i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Diogo Schelp

Foto de perfil de Diogo Schelp
Ver perfil
Internacional

As sementes misteriosas da China e as tensões com os EUA e o Brasil

  • Por Diogo Schelp
  • [26/07/2020] [18:00]
tensões com EUA
Xi Jinping, presidente chinês, em Brasília, em 2019.| Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Cidadãos americanos dos estados de Washington, Utah e Virgínia receberam nos últimos dias, pelo correio, pacotes com inscrições chinesas contendo sementes de uma planta misteriosa. O Departamento de Agricultura e Serviços ao Consumidor da Virginia orienta as pessoas a não plantar as sementes: o "presente" pode ser um ato de sabotagem biológica. "Espécies invasivas afetam o meio ambiente, expulsam ou destróem plantas e insetos nativos e prejudicam seriamente as plantações", diz o comunicado. Seria este mais um ato das tensões da China com os EUA? Estaria Pequim por trás disso, assim como, segundo acusou o governo americano recentemente, esteve por trás de ações de hackers para roubar informações sobre o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19?

Talvez não. O envio dos pacotes pode ser a iniciativa de algum engraçadinho ou de alguém disposto a dar início a uma teoria conspiratória que incentive ainda mais a desconfiança de parte da população americana em relação aos chineses. Uma disposição para isso já existe.

Durante décadas, desde a reaproximação entre Estados Unidos e China na década de 70, o país asiático vem ampliando sua força econômica, diplomática e militar. Durante esse período de ascensão, a estratégia de Pequim consistiu em não ostentar essa força, em manter uma diplomacia com perfil baixo e em evitar rusgas com os americanos.

O presidente Donald Trump mudou isso, ao adotar uma postura de confrontação em relação à China — inicialmente do ponto de vista comercial, com a guerra tarifária e com a tentativa de conter o avanço da tecnologia 5G chinesa, e mais recentemente com as acusações de que o regime de Pequim é culpado pela pandemia do novo coronavírus.

Apesar da retórica de confrontação, no entanto, Trump abriu um flanco no tabuleiro internacional, ao se eximir de liderar uma reação global à pandemia (para desgosto de aliados históricos na Europa). A China vem aproveitando essa lacuna, fechando acordos de cooperação científica com outros países, posicionando-se para aumentar a presença econômica em outras regiões do mundo e flexionando os músculos nos mares asiáticos e nas fronteiras com países vizinhos, como a Índia.

Ciberespionagem, disputas tecnológicas, embates diplomáticos e outras formas de tensões com os EUA (talvez até o envio de sementes assassinas?) devem continuar a ocorrer nos próximos anos. Esse será, potencialmente, o cenário mesmo que o democrata Joe Biden derrote Donald Trump e seja escolhido presidente nas eleições de novembro.

Ou seja, a rivalidade entre Estados Unidos e China nas próximas décadas é inevitável. Washington e Pequim, porém, podem escolher em que termos ela se dará: se em um contexto de confrontação ou de cooperação.

A escolha afetará toda a comunidade internacional — inclusive, claro, o Brasil.

Para nós, brasileiros, a melhor opção é a que permita intensificar os laços econômicos com a China (o maior freguês de nossas exportações agrícolas) sem abrir mão das boas relações com os Estados Unidos. Os países do Sudeste Asiático se beneficiaram durante muitos anos com esse cenário — "o melhor dos dois mundos", na definição do primeiro-ministro de Singapura em artigo para a revista Foreign Affairs.

O chanceler Ernesto Araújo deve estar preparado para aconselhar corretamente o presidente Jair Bolsonaro a mudar sua política externa, adaptando-a à nova realidade, de forma que o Brasil não seja deixado para trás em uma conjuntura de rivalidade crescente entre Estados Unidos e China — seja ela cooperativa (com Biden) ou confrontativa (com Trump).

O conselho certo evitará que se plantem as sementes erradas nas relações do Brasil com seus principais parceiros internacionais.

27 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 27 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • G

    Gilberto Hey

    ± 5 dias

    Não somos nós que dependemos da China, é a China que precisa do Brasil pra se alimentar. A China não tem como abrir mão do nosso agronegócio, por isso quem tem que dar as cartas somos nós.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paulão

    ± 5 dias

    Eu até queria ver o PC chinês dominando tudo e jornalistas idiotas sem poder trabalhar. Acham que americano é ruim, imperialista, esperem até ter um patrão chinês, bando de idiotas

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mauricio

    ± 5 dias

    Ernesto Araújo preparado para aconselhar?? Aconselhar quem?? Este cara não tem nenhum preparo, mal sabe conversar com seus interlocutores. Se nossa diplomacia depende de um Ernesto Araújo, estamos fadados a ter complicações com quem não for Estados Unidenses.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      Admar Luiz

      ± 5 dias

      Bom eram os petistas. né valente? Entregaram bilhões do BENDS pra "cumpanheirada", tipo, Castros, Chavez/Maduro, Morales, ditadores africanos e tutti quanti. Desde que fosse comunista/socialista o PT entregava - diga-se - a nossa grana. Claro que uma parte voltava. Precisavma dela para as campanhas e seu projeto de poder. Que lindo que era, né João? É, não havia um E. Araújo, hein?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo Faria

    ± 5 dias

    Se o mundo não reagir, a China será a maior potência mundial e a mais bem armada e bem informada, que poderá se impor ao mundo. Eles estão derrotando o capitalismo através do princípio número um desse sistema, o consumo pelo menor preço. Eles não tem as desvantagens do sistema capitalista - patentes, leis trabalhistas, sindicatos - e isso os tornam imbatíveis no quesito preço. Observem que nenhum site chinês se identifica como chinês. Eles tem vantagem competitiva e sabem disso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Cidadão Brasileiro

      ± 5 dias

      Seria simples subir os impostos de importação dos produtos chineses, mas aí teria que comprar mais caro de outros cantos. O difícil mesmo seria arcar com as retaliações, como redução na compra de produtos do agronegócio do Brasil. Quem defende o besteirol ideológico apontado para a China deveria pensar sobre como seria a vida com o dólar a uns R$20,00...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FB

    ± 5 dias

    O preço do comércio com a China no comportamento atual do governo ali é vender o seu próprio futuro. Não vale a pena, eles não querem cooperação, querem dominação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alexandre Paranaense

    ± 5 dias

    Se nosso chanceler tivesse o mínimo de bom senso faria isto, mas, lamentavelmente também que puxar o s... do Trump. Um horror

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 5 dias

    Ai ai, que análise do Shelp - volta pra Veja - cientistas políticos como Samuel P. Huntington, Kissinger, nesses tempos de Greta e F. Neto - estão se revirando. Huntington no outro lado, Kissinger ainda por aqui (97 anos) Cara, a China é a maior ameaça ao ocidente. Não só comercial, ele é uma ameaça aos nossos valores culturais e religiosos. A ditadura comunista está pondo seus tentáculos em todos os países. Literalmente ela tem comprado países e consequentemente suas soberanias. Está aos olhos vistos. E só não encherga os Schelpes da vida. Tá levando o seu? Essa história que é só comércio é mentira deslavada. Tal como gramschismo, se infiltram de mansinho em tudo. Né Schelp?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Hélio

    ± 5 dias

    Essa briga entre EUA e China vai longe. O Brasil pode tirar enormes vantagens dsso, se for esperto em sua estratégia. Vender o máximo de nossos produtos a China é o ideal. Afinal o maior comércio entre paises é EUA X CHINA. Então qual o problema ? No campo político temos que ser alinhados aos Estados Unidos, pois somos dois países democráticos. Mas também sem muito alarde. Uma palavra que não precisa ser dita, pode por hora , ser guardada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carmo Augusto Vicentini

    ± 5 dias

    Pelo boicote aos produtos chineses

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carmo Augusto Vicentini

    ± 5 dias

    Tome logo a pílula e acorde para a realidade. A China não quer fazer comércio com ninguém, quer dominar e submeter. Ninguém negocia com empresários chineses porque eles não existem. O que existe é o maléfico partido comunista chinês. Só não vê quem não quer ou ganha algo para acobertar o engodo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Teodoro Jacob Winkler

    ± 5 dias

    Se o preço a ser pago para manter afastado o diabólico comunismo da nação brasileira é, não ter comprador para nossos produtos agrícolas, que se pague e preço. GUERRA É GUERRA. Verão que eles dependem mais do nós do que nós deles. Sem nossos alimentos a China morrerá de fome. O agronegócio brasileiro sobrevirá encontrando outros mercados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Teodoro Jacob Winkler

    ± 5 dias

    Se o preço a ser pago para manter afastado o diabólico comunismo da nação brasileira é, não ter comprador para nossos produtos agrícolas, que se pague e preço. GUERRA É GUERRA. Verão que eles dependem mais do nós do que nós deles. Sem nossos alimentos a China morrerá de fome. O agronegócio brasileiro sobrevirá encontrando outros mercados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Carlos Carvalho

    ± 5 dias

    Quem viu pessoalmente como eu vi o que os chineses estão fazendo na África ,fica muito desconfiado das intenções chinesas ! Eles são muito mais colonialistas do que os países europeus foram ,além de nos desprezar !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    VBSB

    ± 5 dias

    Fora Chinas dos infernos e suas bugigangas. Se não comprarem nossa comida, vão importar de Marte?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Deyvison

    ± 5 dias

    A moderação é sempre a melhor opção no trato internacional, principalmente com parceiros comerciais. Porém é impossível não ver o cenário que se coloca sem levar em consideração o viés ideológico e consequentemente as atitudes destes parceiros. Sabemos bem sobre quais bases a ditadura chinesa foi construída.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Indio do Brasil de Paula Neves.

    ± 5 dias

    Excelente artigo. O Brasil tem que procurar tirar vantagens dessa guerra, pois caso contrário, sairemos perdendo e muito. Por isso, o papel da diplomacia é fundamental, deixando de lado a questão ideológica e sendo pragmático. Não existe amizade entre nações, apenas interesses. Que saibamos defender os nossos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      ± 5 dias

      Não existe pragmatismo, no fundo tudo é ideológico. Quando você ou seus descendentes estiverem vivendo sob a “pax chinesa” será tarde para perceber o erro do seu raciocínio.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    TIAGO SILVA

    ± 5 dias

    Gostei da Coluna Schelp, porem queria ter seu otimismo qto estrategia com vindo de Min Ernersto Araujo...... Precisavamos, especialmente nesse momento um pouco mais de tracao nas Rel Exteriores. Mas teriamos que iniciar com a substituicao de Sales e ERnesto, esses dois ancoras so denigrem a imagem do BR .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wander

    ± 5 dias

    "Flexionando os músculos no mar asiático", que o colunista coloca é um eufemismo digno de membros do governo chinês. Os chineses construíram enormes ilhas artificiais, provocando um desastre ambiental sem precedentes no mar do sul da China, invadindo águas territoriais das Filipinas e Vietnã entre outros. Quando Obama questionou sobre estas ilhas, ouviu satisfeito e inocente que eram para pesquisas "pacíficas". Hoje estão armadas até os dentes. Os chineses torcem como nunca pela eleição de um novo Obama (Biden) e pela "cooperação" que estes oferecem. Os chineses tem desejos inconfessáveis de dominar o mundo e deixaram isto bem claro no último congresso do PCC. O obstáculo se chama Trump.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Adriana Arruda

    ± 5 dias

    Discordo dessa opinião. Quem senta com comunistas participa dele também. O mundo mudou. Não dá pra negociar com ditador que chama campo de concentração de campo de reeducação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maquiavel

    ± 5 dias

    Confiar na chinesada comunista?? Só para a cara deste colunista!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    DENISSON HONORIO DA SILVA

    ± 5 dias

    Mas de jeito nenhum. O nobre articulista tem que entender, que quando da eleição do Bolsonaro optamos também pela mudança da politica externa. Pelo visto há alguma dificuldade de assimilar, e sentir-me-ia traido no contexto atual se o ministro mudasse sua atuação. Quem salvou a humanidade do nazismo e fascismo? Se o modelo político chinês tornar-se democrático e confiável, negociações devem ter aproximação diferente. Mas isso é impossivel, e os acordos economicos são agora determinados por uma nova geopolitica. Entendeu, cara pálida.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Diogo

    ± 5 dias

    O ilustre jornalista defende as práticas abomináveis da China? Vai morar lá pra vc ver

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Victor H

    ± 6 dias

    Sou contra qualquer acordo com países não democráticos, mesmo que tenham muito dinheiro. Abastecer os mercados Chineses, é o mesmo que alimentar aquele que um dia vai te destruir.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nm

    ± 6 dias

    Devemos vender muito para a china e comprar muito pouco. como se faz isso? fortalecendo a industria nacional. Parem de comprar quinquilharias produzidas na china.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.