i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

João Frey

Foto de perfil de João Frey
Ver perfil
Articulação

Governo do PR tenta evitar fechamento de novas unidades da Petrobras no estado

  • João FreyPor João Frey
  • 03/02/2020 16:42
Vista aérea da Unidade do Xisto, da Petrobras, em São Mateus do Sul .
Vista aérea da Unidade do Xisto, da Petrobras, em São Mateus do Sul .| Foto: Petrobras/Divulgação

Na quinta-feira (30) o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) esteve no Rio de Janeiro, onde se reuniu com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. No encontro, Ratinho esperava conseguir alternativas para o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados, subsidiária da Petrobras em Araucária, que foi posta em inatividade causando a demissão de 396 empregados diretos.

O deputado Toninho Wandscheer (Pros), coordenador da bancada paranaense em Brasília, esteve no encontro e relatou que a comitiva do Paraná entendeu os motivos da Petrobras para o fechamento da Fafen e se resignou diante da decisão e das justificativas dadas pela estatal.

Segundo informações da Petrobras, de janeiro a setembro de 2019, a Fábrica de Fertilizantes gerou um prejuízo de quase R$ 250 milhões. Para o final de 2020, as previsões indicam que o resultado negativo pode superar R$ 400 milhões.  No contexto atual de mercado, a matéria-prima utilizada na fábrica (resíduo asfáltico) está mais cara do que seus produtos finais (amônia e ureia) e as projeções para o negócio continuam negativas.

Diante desse cenário a Petrobras não encontrou interessados na compra da Fafen e decidiu pelo encerramento das atividades da unidade.

SIX, em São Mateus do Sul

Sem muitas alternativas para evitar o fechamento da Fafen, as lideranças políticas do Paraná agora concentram esforços na manutenção do funcionamento da Unidade de Industrialização do Xisto, em São Mateus do Sul. A unidade deve ser privatizada pela Petrobras e para não correr o risco de não haver interessados na compra, há um movimento do governo e da bancada para defender a redução do percentual de royalties pagos pela exploração do Xisto.

O entendimento da Petrobras, do Governo do Paraná e da bancada federal é de que a redução no compromisso com royalties fará com que o negócio fique mais viável e possa atrair interessados, evitando o fechamento da empresa. Na visão das lideranças paranaenses, é mais interessante que o estado receba menos royalties, mas que a fábrica siga operando e gerando empregos.

Outro ponto que esteve em discussão na reunião foi o pagamento de dívidas que a Petrobras tem com o governo do Paraná. A expectativa é de que os compromissos sejam quitados em breve e, com isso, o estado consiga novas receitas para investimento.

5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 5 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Marcos Ctba

    ± 24 horas

    Privatiza.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDUARDO SABEDOTTI BREDA

    ± 1 dias

    Se a usina de xisto não se sustenta, ou vende para alguém que a faça dar lucro ou fecha. O que não pode é continuar fazendo com que paguemos a conta de empresas que sequer deveriam ser estatais, quanto mais continuarem operando sem dar lucro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marcelo bergerson

    ± 1 dias

    Fechar um negócio que rende prejuízo de 250mm é ruim só que é bom. Ou é capitalismo ou é empreguismo e nesse caso a sociedade é quem pagará a conta, óbvio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sr. Walker

    ± 1 dias

    Agora veremos claramente a pequenez da política do estado. Ficará evidente o papel de anão político. Sucessivos governos voltados exclusivamente para questões locais (reeleição) nos deixaram no limbo do espaço nacional.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      Robson Rigonati

      ± 1 dias

      Falou um monte de palavras desconexas, não entendi nada do que você disse. De nomes aos bois! Do que você está falando, amigo?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]