i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Eduardo Ribeiro

Foto de perfil de Eduardo Ribeiro
Ver perfil
Análise

Cidades inteligentes

O Brasil não pode ficar de fora desta onda de inovação, que dá mais poder ao cidadão para transformar a realidade de sua sociedade, reduz os custos do Estado e ajuda a melhorar a vida da população.

  • Eduardo RibeiroPor Eduardo Ribeiro
  • 20/10/2020 18:58
Cidades inteligentes
| Foto: Luisa Kneip

Cidades inteligentes são aquelas que usam tecnologias digitais para coletar e gerir informações em tempo real e, assim, melhorar a gestão de recursos e a prestação de serviços públicos.

Essas características permitem um uso mais eficiente dos recursos disponíveis, fazendo com que seja possível entregar melhores serviços públicos com menos custo para o cidadão.

Além disso, em uma cidade inteligente, os dados coletados são abertos à sociedade civil, tornando a relação entre a população e o poder público mais transparente e possibilitando a cooperação na construção de soluções.

Amsterdam é um exemplo de cidade inteligente. A partir de uma vasta gama de projetos foi possível gerir melhor o tráfego para reduzir engarrafamentos, facilitar o acesso a vagas com o auxílio de aplicativos, tornar o sistema de iluminação mais eficiente e econômico, e até mesmo auxiliar a Holanda em seu programa de proteção contra inundação, economizando mais de 8 bilhões de euros.

E como se tornar uma cidade inteligente?

É preciso começar com um diagnóstico do cenário existente e de um caminho para os próximos anos. A participação de organizações da sociedade civil, empresários, universidades, o setor de tecnologia e especialistas é fundamental para discutir as principais necessidades da cidade.

Após identificados e elencados os problemas, as soluções cooperativas e parcerias com a academia e o setor privado podem resultar em equipes multidisciplinares com abordagens inovadoras.

Para que a dinâmica do processo de criação cooperativa gere aprendizado contínuo, é necessário haver um espaço em que novas soluções possam ser testadas como projetos-piloto e, posteriormente, avaliadas e aplicadas para toda a cidade.

Cidades inteligentes já são uma realidade no mundo e o Brasil não pode ficar de fora desta nova onda de inovação, que dá mais poder ao cidadão para transformar a realidade de sua sociedade, reduz os custos do Estado e ajuda a melhorar a vida da população.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • L

    Laercio Brigido

    ± 23 minutos

    Artigo sem conteúdo. Tão profundo quanto um pires. Fiquei na duvida, Gazeta pra que serve este tipo de colunista, pode me responder?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Laercio Brigido

    ± 23 minutos

    Artigo sem conteúdo. Tão profundo quanto um pires. Fiquei na duvida, Gazeta pra que serve este tipo de colunista, pode me responder?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Julio Cesar Cazaroto

    ± 3 horas

    Artigo bem ruim e superficial. Não acrescentou absolutamente nada. Tá, cidades inteligentes é uma coisa interessante. Mas e daí? Esperava encontrar uma ideia no texto mais nada. O artigo poderia ser resumido: "Cidades inteligentes é uma coisa boa que precisa ser aplicada" e Fim.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]