i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Francisco Razzo

Foto de perfil de Francisco Razzo
Ver perfil

Empreendedor é o diabo

  • Por Francisco Razzo
  • 16/10/2019 00:01
Missa de canonização da irmã Dulce e outros quatro novos santos em 13 de outubro de 2019, no Vaticano.
Missa de canonização da irmã Dulce e outros quatro novos santos em 13 de outubro de 2019, no Vaticano.| Foto: Alberto Pizzoli/AFP

Pode não ter o Nobel, mas agora o Brasil já tem uma santa para chamar de sua. Santa dedicada aos pobres. Santa Dulce dos Pobres. Irmã Dulce foi canonizada no último domingo, 13 de outubro. Para quem não sabe, Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, nascida em Salvador em 1914 e falecida em 1992, criou uma série de instituições de caridade, dentre as mais importantes está o Hospital Santo Antônio. Um exemplo de vida dedicada às obras de caridade.

Irmã Dulce adaptou o galinheiro do Convento Santo Antônio para atender quem precisava. As raízes históricas do Hospital têm origem no amor sobre-humano de Santa Dulce dos Pobres. Atualmente, o Hospital Santo Antônio está entre os mais importantes e equipados hospitais do Norte e Nordeste do país. E tem gente que passa a vida reclamando dos outros, se vitimizando e esperando que alguma coisa seja feita por seu político de estimação. Histórias como as de Irmã Dulce são inspiradoras em muitos sentidos.

A Igreja Católica reconhece que a dedicação de Irmã Dulce aos pobres tinha raiz no “sobrenatural e do alto recebia forças e recursos para realizar um maravilhoso serviço”. Não duvido e me comovo. Dificilmente alguém dá de ombros para o trabalho de mulheres como Irmã Dulce. Ela nos ensina as virtudes da humildade e da coragem ao mesmo tempo em que nos inspira a viver a vocação da vida espiritual.

Qual o problema de uma santa dedicada aos pobres ser considerada empreendedora?

Santa Dulce dos Pobres não agia como uma ativista barulhenta exigindo “direitos”, porque a grandeza de suas ações estava acima de tudo no silêncio interior de uma vida de oração e amor a Cristo. A assistência aos mais necessitados não se fecha para questões de ordem social, econômica ou política. Pelo contrário, manifesta-se como pura abertura de amor e fé. Via na carne de cada enfermo que ajudava a carne do próprio Jesus.

No entanto, também não duvido ser possível interpretar a dedicada vida de Irmã Dulce de atenção aos mais necessitados a partir da ideia de “empreendedorismo”, como fez a Deputada Tabata Amaral, do PDT-SP. E me comovo com a quantidade de ataques que a Deputada recebeu só por expressar um sentimento sincero a respeito do trabalho da Santa. Como se o status social de um santo jamais pudesse estar em conformidade com o status social de um empreendedor.

Em sua conta no Twitter, Tabata Amaral escreveu: “Me enche de orgulho que a Irmã Dulce tenha sido a primeira brasileira a ser canonizada. Santa Dulce dos Pobres era baiana e, com seu empreendedorismo e fé, deu atendimento de saúde a milhares de brasileiros. Nunca deixou que sua própria saúde frágil a impedisse de se doar”. E completou: “Considero que [Irmã Dulce] teve um espírito empreendedor, mão na massa, o que aumenta minha admiração pelo trabalho caridoso que ela desenvolveu com tanto amor e dedicação”.

Não deu outra, Tabata Amaral recebeu uma enxurrada de ataques questionando o uso do termo “empreendedor” em referência a Santa Dulce dos Pobres. Destaco apenas um comentário por sintetizar bem o problema. Escandalizado, o autor do texto diz: “Meu deus! [Tabata] insiste em falar em ‘espírito empreendedor’ da irmã. Essa galera não entendeu nada do evangelho. A deputada tem mesmo é fé no dogma neoliberal. Isso sim. Cruz e credo”.

Curiosamente, em um texto de 17 de outubro de 2014, o próprio site oficial Obras Sociais Irmã Dulce já mencionava a expressão adotada por Tabata: “Uma empreendedora nata, educadora, mãe, filha e irmã amada, anjo e santa, enfim, uma mulher amadurecida na fé que nos ensinou o idioma universal do amor, do serviço e da concórdia”. Ou seja, não é de hoje e nem por quem supostamente prega o “dogma neoliberal” que Santa Dulce do Pobres era reconhecida como “empreendedora”.

O pressuposto comum a toda controvérsia gerada pelo post da Tabata mostra qual a imagem as pessoas fazem do “empreendedor”. Para elas, é como se o empreendedor não pudesse ser tomado pelo espírito de genuína caridade. Afinal, qual o problema de uma santa dedicada aos pobres ser considerada empreendedora? Na verdade, só há um probleminha: o empreendedor é o próprio diabo.

É disso que se trata, na verdade. Na cabeça de muita gente, empreender é capitalista. E capitalista só pensa em se enriquecer à custa dos mais necessitados. Um capitalista não passa de um porco egoísta. Para ele ser rico, os pobres ficaram mais pobres. Conclusão, por ser santa e ainda por cima santa dos pobres, Irmã Dulce jamais poderia ser associada aos “empreendedores”. O raciocínio ofusca de tanta clareza. E por falar em “luz”, isso me fez lembrar da constrangedora frase de Leandro Karnal, “Lúcifer é o primeiro empreendedor de todos”.

Para fechar esse texto, gostaria de citar um excelente trecho do livrinho do Padre Robert A. Sirico, O Chamado do Empreendedor (Editora LVM, 72 páginas). Ele faz o seguinte alerta: “a despeito da atitude louvável da cultura popular contra os preconceitos de qualquer espécie, resta um grupo ao qual foi aberta, extraoficialmente, a temporada de caça: os empresários”. Porque é disto que se trata: até podemos ter uma santa dos pobres, mas será inaceitável que ela tenha desenvolvido a virtude dos empresários.

12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 12 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • R

    Ricardo Carvalho

    ± 1 horas

    Texto excelente, essa associação de empreendedores a algo ruim só pode vir de gente intelectualmente e culturalmente pobres.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gabriel Batista de Moraes

    ± 3 horas

    Excelente! Parabéns pelo texto! Não sou católico, mas creio em Jesus Cristo, o Caminho, a Verdade e a Vida (Evangelho de João cap. 14 verso 6). E isso não me impede de admirar a obra desta madre e de lamentar a politização de todo e qualquer assunto no Brasil de hoje. Que Deus tenha a irmã Dulce em bom lugar e que o exemplo dela nos inspire.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 1 dias

    Vamos por partes. Vaticano canonizou 893 SANTOS. Esse padre comunista tá fazendo politicagem e não santidade. Quem é a Tabinha na fila do pão? Ou é uma socialistinha ou é Cristã, não da pra ser ambos. Esse elogiou foi um ato político e o povo que criticou foi o seu ex eleitorado, então é irrelevante. Cobra comendo cobra é irrelavante.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Anselmo Piazza

    ± 1 dias

    EMPREENDEDORA AO EXTREMO,TANTO QUE CONSEGUIU VERBA PARA A CONSTRUCAO DE SUA SEDE DE CARIDADE DO ENTAO GRANDE POLITICO BAIANO ACM,NAO SO DELE COMO DE OUTROS GRANDES BAIANOS E BRASILEIROS CAPITALISTAS.SO NAO ESQUECAMOS QUE SEM CAPITAL NAO SE FAZ CARIDADE,

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 1 dias

    ...obra social que atende milhares todos os dias em suas dependências. Conheçam o Trabalho social dessa instituição na área de saúde e educação. Irão se surpreender pela grandeza. Divaldo P. Franco se fosse católico seria canonizado ainda em vida pelo que fez e faz em prol da caridade. Aliás, está em cartaz o filme sobre a vida desse espirito iluminado. "Divaldo - O Mensageiro da Paz". Vale a pena ver.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 1 dias

    Empreendedorismo? A maioria não sabe o que significa. Para que não sabe: empreendedor é alguém que põe seu próprio capital em jogo para abrir um negócio. Gerar empregos e pagar impostos. E se ele falir, quem o ampará? Resposta óbvia, né? Em tempo: Irmã Dulce santa? Isso serve aos interesses do Vaticano. Sabem como é: precisam de ovelhinhas úteis pelo mundo afora. A senhora Maria Rita é um espírito elevado que soube enquanto esteve na terra sublimar o amor ao próximo , a caridade e, como o Cristo, a humildade que tão a caracterizava. Tal como ela - lá da boa terra - outro espírito de escol, Divaldo P. Franco, amigo de irmã Dulce, a mais de cinquenta anos construiu a Mansão do Caminho...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • A

      Admar Luiz

      ± 9 horas

      De qualquer forma, de alguma maneira ela teve que usar o dinheiro "capitalista" para poder empreender e realizar o que necessitava, né? Dinheiro não dá em árvore. Alguém tem que produzir riqueza para poder existir as doações, né não?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Alex Fox

      ± 1 dias

      O significado de empreender é relacionado com realizar uma tarefa, tentar, criar. A pessoa que decide abrir seu próprio negócio é um empreendedor, mas nem todo empreendedor é um empresário. No caso da irmã Dulce ela criou algo, ela empreendeu, mas não era empresária, ou capitalista...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    DIMAS NASCIMENTO

    ± 1 dias

    Este dogma de empreendedor, empresário, um ser abominável, começa dentro da igreja católica. Os adjetivos alteram-se em outros discursos dos falsos paladinos da Justiça, vejam posição destes sobre prisão em segunda estância, os esquerdistas. Normalmente nada produzem. Quando muito, sustentam-se com emprego público, onde seguem o mesmo rito, nada produzem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARCELO DE PAOLA

    ± 1 dias

    Pergunta que não quer calar; quem gera impostos, emprego formal, investimento e faz girar a roda da economia? Enquanto empreendedorismo, liberalismo e capitalismo forem demonizados, prosperarão paraísos governados por almas puras em Cuba, na Venezuela e outros lugares prósperos mundo afora.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    joseeduardo

    ± 2 dias

    Não tenho pela de****da Tábata, nem por qualquer político, simpatias fortes, mas reconheço que a moça está sob ataque orquestrado e sistemático. Acho, portanto, caro colunista, que, neste caso da Tábata, mais do que o preconceito contra empreender, há outro elemento de nossa tacanhez: a vontade de linchar e de o fazer em público.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]