i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Lúcio Vaz

Foto de perfil de Lúcio Vaz
Ver perfil

O blog que fiscaliza o gasto público e vigia o poder em Brasília

Luciano BIvar

Cacique do PSL torra R$ 105 mil com passagens aéreas e advogados em 90 dias

  • Por Lúcio Vaz
  • 14/11/2019 15:44
Luciano Bivar entrou em atrito com o presidente Jair Bolsonaro recentemente e abriu um racha no PSL.
Luciano Bivar entrou em atrito com o presidente Jair Bolsonaro recentemente e abriu um racha no PSL.| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Além de receber “ajudas de custo” por alguns dias de trabalho, suplentes de deputados também ganharam boladas acumulando a mordomia durante meses de mandato. Eles também torraram dinheiro com passagens e divulgação na rápida passagem pelo mandato.

É caso do presidente nacional do PSL, Luciano Bivar (PE), que recentemente entrou em atrito com o presidente Jair Bolsonaro por causa da gestão dos fundos partidário e eleitoral da sigla. Bivar assumiu o cargo de deputado por apenas três meses, em 2017. Ele recebeu o “auxílio-mudança”, no valor integral do salário de R$ 33,7 mil, e ainda gastou R$ 105 mil com a cota para o exercício do mandato.

Antes de receber o então candidato Bolsonaro no seu pequeno partido, Bivar aproveitou a oportunidade e gastou o que pôde do “cotão”. Em 90 dias, comprou 30 passagens aéreas no valor de 27 mil – metade delas para o servidor Felipe França, que andou por São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus, Porto Velho e Rio Branco. Investiu mais R$ 30 mil na empresa Maia Advocacia para a elaboração de estudos “sobre criminalidade” e “viabilidade de incorporação do FGTS”.

Reportagem publicada no blog no dia 10 deste mês revelou que suplentes receberam o “auxílio-mudança” por mandatos de apenas alguns dias – ou mesmo de um único dia. Outros deputados receberam o benefício integral por 15 ou 20 dias no cargo.

Divulgação do breve mandato

Outro suplente que assumiu o mandato com muita pressa para gastar foi Val Amélio (PRTB-AL). Ele ficou quatro meses na Câmara, recebeu duas ajudas de custo e gastou R$ 167 mil do cotão. O breve mandato teve início em 25 de maio de 2016. Em junho e julho, gastou R$ 26 mil com o escritório de advocacia Costa e Leite, para a elaboração de notas técnicas sobre projetos de lei. No mesmo período, alugou uma Amarok Trend por R$ 9 mil por mês. Em julho, também pagou R$ 30 mil pela impressão de 58 mil informativos de “divulgação da atividade parlamentar”. Em setembro, imprimiu estatutos ao custo de R$ 32 mil.

Cabo Juliano Rabelo (PSB-MT) também ficou quatro meses no mandato. Recebeu duas ajudas de custo, em dezembro de 2011 e em fevereiro de 2012, e gastou R$ 120 mil com o cotão. Foram 69 mil com passagens aéreas. Não é possível ver os trajetos porque ele não apresentou as notas fiscais. E ainda gastou mais R$ 22 mil com telefone – média de R$ 5,5 mil por mês.

Mais curiosa ainda é a passagem de Freitas do PT (PT-TO) pela Câmara. Ele entrou em 17 de outubro de 2018 e ficou escassos um mês e 13 dias no cargo. Nesse período, gastou R$ 57 mil da cota para o exercício do mandato. Antes de completar um mês de mandato ele já imprimiu 40 mil revistas de divulgação da sua atividade parlamentar, ao custo de R$ 25 mil. Gastou mais R$ 14,4 mil em passagens aéreas, sendo R$ 2,4 mil em uma viagem a Curitiba, onde petistas participavam da vigília Lula Livre.

Crescêncio Pereira Júnior (PFL-CE), ficou apenas dois meses e sete dias como titular, de 29 de agosto a 5 de novembro de 2002, e recebeu duas ajudas de custo. Voltou ao mandato de 8 a 28 de dezembro de 2002. Paulo Lessa (PPB-RJ) conseguiu três ajudas em três meses de mandato, de 22 de novembro de 2001 a 28 de fevereiro de 2002.

Acúmulos e convocações extraordinárias

Alguns deputados conseguiram receber grandes boladas de ajuda de custo em alguns meses. O deputado Edmundo Galdino (PDT-TO) exerceu o mandato como suplente em três oportunidades, de novembro de 2001 a agosto de 2006. Nesse período, ficou 10 meses no cargo e recebeu sete ajudas de custo. Na última passagem, recebeu dinheiro extra por apenas 34 dias de mandato.

O deputado Alberto Fraga (PFL-DF) ocupou o cargo quatro vezes de 1999 a 2002. Ele recebeu 12 ajudas de custo por 30 meses de exercício do mandato. Parte dessas verbas extras se explica porque houve convocação extraordinária do Congresso Nacional de 5 de janeiro a 14 de fevereiro de 2000 e em fevereiro de 2001. Esse trabalho extra resultava em mais duas ajudas de custo. Alguns devolviam o dinheiro, a maioria não.

A ajuda de custo foi criada há 70 anos, para custear as despesas dos deputados com transporte no início e no final do ano legislativo. Mas os deputados já contavam com a verba para passagens aéreas. Em 2006, foram cortadas as ajudas pelas convocações extraordinárias. Em 2014, o benefício ficou restrito ao início e ao final do mandato, para cobrir as despesas “transporte e mudança” – por isso chamado de “auxílio-mudança”. Mas os deputados recebem apartamentos funcionais mobiliados ou moram em hotéis. Não há necessidade de mudança, portanto.

Entre os que mais receberam o benefício está o deputado Pedro Corrêa (PP-PE) – aquele envolvido nos escândalos do mensalão e da Lava Jato. Ele exerceu o mandato como suplente por 34 meses, de fevereiro de 1999 a abril de 2002, e recebeu 12 ajudas de custo. O deputado José Carlos Vieira (PFL-SC) recebeu 14 ajudas em 43 meses de mandatos intercalados, de fevereiro de 1999 a julho de 2014, ao longo de três legislaturas.

Suplentes agora são titulares

Alguns dos suplentes que faturaram muitas ajudas de custo agora estão no mandato como titulares. O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) ficou apenas um ano no mandato, como suplente, de janeiro de 2001 a janeiro de 2002, e recebeu quatro ajudas de custo.

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) ficou dois anos no cargo, em três mandatos intercalados, de abril de 2000 a abril de 2002, e recebeu oito ajudas de custo. A senadora Rose de Freitas (Pode-ES) ocupou o mandato por um ano e um mês, de março de 2001 a abril de 2002, e conseguiu quatro ajudas de custo.

Ajudas de custo acumuladas

Suplentemesesajudasproporção*
Paulo Lessa (PPB-RJ)331
Crescêncio Pereira Júnior (PFL-CE)221
Ronaldo Santos (PSDB-RJ)541,2
José Coimbra (PTB-SP)541,2
Joaquim Brito (PT-AL)431,3
Edmundo Galdino (PDT-TO)1071,4
Afonso Hamm (PP-RS)5,641,4
Freitas do PT (PT-TO)1,411,4
Laércio Oliveira (PP-SE)321,5
Val Amélio (PRTB-AL)422
José Rajão (PSDB-DF)632
Cabo Juliano Rabelo (PSB-MT)422
Dr. Gomes (PFL-MA)422
Luciano Pizzatto (DEM-PR)842
Saturnino Masson (PSDB-MT)422
Thaís Barbosa (PMDB-MT)842
José Rajão (PSDB-DF)632
Ricardo Noronha (PMDB-DF)13,562,2
Kincas Mattos (PSB-SP)1462,3
Osvaldo Sobrinho (PTB-MT)1672,3
José Egidyo (PFL-RJ)1982,4
Alberto Fraga (PFL-DF)30122,5
Paulo Almeida (PFL-RJ)2182,6
Salomão Gurgel (PDT-RN)10,542,6
Ivânio Guerra (PFL-PR)28102,8
Pedro Corrêa (PP-PE)34,3122,9
Luciano Bivar (PPS-PE)313
Euler Ribeiro (PFL-MA)2483
Haroldo Bezerra (PSDB-PA)1243
Ivan Valente (PSOL-SP)1243
José Carlos Vieira (PSD-SC)43143
Kátia Abreu (PFL-TO)2483
Rose de Freitas (Podemos-ES)1343,2
Serafim Venzon (PDT-SC)1443,5
Raimundo Colombo (PFL-SC)2363,8

(*) quantos meses por ajuda

Fonte: Câmara dos Deputados

19 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 19 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    ADERVAL C FORSTER

    ± 0 minutos

    Acabemos com as mordomias absurdas, e capemos 1/3 dos congressistas. A senvergonhice é imensurável, e o resultado do trabalho é quase nula, só operam para o próprio bolso, aprovam leis absurdas e sem sentido. Tem muito ********* pendurado dentro do congresso que deve ser despejado

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Celso Vinotintto

    ± 1 dias

    Infelizmente a Constituição de 1988 dá esses direitos à ********da de gravata. Reparem que quando se fala em nova Constituição, isso causa neles arrepio e assombro, porque, certamente, iriam perder esses penduricalhos além do gordo salário que seria reduzido. Então, não adianta o eleitor votar certo ou errado porque a mamata está autorizada e oficializada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    William Munny

    ± 2 dias

    Errata: Assim como as montadoras e afins fazem com produtos defeituosos, um recall também deve ser realizado nos registros partidários. Pois, são 32 partidos políticos registrados e mais 75 em processo de pedido de registro junto ao TSE. É uma verdadeira indústria pelo usufruto do fundo partidário. Então, pelo andar da carruagem, logo terá mais partidos do que eleitores no Brasil. E o pior, todos serão os mesmos dos mesmos, ou seja, meros balcões de barganha financeira, seja de cunho pessoal ou profissional.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    alex

    ± 2 dias

    que coincidencia, fez uma materia contra o desafeto do bolsonaro...., quanto $erá que custou? kkkk

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Anderson Corrêa da Silva

    ± 2 dias

    Bem bacana, Lúcio, parabéns pela matéria. Creio que seria interessante fazer uma matéria mostrando o contrário: quais os de****dos que MENOS gastaram do dinheiro público, de modo a possibilitar uma orientação ao eleitorado sobre quem efetivamente tem apreço pela economia do dinheiro público.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • O

    OSVALDIR BUDNI

    ± 2 dias

    Ajuda de Custo, Auxilio Moradia, Salario de 33 mil, e por aí vai. Quinhentos e treze sanguessugas torrando o dinheiro de nós contribuintes. Mas a farra não para por aí, pois na casa ao lado tem mais oitenta e um senadores que com certeza, gozam de mordomias absurdas e sacramentam o desfalque do dinheiro público. Mas essa triste realidade não vai mudar mesmo com a indignação da sociedade, pois essa classe política podre, sabe da passividade dos eleitores e certeza que serão reeleitos para o próximo mandato. Os movimentos sociais como MBL, VEM PRA RUA, etc... podem mudar essa realidade, concitando a sociedade a se mobilizar, pressionando pela redução da metade o número de dep e sen.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Willian Cardoso de Souza Jesus

    ± 2 dias

    Mais uma prova do quão safado é o Luciano Bivar e de como o Presidente e seus aliados estão fazendo bem de cair fora de partido de ********s, oportunistas, q é o PSL. Não me surpreendo em nada com esse desfecho, pq com o catadão q o partido fez, trazendo Frotas e Joices pro partido, era bem óbvio q se tratava de uma tragédia anunciada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    sidnei torres

    ± 2 dias

    O quê o Bivar fez é ficha perto do Ze Guimarães, Zeca Dirceu, Gleisi Hoffman, e Paulo Pimenta, esses criminosos gastaram juntos quase 20 milhões de reais de 2011 até 2019 ,imagina os 513 de****dos juntos quanto não gasta por mês, à Gleisi e o Pimenta eles têm um gasto de R$500.000,00 cada um por mês, esses patifes fazem o que querem com o dinheiro público, têm que haver uma reforma política já, caso contrário estamos lascados, só vamos prestar para pagar mordomias de políticos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • J

      JOAO PYPCAK FILHO

      ± 2 dias

      Roubo é roubo. Não importa a quantia roubada e muito menos a ideologia do ladrão.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Garcia

    ± 2 dias

    Totalmente descontrolado o uso do dinheiro suado do cidadão. Torna-se apropriação indébita. E ainda provavelmente fizeram alguma lei inútil que cria burocracia para infernizar a vida do cidadão que está trabalhando e quer produzir.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo

    ± 2 dias

    Isso se chama PI LAN TRA GEM . Fora para esses políticos !!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Cidadão Brasileiro

    ± 2 dias

    Sugestão: um site com uma tabela de uso do “cotão” - de todos os de****dos e senadores! Afinal, Bivar não é exceção. Agora, ainda melhor, outra com todos os indicados a cargos - e com uma coluna para % rachadinha.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edivaldo S

    ± 2 dias

    A classe política simplesmente é nojenta

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marcelo bergerson

    ± 2 dias

    Até quando iremos apenas reclamar sem atuar na causa reformando as leis?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    William Munny

    ± 2 dias

    Assim como as montadoras e afins fazem com produtos defeituosos, um recall também deve ser realizado nos registros partidários. Pois, são 32 partidos políticos registrados e mais 75 em processo de pedido de Registro de Partido Político (RPP) junto ao TSE. É uma verdadeira indústria pelo usufruto do fundo partidário. Pelo andar da carruagem, logo terá mais partidos do que eleitores no Brasil. E o pior, todos continuaram a ser os mesmos dos mesmos, ou seja, meros balcões de barganha financeira.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Carlos Carvalho

    ± 2 dias

    Um bando de parasitas que nada produzem para os brasileiros !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 2 dias

    Infelizmente, a Constituição Federal não nos dá mecanismos para reverter essas situações bizarras, na verdade são excrescências. Somente uma Constituinte, mas sem o voto dessa "cambada" que não nos representa. Não é possível pessoas morrerem por falta de atendimentos básicos em podres hospitais, enquanto essa RAÇA GENOCIDA trucida nossos impostos. Um bom caminho é a GUILHOTINA.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 2 dias

      RLG: Transparência total. Tolerância zero.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • R

      RLG

      ± 2 dias

      Absurdo mesmo! Jair Bolsonaro ampliou em 24% os gastos com o cartão corporativo da Presidência da República, em relação ao ano de 2018. Na comparação com 2016 e 2017, o acréscimo é ainda maior: 62% e 56%, respectivamente.Até setembro desde ano, o Planalto já havia gasto R$ 4,6 milhões com os cartões corporativos! Entretanto, por questões de "segurança nacional", as despesas da presidência são mantidas sob sigilo

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.