i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Leonardo Coutinho

Foto de perfil de Leonardo Coutinho
Ver perfil

Brasil, América Latina, mundo (não necessariamente nesta ordem)

Sobre Barack Obama

O populista favorito

  • Leonardo CoutinhoPor Leonardo Coutinho
  • 20/11/2020 16:48
O ex-presidente dos EUA, Barack Obama.
O ex-presidente dos EUA, Barack Obama.| Foto: Martin BUREAU / AFP

Se a Constituição dos Estados Unidos não limitasse a presidência a apenas dois mandatos, Barack Obama talvez ainda estivesse dando expediente na Casa Branca. A imagem pode parecer exagerada, mas Obama tinha tudo para ser uma espécie de Evo Morales com os checks and balances que faltam à Bolívia.

Celebrado como o indígena que chegou à presidência, Morales permaneceu 14 anos no poder. Obama, igualmente minoria, foi o primeiro negro eleito presidente dos EUA. Foi embora oito anos depois, mas, para muita gente (dentro e fora dos Estados Unidos), Obama levou a presidência com ele.

Ele é querido demais.

Morales perseguiu e aniquilou opositores. Mandou mais de 1.200 para o exílio. Centenas foram presos ou mortos em operações cujo amparo legal inexiste.

Obama foi um dos campeões de deportações e bombardeios. Abusou da máquina de espionagem americana. Grampeou até a Dilma Rousseff. Fechou os olhos para o surgimento da China como ameaça aos Estados Unidos e negligenciou o avanço do bolivarianismo, não agindo a tempo de evitar a maior crise humanitária e econômica do Ocidente.

Nada disso importa, porém. A paixão por Obama é impressionantemente gigantesca. Mas ela não pode ser entendida apenas como carisma. Obama é um populista. O populista favorito.

O conceito virou moda desde o início da campanha de Donald Trump, mas não serve exclusivamente para definir o atual presidente americano. O populismo não tem lado na política. Da esquerda à direita, imprimiu o estilo de governar desde Hugo Chávez, passando por Lula, pelo já citado Evo Morales, por Andrés Manuel López Obrador (no México) e chegando aos americanos Trump e Obama.

Com o fim do governo Trump se aproximando, o brasileiro Jair Bolsonaro vai herdar o trono de maior populista do Ocidente. Enquanto isso, Obama segue sendo amado e saudoso. O ex-presidente norte-americano é tão querido que seu livro de memórias vendeu 890 mil cópias nos Estados Unidos e no Canadá só no dia de seu lançamento.

A atração por Obama não é diferente no Brasil. “Terra Prometida” está no topo das listas dos livros mais vendidos no país. Os leitores brasileiros percorrerão 764 páginas sem ler absolutamente nada sobre eles e seu próprio país. Mas o que importa? É o Obama.

As três únicas referências do livro ao Brasil são periféricas. Em uma delas, Obama conta que estava em visita ao país quando ordenou uma ação militar na Líbia. Em outra, fala de um encontro com Lula e cita a corrupção do petista. Por fim, relembra suas percepções pouco entusiasmadas sobre a constituição dos Brics.

A irrelevância do Brasil no primeiro volume das memórias de Obama é um reflexo do que foi a sua política para América Latina. Não há uma mísera menção à Venezuela, Argentina, Colômbia, Peru. O Chile aparece, apenas, como palco de um jantar. Até mesmo o México, justamente o vizinho México, é ignorado. Há mais menções a Bethesda – subúrbio chique perto de Washington, D.C. – que à América Latina como região.

Para se fazer justiça, trata-se de um livro de memórias. Não é uma anatomia de sua administração. Mas o fato de Obama não se referir a eventos importantes ocorridos abaixo do Rio Grande entre os anos de 2008 e 2016 parece confirmar que ele não prestou atenção aos temas latino-americanos.

Entre os entusiastas de Joe Biden há uma crença de que a relação dos Estados Unidos com o Brasil será melhor, como se ele fosse uma espécie de apêndice dos gloriosos anos de Obama. Se for mesmo assim, o que vem por aí não será nada bom.

Quando Obama foi presidente, o comércio com o Brasil encolheu. Entre 2008 e 2016, o valor médio das exportações brasileiras para os Estados Unidos caiu para níveis inferiores ao da média do segundo mandato de George W. Bush. Lacunas que foram preenchidas pela China, que viu no vazio deixado por Obama a chance de se posicionar como a principal parceira comercial do Brasil. Michel Temer e depois Bolsonaro retomaram a curva ascendente das vendas em direção aos EUA, relação que foi arrefecida em 2020 por causa da Covid-19. Mesmo com a pandemia, os Estados Unidos compraram, em média, mais produtos brasileiros nos quatro anos de Trump do que em qualquer um dos dois mandatos de Obama.

Na área ambiental não foi diferente. Obama apertou o garrote. Exigia do Brasil reduções de emissões de gases estufa, contrariando o previsto no Protocolo de Quioto. Sua posição em defesa dos americanos (America first?) impediu, por exemplo, que milhões de dólares fossem carreados para o Brasil, como forma de compensação pelos estoques de carbono nas florestas brasileiras.

Por sinal, os dois mandatos de Obama coincidem com o período em que o Brasil conseguiu reduzir drasticamente as taxas de desmatamento da Amazônia. O governo fez o seu papel e os produtores abriram mão de seus lucros, acreditando no conto da recompensa pela preservação.

Agora, Biden promete sanções ao Brasil caso o país não pare com a devastação. A parcela obamista do Brasil adorou a ameaça. A proposta de oferecer compensações financeiras por desmatamento evitado não seria ruim se já não fosse velha, enganosa e impositiva.

Obama não foi bom para o Brasil. Mas o que importa é que ele é o Obama.

Biden não tem o mesmo salvo-conduto do democrata e muito dificilmente terá o mesmo capital populista de Obama. Mas se ele repetir a fórmula para Brasil e região, podemos esperar muita cobrança e quase nenhum benefício.

15 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 15 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • E

    EDGAR BOSCHETTI

    22/11/2020 13:08:12

    Obama o pior presidente dos Estados Unidos. Um desagregador.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDGAR BOSCHETTI

    22/11/2020 13:08:12

    Obama o pior presidente dos Estados Unidos. Um desagregador.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDGAR BOSCHETTI

    22/11/2020 13:08:12

    Obama o pior presidente dos Estados Unidos. Um desagregador.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JorgeF

    22/11/2020 11:25:01

    Comparar Evo Morales com Obama é absurdo. Tira credibilidade da noticia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro Zanoni

    22/11/2020 1:32:50

    encantar serpentes

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Garcia

    21/11/2020 18:53:10

    O populismo é a maior praga que a democracia pode gerar. Ela é a ilusão barata e inescrupulosa para encantar os simples mas também sofisticadamente demagógica para arrebatar inocentes que imaginam soluções mágicas para problemas complexos. E os políticos se aproveitam disso acreditando na máxima que nasce um trouxa por dia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mauricio

    21/11/2020 16:29:22

    Trump não é populista, certo Leonardo Coutinho?? A sua ideologia o obriga a tecer comentários desfavoráveis ao Obama. Me diga, qual presidente (no mundo) não tem os seus "baixos"? Vc sabe que não existe pessoa 100%, mas o seu lado direitista/republicano tem que, assim como Trump, diminuir os feitos do governo Obama. Por que vc não faz um comentário sobre o democrata Clinton, ou Jimmy Carter? Ahh eles são branco, é isso!! E o que tem a nos dizer sobre George Bush (Pai e filho) ou Ronald Reagan ou Gerald Ford??

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      21/11/2020 20:47:54

      Enumere os feitos positivos do Obama. Se houver eu arraso os mesmos facilmente, porque serão mentiras. Ah! Tem um! Acabou com Osama.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joviana Cavaliere Lorentz

    21/11/2020 15:57:17

    No período Obama ao contrário do afirmado, se deu a maior incidência de desmatamento. Vide Ana Júlia do PT. Mas a narrativa era essa mesmo. “O menor desmatamento”, mas só nas redações dos jornais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    DENISSON HONORIO DA SILVA

    21/11/2020 13:36:32

    Tudo parece surreal. A esquerda impondo-nos um ideologia hipócrita e caracterizando qualquer um que não comungue de suas nefastas afirmações como fascistas e retrógrados. Teremos que aguardar mais um mandando de um democrata para desmacar os esquerdistas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      21/11/2020 20:52:48

      Infelizmente os republicanos provavelmente jamais voltarão ao poder. Os demos vão aperfeiçoar ainda mais a sua máquina fraudulenta e tomarão medidas para minar as instituições da democracia americana. Viveremos para ver a maior nação do mundo ocidental ser destruída por dentro e junto com ela a civilização ocidental. O que virá? Pax chinesa? Pax islâmica? Pax socialista / globalista? Um misto disso tudo? Só Deus sabe. Oremos por Sua misericórdia.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    claudio lisboa

    21/11/2020 13:10:42

    O interessante foi constatar a dissonância cognitiva que deu na esquerda e em grande parte da imprensa, que ontem tipificava o Obama como “queridinho” para apoiar o Biden e hoje virou inimigo por conta das alusões negativas ao Lula em seu último livro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    claudio lisboa

    21/11/2020 13:08:37

    O interessante foi constatar a dissonância cognitiva que deu na esquerda, que ontem tipificava o Obama como “bonzinho” para apoiar o Biden e hoje virou inimigo por conta das alusões negativas ao Lula em seu último livro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    21/11/2020 12:40:37

    "Ele é querido demais", Mio Dio! O que dizer? Cara, simplismente patético. Obama, prezado, é o populista mais enganador que já passou pela presidência dos EUA. Ele era "O Cara", tal como o outro "O Cara" daqui das terras tupiniquins se revelaram populistas medíocres. Já ouviu falar do EI, Coutinho? Ò exercito islâmico e sua fúria se criou no governo dele. Sua política externa levou o crescimento da China, da insegurança mundial, do avanço do terrorismo religioso, da divisão da sociedade americana e toda a decadência moral, intelectual que hodiernamente vemos por lá. Seu livro vendeu muito? É mesmo? Não faltarão os idio tas esquerdo/progressistas para comprarem seu livros, né Coutinho?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Martins Donizete

    21/11/2020 4:15:17

    Em suma: mais um enganador patrocinado pela a mídia mainstream, em regra, esquerdista. Ou seria um encantador de asno?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.