i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Inclusilhado

Ver perfil

Semana da empregabilidade da pessoa com deficiência

  • Porbonfim.rafa
  • [22/11/2013] [17:38]
Ação organizada pela SEDPCD de Curitiba visa incluir profissionais com deficiência no mercado de trabalho.
Ação organizada pela SEDPCD de Curitiba visa incluir profissionais com deficiência no mercado de trabalho.| Foto:
Ação organizada pela SEDPCD de Curitiba visa incluir profissionais com deficiência no mercado de trabalho.

Ação organizada pela SEDPCD de Curitiba visa incluir profissionais com deficiência no mercado de trabalho.

Entre os dias 25 e 29 de novembro acontece a Semana de Empregabilidade da Pessoa com Deficiência. Os atendimentos acontecerão entre os dias 25 e 29 de novembro nos postos do SINE, localizados nas Ruas da Cidadania, e entre os dias 26 e 28 na tenda da Prefeitura Municipal de Curitiba, instalada na Praça Osório, sempre no horário comercial. A ação é promovida pela Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

A empregabilidade de profissionais com deficiência é um desafio e tanto. O Censo 2010 levantou que o Brasil tem cerca de 46 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência. Desse grupo, mais da metade que tem idade economicamente ativa está desempregada. As pessoas com deficiência representam apenas 23,6% da população ocupada no país e o número de deficientes fora do mercado de trabalho supera o número de pessoas com deficiência trabalhando em 3 milhões e 400 mil pessoas.

Eu particularmente senti na pele como é ser uma pessoa com deficiência e sem emprego, durante mais de um ano e comentei isso numa matéria da TV ISAE, da Fundação Getúlio Vargas. Além do meu, a matéria traz o depoimento de Yvy Abbade, da Unilehu, sobre o tema.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.