos e recorreu ao Tribunal de Justiça, mas os desembargadores tiveram o mesmo entendimento que o juiz de primeira instância.

Disseram que, apesar de ser um crime descrito na Constituição, não tinham por que condenar o jovem se a menina de 13 anos era namorada e concordou com o sexo. E ainda acrescentaram que se o pai e a mãe dela aprovavam o namoro, presumia-se que conheciam o nível de maturidade da filha e assumiam o risco do que pudesse vir a acontecer.

Imagino, sinceramente, a dificuldade de juízes para analisar casos assim. Todos sabemos que há jovens adultos imaturos, com cabeça de adolescente; e adolescentes mais maduros do que outros da mesma idade, em tese com uma melhor capacidade de discernimento sobre o que estão fazendo e cientes das consequências de suas decisões para o seu próprio futuro.

E sabemos também que há pais permissivos, cada um deve ser responsável pela educação que dá aos filhos. Por outro lado, todo mundo já foi criança, já foi adolescente e sabe também da timidez, da vergonha, da vontade de ser aceito e até do medo de rejeição caso se oponha à vontade dos outros, especialmente dos mais velhos.

E sabe que tudo isso influencia na hora de dizer sim ou não em situações delicadas. Não é só uma questão de paixão, envolvimento amoroso ou sexualidade. É vulnerabilidade mesmo.

O promotor, a meu ver, fez certo quando decidiu recorrer. Já a justiça... O que chama a atenção nessa sentença não é nem a justificativa para a absolvição do réu, alegando que o casalzinho estava “apaixonado e abençoado pelos pais”. Choca é a argumentação da juíza relatora do caso.

A desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak destacou a existência de ‘‘sentimentos sinceros de carinho e de zelo’’ entre o réu e a vítima no processo. Disse também que as provas levantadas sinalizavam que a vítima tinha plena capacidade de entendimento da relação sexual e que, por isso, não podia ser considerada vulnerável. E agora vem o x da questão.

Para a desembargadora este não era um caso de abuso, mas de precocidade sexual. E ela disse que “seria hipocrisia condenar o réu num cenário em que a mídia — novelas, filmes, seriados e outros programas de televisão — estimulam, cada vez mais cedo, a sexualidade das meninas”.

Olhe isso! Uma juíza dizendo que seria hipocrisia condenar um homem adulto que fez sexo com uma menina de 13 anos, porque as novelas e programas de TV estimulam a erotização de meninas! A culpa seria das novelas, seriados e filmes? Isso não foi dito. Mas nas entrelinhas lê-se que se mundo está assim, só nos resta aceitar. Dane-se a infância. Pouco importa a Constituição.

Sexo entre adolescentes

Se o caso de adulto e criança fazendo sexo não foi enquadrado como estupro de vulnerável que dirá outro que chegou ao mesmo tribunal meses depois, envolvendo dois adolescentes, um rapaz de 17 e uma menina de 12.

A situação do casalzinho é parecida à anterior: os dois disseram em juízo que o sexo foi consentido. A menina tem 12 anos. Pode até ser considerada adolescente pelo ECA, mas é criança, na melhor das hipóteses alguém recém-saído da infância.

A diferença é que aqui a mãe da menina se opunha ao namoro e foi ela que denunciou o namorado da filha por estupro de vulnerável quando descobriu o que estava acontecendo. Como o acusado é menor de idade, tem 17 anos, foi condenado a prestar serviços à comunidade por seis meses.

Houve recurso também, agora por parte do advogado do réu, que pediu a anulação da sentença ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. E conseguiu! De novo, a segunda instância da justiça gaúcha ignorou a Constituição e a vulnerabilidade dos menores de 14 anos.

A alegação foi que mesmo que a mãe não concordasse com o namoro e não aceitasse que a filha fizesse sexo com aquela idade, a menina quis e assumiu isso em juízo (embora o Ministério Público informe nos autos que "a vítima teria falado para a Conselheira Tutelar que o adolescente a convenceu a manter relações sexuais").

Na sentença de absolvição do rapaz, anulando a pena de prestação de serviços imposta antes, o relator da ação escreveu que, além de ser consensual, "houve afeto".

Vejam o raciocínio. Ele disse que o adolescente de 17 anos não teve a vontade livre e deliberada de cometer um delito contra a namorada, de 12 anos, não agiu com dolo. Nas palavras do desembargador “tratou-se de uma verdadeira troca de afeto entre o casal."

O juiz disse ainda que "aqui, como no exemplo clássico, tem-se que ambos vivenciaram uma fase de descoberta da sexualidade. Assim, a incriminação fere, no mínimo, o bom senso. Por isso, possível pensar-se na aplicação do princípio da ação socialmente adequada, em face das peculiaridades próprias do costume e da forma com viviam as partes.”

O bom senso a que se refere é que cada um sabe a hora de deixar aflorar sua sexualidade, o que é uma generalização perigosa. Será que meninas de 12 anos sabem mesmo que esta é a hora certa para deixar aflorar sua sexualidade? Ou estão vivendo uma fantasia, se sentindo num conto de fadas e não têm capacidade de pensar no que uma escolha errada pode trazer de sequelas psicológicas no futuro?

Será que rapazes de 17 não veem a diferença de amadurecimento no corpo e na cabeça de quem mal saiu da infância (ou ainda está nela) e daqueles que já estão batendo na porta da vida adulta?

Não precisamos aceitar

Os dois casos estão descritos em reportagens da revista Consultor Jurídico e podem ser lidos com mais detalhes por quem se interessar. Não à toa o primeiro comentário na matéria do ConJur para esse caso foi de um advogado, falando sobre o rapaz que foi absolvido.

"Então tinha 17. Sei não, mas não tá certo. Se valeu da atração que adolescentes impúberes sentem por rapazes mais velhos. O consentimento dela não foi livre. Se ele tivesse 14 ou no máximo 15, vá lá. A intenção da lei, creio, seja, também, punir esse aproveitamento de um jovem quase adulto para com a fantasia de uma criança ou adolescente impúbere."

João Afonso Corrêa, advogado, em comentário na revista Consultor Jurídico

Na reportagem sobre o caso do homem de 23 anos absolvido da acusação de estupro de vulnerável por namorar e fazer sexo com uma menina de 13, outro advogado se manifestou de forma anônima, mas indignada.

"Para a relatora, não se está diante de um caso de abuso, mas de precocidade sexual. Por esta perspectiva, seria hipocrisia condenar o réu num cenário em que a mídia — novelas, filmes, seriados e outros programas de televisão — estimulam, cada vez mais cedo, a sexualidade das meninas. Segue a depravação da sociedade brasileira pela televisão."

Comentário de leitor que se identifica apenas como Advogado Autônomo - Civil, na resista Consultor Jurídico

É bem preocupante quando a sociedade, já massacrada pela indústria da moda e do entretenimento, que impõem a erotização de crianças e a experimentação precoce da sexualidade por adolescentes recém-saídos da infância, vê a Justiça se render a essa pressão da mídia e, ainda por cima, ignorar a Constituição.

Onde vamos parar se todo mundo decidir que não precisa mais respeitar o sinal vermelho, porque cabe a cada um avaliar se é perigoso ou não avançar? Deixe sua opinião. Menores de 14 anos devem ou não ser considerados vulneráveis quando submetidos a sexo com adultos ou adolescentes a um passo de se tornar maiores de idade? E a Constituição, serve pra que, afinal?

39 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 39 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • R

    Roseilton Porto de Aguiar

    ± 0 minutos

    Vamos fazer um paralelo. Existe no mundo uma disputa de poder, contra os pais, de educar os jovens, com o objetivo de torna-los críticos. E, ao mesmo tempo, vemos a destruição de toda base de sustentação da crítica lógica tomando conta do nosso país. Como pode ser isso? Nós temos uma CF, que dá suporte as relações humanas, deixada de ser a referencia como Lei maior para todos, pendendo-se a balança da justiça a uma interpretação pessoal quando se trata de determinada pessoa. Isso pode parecer insignificante. Mas num pais onde os ministros do STF tem agido de forma arbitraria, isso é preocupante. Pois teremos os nossos direitos garantidos não pela constituição, mas pela sua interpretação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos Dos Santos Alves

      ± 20 minutos

      Como você diz.....só nós na luta.....Infelizmente o judiciário, grande parte dos seus atores, senis, retrógrados e alguns seguindo uma agenda globalista. Cada familia que cuide dos seus menores com muita atenção.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • L

        LETICIA ALVES STEFANELLO

        29/01/2021 0:45:20

        Não é de hoje que os juízes ignoram a constituição nesse ponto. Há vários precedentes, infelizmente. Como foi dito, alguém com 12 anos não tem maturidade psicológica para resistir a pressão de alguém mais velho. Isso deveria ser claro para o juiz. Infelizmente parece que os juízes são despreparados para julgar esses casos.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Mitinho

          28/01/2021 11:23:20

          Parabéns, Cristina !!!!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • F

            Francisco José Coelho de morais

            28/01/2021 10:43:45

            Quem precisa dessa justiça do Brasil inimiga dos vulneráveis e amiga dos bandidos ???....Sem ekes estaríamos bem melhor

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              André R.

              28/01/2021 8:13:28

              Dado : no Japão é permitido o sexo com maiores de TREZE ANOS. Será mesmo, que esse assunto tem que ser também regulamentado ? Não basta abordar a violência ?

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • V

                VLADMIR ABREU GOBATTO

                26/01/2021 22:59:13

                Excelente reportagem. Eles julgam as filhas menores dos outros, será que se fosse com as filhas dos julgadores seria a mesma sentença.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • S

                  Suzel Belmonte

                  26/01/2021 21:23:16

                  Parabéns, Cristina! Você é um(a) dos(as) pouquíssimos(as) profissionais da mídia que têm abordado temas ligados "à erotização de crianças e a experimentação precoce da sexualidade por adolescentes recém-saídos da infância", ideologia de gênero entre crianças (10, 12 anos), descriminalização da pedofilia, e por aí vai a tentativa de degradar a condição humana. Acho que 14, 15 anos ainda é cedo para a experiência sexual ("defendida até pela Constituição"), e já estão admitindo menos idade ainda. Que tristeza assistir a tudo isso.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • J

                    Jorge Luiz Marques Machado

                    26/01/2021 16:24:47

                    Cristina Graeml, uma das grades jornalistas da atualidade. Por isso assino a GP. Seus artigos são sempre relevantes e seus comentários carregam as ideias certas. Coisa rara hoje em dia. Admiro sua coragem!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • S

                      soniaf

                      26/01/2021 15:00:23

                      Infelizmente esse tema tem merecido poucas análises isentas. Há muita paixão política envolvida. Não vejo, em absoluto, uma Justiça "rendida". Pelo contrário. Tem mantido "direitos eróticos" que norteariam crianças pequenas, não adolescentes precoces, a fazer opções sexuais, inclusive contra a vontade dos pais. A Justiça, eventual e raramente, observa "um caso concreto". O preocupante é a erotização coletiva, proporcionada por todos os meios de comunicação, inclusive alcançáveis por um dedinho na tela do celular. Preocupantes foram as políticas que levaram à vacinação de meninas de 9 anos contra doenças venéreas. Preocupante foi a proibição do casamento. O resto é consequência.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • L

                        Laercio Rossetto

                        26/01/2021 13:25:42

                        A lei é clara. Juíz tem que fazer a lei ser cumprida, Não ficar com gambiarras. Experimente fazer um adolescente trabalhar que o mundo cai em cima de você. Duplo padrão.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • R

                          Ricardo Maia

                          25/01/2021 1:18:52

                          Ainda bem que existem jornalistas como a Cristina

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • R

                            Roberto Fakir

                            24/01/2021 22:33:56

                            Não é porque é um juiz ou uma juiza ou um procurador ou um medico etc. que a pessoa não pode ser um pedófilo ou uma pedófila. Pedófilos tem em todas as profissões, inclusive na magistratura, na medicina etc. Fica muito claro nas sentenças o que os juízes pensam. As vezes a legislação diz uma coisa , mas a convicção, tendência ou ideologia do juiz diz outra.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • B

                              Beto Burke

                              24/01/2021 14:29:42

                              “Não há salvação fora da lei”. Se a lei for contornada em alguns casos abre-se a porta e o que virá certamente será muito ruim. Sempre é assim.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • C

                                Celso Arruda Salomé

                                23/01/2021 20:16:21

                                Judiciário corrompido e mídia canalha.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • D

                                  Daniela Regina Azevedo

                                  23/01/2021 11:55:47

                                  Aprendi que devíamos buscar, ao interpretar a norma, a vontade do legislador. Hoje se busca interpretar a norma à luz da vontade do intérprete mesmo quando não há dúvidas como neste tipo penal, que a vontade do legislador era fixar a presunção absoluta da vulnerabilidade do menor simplesmente por ser menor. Não há campo para interpretações. O direito no Brasil se tornou uma área sem princípios e normas postas. Então, tudo passa a valer. Lamentável. Não temos segurança jurídica e estamos rumo à ilegalidade absoluta.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  1 Respostas
                                  • M

                                    Maria Lúcia Maranhão Bezerra

                                    23/01/2021 14:42:28

                                    Ótimo seu comentário.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                • P

                                  paulo roberto de a.

                                  23/01/2021 10:53:31

                                  O problema nasce na sociedade tolerante, ignorante, acomodada, e invade as instituições públicas, que por sua vez, são demagógicas, omissas, despreparadas. O remédio está na mesma origem, na valorização da família e na educação.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • T

                                    Tupinambá

                                    23/01/2021 1:20:11

                                    Na verdade estes casos relatados pela colunista mostram que estamos vivendo uma crise nas famílias e não no judiciário! Pai e Mãe que consentem ou não dão a devida atenção a ações prematuras de caráter sexual de seus filhos, são pais perdidos ou no mínimo irresponsáveis!

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • N

                                      Niva Alice de Oliveira Barbosa Guedes

                                      22/01/2021 23:17:55

                                      Quando juízes ignorando a lei , encontram justificativa para crimes desta natureza, vemos o estrago que o o relaxamento moral tem feito em muitas mentes.

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • I

                                        irineu umberto librenza

                                        22/01/2021 22:38:27

                                        Lembro que inúmeras guerras, genocídios e ódios irracionais que transitam céleres pelo mundo são resultado da educação ( lavagem cerebral ) religiosa precoce de indefesas criancinhas.

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        2 Respostas
                                        • S

                                          SANIA AMORIM

                                          26/01/2021 17:44:07

                                          Tá, e o que isso tem a ver com a reportagem que trata de pedofilia?

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                        • L

                                          LSB

                                          23/01/2021 0:37:42

                                          Ou ideologização precoce. Crentes já mataram em nome de religiões; já ateus nunca mataram em nome da religião, mas já mataram muito tentando acabar com religiões (regimes comunistas por ex.).

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                      • I

                                        irineu umberto librenza

                                        22/01/2021 22:34:40

                                        Muito bom artigo. Gostaria também que fosse posto em pauta a lavagem cerebral feita em inocentes criancinhas incutindo-as com valores religiosos dúbios sem que elas em sua inocência tenham maturidade para fazer qualquer contestação. E esta lavagem cerebral ali colocada acompanhará o inocente por toda a vida muitas vezes incutindo ódio contra outras religiões e sentimentos indeléveis de culpa ( sobre o desejo sexual, por exemplo). Penso que este tipo de lavagem cerebral deva ser adiado para pelo menos após os 18 anos.

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        1 Respostas
                                        • L

                                          LSB

                                          23/01/2021 0:46:16

                                          Ou ideologização precoce. Crentes já mataram em nome de religiões; já ateus nunca mataram em nome da religião, mas já mataram muito tentando acabar com religiões (regimes comunistas por ex.). Enfim, a “conscientização” política e social tb incute nas crianças e adolescentes valores “... dúbios sem que elas em sua inocência tenham maturidade para fazer qualquer contestação. E esta lavagem cerebral ali colocada acompanhará o inocente por toda a vida muitas vezes incutindo ódio contra outras” visões de mundo... assim, tb defendo esse lavagem cerebral (ideologias políticas) só a partir dos 18.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                      • P

                                        Paulo H.

                                        22/01/2021 22:31:43

                                        Foi preciso estômago p/ ouvir as "fundamentações" dessas decisões. Uma decisão judicial deve conter fundamentação jurídica e legal. Não existe lugar p/ fundamentação do bestunto do juiz, ou seja, a q der na telha do julgador. P. ex., fundamentar a decisão no amor dos pombinhos, na erotização das novelas, na "hipocrisia", no consentimento da vítima, da estupidez dos pais etc. Pior q depois uma menina dessas aparece grávida e vão querer abortar, vão lembrar q foi "estupro de vulnerável" p/ justificar o crime. Miseravelmente o Judiciário Gaúcho é um dos mais, senão o mais infestado com a praga do ativismo judicial. E o câncer do ativismo judicial traz consigo todo o lixo da agenda progressista.

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • C

                                          carlos a da silva

                                          22/01/2021 22:26:36

                                          Caminho para a aprovação da pedofilia. Falei sobre isso a 5 anos atrás. Tudo é lícito, tudo é permitido desde que o “eu” esteja feliz e satisfeito. Preparem-se.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          • C

                                            Carmo Augusto Vicentini

                                            22/01/2021 21:52:20

                                            Vem meteoro!

                                            Denunciar abuso

                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                            Confira os Termos de Uso

                                            • D

                                              DENISSON HONORIO DA SILVA

                                              22/01/2021 21:55:38

                                              Cristina, gostaria que os iluminados do STF se manifestassem. Houve um contorcionismo mental para os casos descritos. Fizeram relativismo moral das aberrações. O adolescente, ao que parece é um metencapto. Como era o estudante? Focado nos estudos para o vestibular, improvável ? Ou inconsequetemente buscava o sexo. Já o adulto deve ser um pervertido. Por que não buscou as profissionais do sexo, já que não devemos ser hipocritas? Tinha dificuldades de relacionamentos adultos e buscou alguém para manipular? Não poderia esperar o amadurecimento da criança? Amor? O adulto sabe o que está fazendo, a criança, não. Façamos perguntas impertinentes a esses inescrupulosos, aos juízes e os réus.

                                              Denunciar abuso

                                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                              Qual é o problema nesse comentário?

                                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                              Confira os Termos de Uso

                                              • M

                                                Maria Lúcia Maranhão Bezerra

                                                22/01/2021 21:34:02

                                                Não vejo como evitar um cerceamento democrático da liberdade para proteger os muito jovens , cujo discernimento via de regra não é suficiente. Há movimentos para considerar pedofilia como "sexualidade dissidente"!

                                                Denunciar abuso

                                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                Qual é o problema nesse comentário?

                                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                Confira os Termos de Uso

                                                • J

                                                  JLuiz

                                                  22/01/2021 21:26:42

                                                  Se os juízes interpretam a Constituição cada um ao seu modo então, daqui a pouco vão joga-la no lixo. E vão achar natural criança de 8 anos fazer sexo com uma pessoa de 18 anos, pois "houve consentimento" . O que estes 'magistrados' estão fazendo hoje em dia é lamentável . Aos poucos estão destruindo as leis a ordem e a sociedade !

                                                  Denunciar abuso

                                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                  Confira os Termos de Uso

                                                  • M

                                                    MicheleMichele Coelho Langowski

                                                    22/01/2021 21:12:37

                                                    Incrível. Parece que o governo federal é o único que está remando contra a maré com a iniciativa da ministra Damares para conscientizar sobre o adiamento do início da vida sexual. Daí vem o judiciário e tolera esse tipo de situação alegando que já que já faz parte do entendimento da sociedade. Decepcionante.

                                                    Denunciar abuso

                                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                    Confira os Termos de Uso

                                                    • M

                                                      Marcio Araujo

                                                      22/01/2021 21:00:45

                                                      A exemplo do que já vem em debates e situações na França e nos EUA, a impressão que tenho é que estamos caminhando para uma legalização velada da pedofilia, cuja busca da legalização do aborto é apenas uma etapa a ser cumprida nessa direção. Essa parece ser a tônica do Garantismo Penal no mundo jurídico, com a ajuda da mídia, e por meio de dissociações cognitivas, mudar o comportamento da sociedade, movendo a opinião pública a seus interesses nefastos.

                                                      Denunciar abuso

                                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                      Confira os Termos de Uso

                                                      • M

                                                        Maria Ilda

                                                        22/01/2021 20:54:31

                                                        O texto é ótimo relata dois casos mas com certeza existem muitos por aí e por trás disso tudo estão pais/mães frágeis e despreparados para educar, estabelecer limites e mostrar as consequências. Logo essas adolescentes serão mães precoces e despreparadas em todos os sentidos. Assim segue o ciclo e pelo visto nem a justiça se importa em romper.

                                                        Denunciar abuso

                                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                        Confira os Termos de Uso

                                                        • E

                                                          Eleide Santana Oliveira

                                                          22/01/2021 20:50:44

                                                          Está faltando vergonha na cara dos juízes brasileiros. Flertam com a decadência moral. É importante proteger nossas crianças e obedecer a nossa Constituição.

                                                          Denunciar abuso

                                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                          Confira os Termos de Uso

                                                          • V

                                                            Valeria Gobbi

                                                            22/01/2021 20:46:43

                                                            Que tristeza! Inacreditável estarmos nesta situação de verdadeiro caos na justiça, na moral e no discernimento... Pobre povo brasileiro! O que nos resta? A quem apelar para nos salvarmos da ignorância?

                                                            Denunciar abuso

                                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                            Confira os Termos de Uso

                                                            1 Respostas
                                                            • C

                                                              CRISTINA GRAEML

                                                              22/01/2021 21:02:01

                                                              Oi, Valeria. Obrigada por participar do debate. Acho importante fazermos isso que estamos fazendo: falar sobre o tema, emitir nossa opinião, não nos omitirmos como pais e educadores, orientar, esclarecer. E sempre cobrar dos nossos representantes e dos funcionários públicos (pagos por nós) o respeito à Constituição e punição a produtores de conteúdo que exageram na superexposição de temas sensíveis sem sequer informar a que faixa etária se destinam. Não podemos nos render a imposições dessa indústria de entretenimento sem limites como alguns juízes estão fazendo.

                                                              Denunciar abuso

                                                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                              Qual é o problema nesse comentário?

                                                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                              Confira os Termos de Uso

                                                          • V

                                                            Vi Lopes

                                                            22/01/2021 20:44:12

                                                            Obrigada por mais um excelente artigo, Cris. Vc é minha preferida na GP.

                                                            Denunciar abuso

                                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                            Confira os Termos de Uso

                                                            • P

                                                              Paula Chrestan

                                                              22/01/2021 20:34:41

                                                              Chocada. Onde iremos parar? Que absurdo é este? Desde qdo crianças ou adolescentes estão aptos a praticar atos sexuais? Deus tenha piedade de nós, pois acabou -se a inocência.

                                                              Denunciar abuso

                                                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                              Qual é o problema nesse comentário?

                                                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                              Confira os Termos de Uso

                                                              Fim dos comentários.