i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Flavio Gordon

Foto de perfil de Flavio Gordon
Ver perfil

Sua arma contra a corrupção da inteligência. Coluna atualizada às quartas-feiras

Sexlib não é política pública (parte 1)

  • Flavio GordonPor Flavio Gordon
  • 15/01/2020 15:19
A ministra Damares Alves.
A ministra Damares Alves.| Foto: Gazeta do Povo

Em março de 2009, a bordo do Shepherd One, o Papa Bento XVI foi entrevistado por um grupo de jornalistas. No momento em que a aeronave baixava para 30 mil pés, já sobrevoando o local de destino – o continente africano –, o repórter Philippe Visseyrias, do canal France 2, fez ao Santo Padre a seguinte pergunta:

“Santidade, entre os muitos males que atormentam a África, existe também, e sobretudo, o da difusão da Aids. A posição da Igreja Católica sobre o modo de lutar contra ela é com frequência considerada irrealista e ineficaz. Vossa Santidade enfrentará este tema durante a viagem?”

Falando em francês, por solicitação do repórter, Bento XVI deu uma longa e paciente resposta, que traduzo livremente a partir do site do Vaticano:

“Eu diria o contrário. Creio que o ator mais eficaz e proativo na linha de frente do combate à Aids é a Igreja Católica, com os seus vários movimentos e organizações. Penso, por exemplo, na Comunidade de Sant’Egídio, que faz tanta coisa, pública, mas também discretamente, no combate à Aids. Penso nos camilianos e em tantos outros, como as irmãs que cuidam dos doentes. Eu diria que o problema da Aids não pode ser superado apenas com investimento, por mais necessário que o seja. Se não houver uma dimensão humana, e os africanos não ajudarem [adotando um comportamento responsável], o problema não será solucionado via distribuição de preservativos: ao contrário, isso irá agravá-lo. A solução deve conter dois elementos: primeiro, o resgate da dimensão humana da sexualidade, ou seja, uma renovação espiritual e humana que traga consigo um novo modo de se relacionar com o outro; segundo, a verdadeira amizade oferecida aos que estão sofrendo, uma disposição para fazer sacrifícios e praticar a abnegação, para estar junto com os sofredores. São estes, pois, os fatores que ajudam e levam a um progresso real: o nosso esforço duplo para renovar intimamente a humanidade, fortalecendo-nos espiritual e humanamente para uma conduta apropriada com os nossos corpos e os corpos alheios; e essa capacidade de sofrer junto aos que sofrem, de permanecer firme e presente em situações de provação. Essa me parece ser a resposta adequada, e é essa a resposta da Igreja, que, portanto, dá uma contribuição vasta e importante. Agradecemos a todos os que o fazem.”

Os jornalistas não percebem o ridículo dessa pose de representantes da razão científica contra a irracionalidade religiosa

Munidos dessa resposta tão completa e cheia de nuances, jornalistas do mundo inteiro, submersos numa cultura profissional marcada por preconceito anticlerical, preferiram destacar e descontextualizar o trecho sobre o uso de preservativos, a fim de provocar o escândalo costumeiro, estampado em manchetes sensacionalistas.

Um editorial do The New York Times, por exemplo, afirmou que o papa “não merece crédito quando distorce descobertas científicas sobre a importância dos preservativos para frear o avanço do vírus HIV”. O Washington Post declarou que “o papa Bento XVI está errado, pois assim dizem as evidências”. E até mesmo um jornal especializado em medicina como o Lancet, cujo tom é habitualmente sóbrio, subiu nas tamancas para qualificar a opinião do papa de “equivocada e ultrajante”.

Tendo por hábito profissional escutar o galo cantar sem saber onde, é claro que a imprensa brasileira não poderia ficar de fora de mais essa fanfarra contra a Igreja Católica. E, nesse sentido, uma matéria do Estadão exemplifica o teor geral da cobertura. Com o título “Camisinha agrava aids, diz papa rumo à África”, que distorcia deliberadamente a fala de Bento XVI, a matéria informava que “as declarações do pontífice chocam-se com estudos científicos que comprovam a ineficácia da estratégia de promoção da abstinência como forma de prevenir a Aids”. E destacava a opinião de um tal Pedro Chequer, representante no Brasil da Unaids, órgão da ONU para o combate à doença (a mesma ONU, recorde-se, responsável por uma quantidade alarmante de casos de abuso sexual de menores, não apenas na África, como em outras regiões subdesenvolvidas).

“É lamentável que após toda a luta da sociedade para o controle da Aids tenhamos uma pregação genocida”, dizia Chequer. “Há segmentos que só reconhecem os erros após cinco séculos, só que lidamos com um bem maior que é a vida e não podemos esperar cinco séculos”. Sim, do alto de sua posição de representante da instituição que conta com mais de 3 mil pedófilos em seus quadros, o sujeito não corava ao estigmatizar como “genocida” a fala do papa.

Lembrei de mais esse caso de corrupção jornalística ao topar com reportagens sobre um projeto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Sob o comando da ministra Damares Alves, e inspirada na campanha “Eu Escolhi Esperar”, a pasta estuda implementar um programa de incentivo à iniciação sexual tardia como forma de prevenir a gravidez e a propagação de DSTs na adolescência. Como era de se esperar, a cobertura da imprensa reveste-se daquele mesmo ar de escândalo e indignação com que foi tratada a declaração do papa em 2009, sempre procurando contrapor, a uma pretensa obscuridade de teor religioso do programa, a luminosidade radiante da ciência, que, supostamente, o contradiz.

Exemplo típico foi um artigo opinativo de Flávia Oliveira, orgulhosa representante do jornalismo engajado e politicamente correto. Intitulado “Abstinência não é política pública”, o texto inicia com a vigorosa denúncia: o país está sob o “cerco dos guardiões da moral, dos costumes e da fé”. Graças a iniciativas como a da ministra Damares, sugere a jornalista global, esse cerco estaria se aproximando das políticas públicas referentes aos “direitos sexuais e reprodutivos” das jovens brasileiras. “São retrocessos de motivação religiosa – portanto, indesejáveis na formulação de políticas sociais”, escreve Flávia.

Ao contrário de contradizer, o que as evidências científicas fazem é corroborar a posição do papa Bento XVI e o projeto da ministra Damares Alves

Como contraponto “científico” àqueles “retrocessos de motivação religiosa”, a jornalista faz referência a uma tal Rede Feminista de Ginecologia e Obstetrícia, que estaria preparando uma resposta ao governo em forma de artigo, bem como se articulando para fazer lobby contra o projeto junto ao Congresso, ao Judiciário e à sociedade civil. “A intenção é fazer a informação circular”, dizem representantes do grupo. “Há muitos estudos provando que abstinência não produz resultado em evitar gravidez e DST. O que funciona é educação e acesso a contraceptivos”.

Sem corar por tratar como representante da ciência médica um grupo autodeclarado feminista, Flávia Oliveira endossa acriticamente a tese veiculada no documento em preparação, sem checar a veracidade de nenhuma das afirmações e recomendações aí contidas. E conclui o artigo nestes termos: “O futuro do país estará comprometido, se a sociedade permitir que convicções morais e religiosas se sobreponham à ciência e às melhores práticas em políticas sociais”.

De maneira quase inocente, Flávia e seus pares não percebem o ridículo dessa pose de representantes da razão científica contra a irracionalidade religiosa. Ridículo porque, em primeiro lugar, tudo o que sabem de ciência é de orelhada, e o que chamam por esse nome não passa de cientificismo – uma ideologia como qualquer outra. Em segundo lugar, por nem sequer suspeitarem que a sua própria posição parte de premissas ideológicas cujos fundamentos eles jamais questionam, e que remontam aos modismos comportamentais da contracultura e do Sexlib.

Assim, a crença na distribuição de preservativos como panaceia é indissociável de um código moral hedonista, que rejeita como careta, moralista ou opressivo todo apelo a mudanças de comportamento e ao autodomínio sobre as próprias vontades. Para os que se guiam por esse código, a obtenção egocêntrica de prazer, em especial a satisfação irrefreada dos desejos sexuais, é uma cláusula pétrea.

Não há nisso nada de científico ou racional, evidentemente. Trata-se, ao contrário, da adesão inconsciente a um sistema de valores que, via uma infinidade de intermediários (a começar por outros jornalistas, críticos, publicitários etc.), imoralistas filosóficos convictos como Marquês de Sade, Nietzsche, Reich, Marcuse, Foucault, Kinsey, entre outros, conseguiram sedimentar na indústria cultural contemporânea.

Foi contra esse pano de fundo ideológico – que faz da camisinha meio e pretexto para um comportamento sexual inconsequente, glorificando toda forma de sexo, desde que “seguro” – que o papa se posicionou em 2009. E é contra o mesmo pano de fundo que, aparentemente, a iniciativa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos procura reagir, ofertando aos jovens e adolescentes um modelo de sexualidade alternativo à cultura hedonista do “liberou geral”, e convidando-os a, em vez de apenas confiar num instrumento miraculoso qualquer (camisinha, pílula etc.), assumir também a sua parcela de responsabilidade pessoal quanto às consequências do ato sexual.

Mas o teatrinho da ciência vs. religião performado por nossos jornalistas torna-se ainda mais excêntrico quando levamos em conta que, ao contrário de contradizer, o que as evidências científicas fazem é corroborar a posição do papa e o projeto da ministra Damares Alves. Afirmações categóricas como “estudos científicos comprovam a ineficácia da estratégia de promoção da abstinência como forma de prevenir a Aids”, ou “o futuro do país estará comprometido se a sociedade permitir que convicções morais e religiosas se sobreponham à ciência e às melhores práticas em políticas sociais”, ou ainda “há muitos estudos provando que abstinência não produz resultado em evitar gravidez e DST. O que funciona é educação e acesso a contraceptivos” são, além de presunçosas, objetivamente falsas. Na melhor das hipóteses, coisa de ignorante. Na pior, de mentiroso profissional. Mas disso falaremos no artigo da semana que vem.

41 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 41 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    Debora B.

    ± 15 dias

    interessante análise. Como sempre.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • V

      Vanessa

      ± 16 dias

      Ansiosa, aguardo a parte dois. Flávio Gordon sempre vigilante e perspicaz.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • E

        Eden Lopes Feldman

        ± 19 dias

        Precisamos de mais colunistas como este que consideram a racionalidade e argumentam contra a ideologia de boa parte da imprensa que se denomina "progressista". Mas em vez da liberdade incitam a libertinagem. A moral e a ética preservam a integridade da humanidade. O desprezo pela moralidade destrói a base familiar. Parabéns pelo texto.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • J

          Jorge Eduardo Francisco Nunes

          ± 19 dias

          Excelente!!!!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            Alessandre Santana Modesto

            ± 19 dias

            Muito bom texto e visão a respeito do problema. Cuido dos que, infelizmente, não usaram dessa filosofia e seguiram a linha sexlib. Muitos, jovens, já partiram dessa vida, deixando um olhar de arrependimento e frustração diante de suas escolhas, e um rastro de dor para suas famílias.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              Alex

              ± 19 dias

              Excelente texto, Gordon! Parabéns!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • F

                Francisco Rocha

                ± 19 dias

                Excelente artigo. Lúcido e coerente. Parabéns. Em nenhum momento na nossa sociedade se prega a disciplina comportamental como meio de se auto proteger. Contra rebeldia, nem religião nem ciência. Só sofrimento e dor para ensinar e corrigir e educar.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • V

                  Vitor Reis

                  ± 19 dias

                  Flávio sempre lúcido e eficaz em suas análise. Parabéns por mostrar o contrário do que se vê na imprensa em unânime. Sinto que um governo que presa pela seu povo, campanhas de incentivo é melhor que muitos movimentos de ongs.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • D

                    Dario de Araújo Dafico

                    ± 19 dias

                    Parabéns Gordon! Ótimo texto!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • L

                      Luiz Moraes

                      ± 19 dias

                      Excelente artigo, como sempre.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • R

                        Ricardo de Mello Araujo

                        ± 19 dias

                        Ótimo e oportuno texto. Obrigado.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • E

                          Edson - Sítio Cercado

                          ± 19 dias

                          Respeito o Papa mas com investimentos sociais (emprego, comida na mesa, educação, saúde e segurança) as mulheres e meninas não precisarão se prostituir por dinheiro ou comida e os homens seriam obrigados a respeitá-las. Poderiam focar seu tempo no estudo e lazer ao invés de trocarem seu corpo.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          2 Respostas
                          • J

                            joavila

                            ± 19 dias

                            A maioria imensa das gravidezes indesejadas ocorre por práctica de sexo recreacional, não profissional. Inclusive entre as profissionais.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                          • L

                            Luiz

                            ± 19 dias

                            Que visão no minimo simplória - ou melhor vc entendeu o texto?

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                        • M

                          Marcos Liboni

                          ± 19 dias

                          Neste sentido, acompanhando o desenvolvimento psicobiológico humano, pensar o início da vida sexual mais tardiamente não é ideológico, mas sim fisiológico e saudável. No caminho que a nossa sociedade e cultura está estamos errados sim. Precisamos pensar isto. Parabéns!

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • M

                            Marcos Liboni

                            ± 19 dias

                            O que precisamos colocar em pauta, que fundamenta a discussão em relação ao início da vida sexual, e isto não é somente ciência, e sim fisiologia humana e psicológica. Contrasta a discussão em políticas públicas sobre a vida sexual de adolescentes enquanto temos, na saúde mental, que muitas situações traumáticas que pavimentam toda uma vida de sofrimento de uma pessoa, decorrem de violência e abuso sexual na infância e adolescência. E, em que medida, muito jovens iniciam a sua vida sexual de forma voluntária sem vivenciar isto de forma sem lhes trazer impactos presentes e futuros?

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • T

                              Thais de Melo Queiroz

                              ± 19 dias

                              Continua 4- Independentemente de religião, sexo pode ter graves consequências e por isso não é brincadeira de criança; 5- Quem pratica sexo, deve ter discernimento sobre o que está fazendo e consequências possíveis - por isso crianças não devem fazer e, em minha opinião, adolescentes também não. 6- Um adolescente saberia lidar com questões como: gravidez, cuidar de um filho, aborto, doenças de toda sorte? Não? Então, melhor esperar. 7- Nenhum método é cem por cento infalível. Recomendar aos adolescentes que esperem mais um pouco é uma ótima ideia, mesmo tirando religião da jogada.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • M

                                Marcos Liboni

                                ± 19 dias

                                Oi Flávio, tema mais do que oportuno e meus parabéns pela iniciativa. Mais do que pensarmos na polarização que domina muitas performances da nossa concepção do mundo e, no calor das discussões sobre um tema tão sensível eu adiciono, como médico em saúde mental, que a forma como você está abordando a questão é mais que oportuna e correta. Digo isto inicialmente porque, primeiro, pobre da ciência, que é usada como argumento em situações complexas e que, a depender do modo como o discurso é utilizado, ela parece balizar questões que precisam sem pensadas, modo mais amplo.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • T

                                  Thais de Melo Queiroz

                                  ± 19 dias

                                  Muito bom, ansiosa pelo próximo artigo. Uma das primeiras vezes que detectei a desonestidade patente de parte (considerável) da Imprensa foi justamente em relação ao assunto. Uma argumentação tipo “Igreja proíbe a camisinha e isso promove o genocídio”. Tem tantos erros nessa frase que chega a ser escandaloso: 1- a Igreja não proíbe nada, não tem mais esse poder; 2- Ela recomenda a abstinência (para solteiros), fidelidade (para casados) e a castidade para todos; 3- Por que diabos quem não dá bola pra abstinência, castidade e fidelidade, ficaria preocupado de infringir uma regra de menor importância de não usar camisinha? Regra essa que seria para os casados, lógico.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • E

                                    Eduardo Leivas Bastos

                                    ± 19 dias

                                    Olavo de Carvalho está orgulhoso de seu pupilo. Parabéns aos dois.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • E

                                      Eduardo Leivas Bastos

                                      ± 19 dias

                                      Bravo mais uma vez!! É só ver o nível dos comentários aqui presentes. Nem a esquerda ousa refutar.

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • E

                                        eneida

                                        ± 19 dias

                                        Não tem erro. Flávio Gordon é sempre certeiro. Amei!

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • A

                                          Admar Luiz

                                          ± 19 dias

                                          Boa Gordon, foi logo na garganta dessa turma esquerda/progressista que com suas narrativas falsas e hipócritas tentam impor sua visão de mundo tortas, claro! O hedonismo e o vazio existencial presente em nossos jovens só se combate com educação, valorização da família e de valores cristãos

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          • H

                                            Hernani fleury chaves ribeiro

                                            ± 19 dias

                                            Está na hora de reunir esses seus artigos num livro!!!

                                            Denunciar abuso

                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                            Confira os Termos de Uso

                                            • A

                                              Astride

                                              ± 19 dias

                                              Muito bom, parabens

                                              Denunciar abuso

                                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                              Qual é o problema nesse comentário?

                                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                              Confira os Termos de Uso

                                              • A

                                                antonio sergio ferreira baptista

                                                ± 19 dias

                                                O articulista mostra toda a sua ignorância em relação à ciência , particularmente, à medicina. Há, sim , diversos trabalhos mostrando que políticas que incentivam a abstinência sexual são inúteis. Gostemos disso ou não. Querer chamar de "presunçosas " essas afirmações é ser ele mesmo (o autor) presunçoso. Flavio Gordon é um excelente articulista porém quando se mete a escrever sobre assuntos que não conhece mostra apenas um ranço ideológico desnecessário. Escreva sobre o que voce entende, Flavio.

                                                Denunciar abuso

                                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                Qual é o problema nesse comentário?

                                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                Confira os Termos de Uso

                                                2 Respostas
                                                • A

                                                  Alex

                                                  ± 19 dias

                                                  O assunto não carece de profundo conhecer, observe a quantidade de adolescentes que engravidam e são vítimas de DSTs. Nem a fala do Papa, nem da Ministra, intenciona propagar abstinência ou tratar de imoralidade, mas sim trazer um olhar à falta de conscientização dos jovens a qual pode complicar o rumo de suas vidas. Fácil imaginar as falas desses jovens ao vivenciar uma vida fruto da inconsequência: "eu não sabia" ou "faria diferente se soubesse"... O sexo é algo bom, mas a responsabilidade deve estar acompanhada do ato. É preciso alguma maturidade, por isso, sugere-se que seria melhor esperar. E isso não é abstinência.

                                                  Denunciar abuso

                                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                  Confira os Termos de Uso

                                                • E

                                                  Eduardo Leivas Bastos

                                                  ± 19 dias

                                                  Mande aí uma fonte. Sem evidências, nada feito.

                                                  Denunciar abuso

                                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                  Confira os Termos de Uso

                                              • E

                                                Eduardo Prestes

                                                ± 19 dias

                                                É importante os jovens saberem que há outros padrões de comportamento além do sexo sem limites defendido pela esquerda. Aliás, essa é uma das razões para o sucesso das igrejas evangélicas. Conheço muitas pessoas que, depois de anos de abuso de drogas e relacionamentos superficiais, buscam seu equilíbrio em grupos religiosos, com mudança nas condutas. A família é um apoio fundamental para o indivíduo, sedimentada como diz o juramento: na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza. Nem sempre estamos saudáveis e jovens, relacionamentos implicam em muitas coisas além de sexo.

                                                Denunciar abuso

                                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                Qual é o problema nesse comentário?

                                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                Confira os Termos de Uso

                                                • S

                                                  Sandro

                                                  ± 19 dias

                                                  Excelente!

                                                  Denunciar abuso

                                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                  Confira os Termos de Uso

                                                  • D

                                                    DENISSON HONORIO DA SILVA

                                                    ± 19 dias

                                                    Flávio, foi salutar sua abordagem jornalística. Creio que desmitificou muito bem esse viés dos falsos profetas do cientificismo. Mas alguns dos filosofos que você citou, em particular Nietchze, teria refutado que seus escritos poderiam embasar esse comportamento tão pernicioso contra a religião. Creio que ele, no contexto atual, ficaria claramente do lado da religião. Ele teria percebido que o marxismo estaria por trás desse hedonismo como forma de acabar com o núcleo familiar. A ministra, sem ao menos ter o conteúdo filosófico do papa ou do Flávio, chega ao ponto central da permissividade sexual. Provavelmente, deve-se a sua vivência ao confrontar com a sexualidade precoce.

                                                    Denunciar abuso

                                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                    Confira os Termos de Uso

                                                    1 Respostas
                                                    • E

                                                      Eduardo Leivas Bastos

                                                      ± 19 dias

                                                      Nietzsche era fortemente contrário a qualquer tipo de religião, em especial a católica. E era um filósofo que era fortemente contrário ao moralismo religioso que bloqueava os instintos. Isso não quer dizer que ele seria a favor do “liberou geral”. Ele pregava uma vida livre de controles sociais, mas com responsabilidade e com virtude. Hoje, os jovens não tem nem religião, nem erudição. Ou seja, caem no vazio niilista que apenas os levam para as drogas e sexo. Nietzsche provavelmente não aceitaria a religião como controle, mas apoiaria certamente um aumento do nível educacional e informativo da sociedade.

                                                      Denunciar abuso

                                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                      Confira os Termos de Uso

                                                  • A

                                                    All Jr

                                                    ± 19 dias

                                                    O jornalismo (Militante) brasileiro morreu... depois fazem “cara feia“ quando prof. Olavo os chama de “mau caráter“ e “analfabetos funcionais“. Esse pessoal não é capaz de interpretar nenhum texto de maneira séria e Fundamentada. Parabéns Flávio! Outro artigo excelente!

                                                    Denunciar abuso

                                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                    Confira os Termos de Uso

                                                    • C

                                                      Carlos Alberto Tanaka

                                                      ± 19 dias

                                                      Flávio, só por provocar reação que demonstra dificuldades de interpretação de texto e uma certa preguiça em buscar conceitos que certamente desconhece, unicamente com o objetivo de atacar o autor, seu artigo já poderia ser considerado excelente. Só para esclarecer: antes de criticar o autor seria bom compreender que os imoralistas são filósofos que partilham ideias semelhantes acerca do imoralismo, simplificadamente uma espécie de critica filosófica da Moral. Absolutamente não se trata de adjetivos.

                                                      Denunciar abuso

                                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                      Confira os Termos de Uso

                                                      • G

                                                        Guilherme Gonçalves

                                                        ± 19 dias

                                                        Flávio Gordon, doutor em Antropologia, ia bem até o trecho que desvelou seu moralismo dogmático, ao acusar teóricos da qualidade de um Reich, de um Nietzsche, um Marcuse de “imorais”...aí seu texto virou profissão de fé, e perdeu cientificidade. Como sempre, conservadores fundamentalistas tem dificuldade de entender o que é ser laico....nessa defesa que fez, só falta agora Gordon defender o uso da Burca e do cinto de castidade pelas mulheres como política pública eficiente para combater a AIDS e outras DST’s....a que ponto chegamos!!!

                                                        Denunciar abuso

                                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                        Confira os Termos de Uso

                                                        3 Respostas
                                                        • A

                                                          Alex

                                                          ± 19 dias

                                                          Guilherme Gonçalves, pós doutor em Antropologia, ia bem até até o trecho "conservadores fundamentalistas tem dificuldade de entender o que é ser laico". Laico... Palavreado comum dos esquerdistas... Sei... Daí, complementando sua teoria, tentou ironizar (e não conseguiu) sobre o uso de burca e cintos de castidade... Infelizmente, sua falha na interpretação do texto lhe impede de perceber que o problema não está na moralidade da questão, mas na falta de consciência de quem pratica o ato.

                                                          Denunciar abuso

                                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                          Confira os Termos de Uso

                                                        • M

                                                          miguel ieger suss

                                                          ± 19 dias

                                                          Guilherme, que argumentação pobre a sua!

                                                          Denunciar abuso

                                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                          Confira os Termos de Uso

                                                        • E

                                                          Eduardo Prestes

                                                          ± 19 dias

                                                          A promiscuidade sexual obviamente é fator propagador de doenças, mesmo com o uso de camisinhas. Não há qualquer dúvida quanto a isso. Também é fator estimulante para gravidez precoce e aumento do número de mães solteiras na sociedade. E esse arranjo familiar (mãe solteira) é fator de risco para a criminalidade (do filho) e pobreza (da mãe). Sexo irresponsável tem consequências, como tudo na vida.

                                                          Denunciar abuso

                                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                          Confira os Termos de Uso

                                                      • J

                                                        JOSE Z. NETO

                                                        ± 19 dias

                                                        Detonou a tal de jornalistinha ! Não confundir com surfistinha.

                                                        Denunciar abuso

                                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                        Confira os Termos de Uso

                                                        • R

                                                          RICARDO DUQUE DE ALMEIDA

                                                          ± 19 dias

                                                          Muito bom, no aguardo da parte II !

                                                          Denunciar abuso

                                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                          Confira os Termos de Uso

                                                          • E

                                                            Enir Maria Palandi

                                                            ± 20 dias

                                                            Baita artigo!!!

                                                            Denunciar abuso

                                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                            Confira os Termos de Uso

                                                            Fim dos comentários.