i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Madeleine Lacsko

Foto de perfil de Madeleine Lacsko
Ver perfil

Reflexões sobre princípios e cidadania

Cultura do cancelamento: cantora Adele é atacada por “apropriação cultural”

Os lacradores só não sabiam que a cultura em questão era a do bairro em que a diva pop cresceu.

  • Por Madeleine Lacsko
  • 31/08/2020 14:11
Cultura do cancelamento: cantora Adele é atacada por “apropriação cultural”
| Foto:

"No Maracanã, vaia-se até minuto de silêncio e, se quiserem acreditar, vaia-se até mulher nua", cravou Nelson Rodrigues. Talvez estejamos todos vivendo em um gigantesco e eterno Maracanã nos últimos tempos, só que sem o futebol. O motivo da reunião parece ser mesmo para xingar. Se não for isso, talvez seja a espera por um espetáculo que jamais se inicie.

A cantora inglesa Adele, que já foi xingada por ser gorda demais, agora está sendo xingada por estar magra demais. Até aí, parece ser o prato do dia da vida dos famosos. Muito antes das redes sociais, um dos esportes favoritos de muita gente era falar mal de artista.

Se Adele é uma cantora recordista de vendas, conquistou mais um recorde: cancelamento mais bizarro. Os justiceiros sociais de teclado cancelaram a cantora por apropriação cultural. Eles não sabiam que a cultura em questão era a do bairro dela, Tottenham.

A cantora, que tem quase 39 milhões de seguidores no instagram, compartilhou uma foto em que lamenta o cancelamento do carnaval de Notting Hill, em Londres, devido à pandemia de coronavírus. O problema não foi o corpo, o biquíni com bandeira da Jamaica nem as penas nas costas, foi o penteado. Não sabe qual o problema? Ah, então você é racista, segundo um pessoal que se diz politicamente correto, civilizado e bem intencionado.

Tudo começou com um único usuário, o jornalista norte-americano Ernest Owens, que provavelmente não sabe nada do tal do carnaval de Notting Hill. Ele viu o penteado, não aguentou e tuitou: "Se 2020 não podia ficar mais bizarro, Adele nos dá coques Bantu e a apropriação cultural que ninguém pediu. Isso marca oficialmente todas as mulheres brancas mais importantes do pop como problemáticas. Odeio ver isso."

Outra celebridade do jornalismo norte-americano, Jemele Hill, já mostrou o poder da sororidade respondendo ao colega com "Ninguém. Absolutamente nenhuma p*** de pessoa. Nenhuma pessoa, Adele".

Os dois são jornalistas premiados, famosos e ativistas. Sabem exatamente como se faz uma apuração. Não basta bater o olho em uma foto e vaticinar. Ainda que ambos sejam negros, conheçam bastante sobre cultura africana e tenham alguns sentimentos específicos ao ver a foto da cantora Adele, podem estar enganados. Têm o direito de se manifestar mesmo assim? Claro! É o que fizeram no buraco negro do recalque mundial: o Twitter.

O debate arrastou milhares de pessoas e foi uma troca de acusações intermináveis entre negros e brancos, falando de herança histórica, apropriação cultural, cultura pop e, claro, caindo para a política - os norte-americanos estão numa campanha eleitoral quente para a presidência da República. A única coisa que ninguém debateu mesmo era a foto, as razões dela e o que é o tal carnaval de Notting Hill.

O penteado, os tais dos coques Bantu, ficou famoso nos Estados Unidos não exatamente porque esse pessoal estuda e sabe de onde ele vem, mas porque a Rihanna usa e era marca registrada da personagem sensacional de Uzo Aduba na série "Orange Is The New Black". Faz alguns anos que existe, nos Estados Unidos e por causa da cultura pop, a discussão importantíssima sobre dever ou não cancelar mulheres brancas que usem o tal penteado. Eu fico até curiosa sobre como lidar com as latinas e asiáticas, mas tive receio de perguntar.

Os lacradores permaneceram indomáveis até que apareceram os ingleses na discussão dizendo que o carnaval de Notting Hill é uma celebração dos imigrantes jamaicanos e que Adele cresceu em uma das maiores diásporas da Jamaica, Tottenham. Daí vieram os Jamaicanos dizer que adoram quando as pessoas se vestem e se penteiam como eles no carnaval londrino. E os lacradores? Não mudaram de posição.

Acredite ou não, estão há mais de 24 horas debatendo e sustentando que pouco importa a origem de Adele ou se ela usa o tal do penteado no carnaval tradicional do bairro dela desde criança, é apropriação cultural do mesmo jeito. Para eles, o fato de uma estrela branca do pop usar um penteado de origem africana basta para colocar o carimbo.

Houve quem tentasse mitar argumentando que mulheres negras alisam o cabelo, usam apliques e perucas. E daí vêm os lacradores dizendo que elas foram obrigadas culturalmente pelo ocidente a fazer isso enquanto tranças afro e todos os tipos de penteados africanos continuam sendo marginalizados. E eu continuo sem entender qual o problema com o cabelo da Adele se a intenção é que o tal do penteado deixe de ser marginalizado.

Nesse ponto, o debate já está num nível de agressividade de xingamentos, com rivalização não só entre negros e brancos mas também entre norte-americanos e ingleses furiosos com a crítica não só às suas tradições como também a uma diva pop querida. É um processo que tem acontecido de forma recorrente, nos mais diversos assuntos e desqualifica o debate em si, cansa as pessoas. Quando ninguém admite que erra nem muda de opinião não é debate nem se evolui.

O descrédito de pessoas que dizem lutar por pautas igualitárias ou identitárias é um fenômeno que cruza fronteiras e tem uma única raiz: falta de vida real. Na vida real, mulher escolhe o penteado que fica bom para ela, simples assim. E, se bobear, troca no dia seguinte.

Entendo que muitas pessoas tendem a associar a coisa de alisar o cabelo com racismo. Sou jovem há muito mais tempo, quando a gente fazia permanente porque cabelo liso era feio. Diziam de nós, mulheres, que "quem tem liso quer crespo e quem tem crespo quer liso". O conceito de beleza é diferente em cada lugar e muda com o tempo. Aliás, nós vamos mudando o que consideramos bonito ou feio ao longo da vida.

Há casos em que o racismo, um problema real, extrapola para todas as características daquela etnia, como o cabelo, o nariz, os olhos? É óbvio que sim. Mas o inverso não é verdadeiro. Nem todas as nossas escolhas estéticas passam necessariamente pelo conceito étnico. Pessoas reais sabem que, muitas vezes, nem sabemos o que é aquilo e de onde vem, simplesmente achamos que é bonito, nos favorece, alegra, queremos provar.

Também há uma alegria em trocar roupas, costumes e modos de fazer as coisas que é característica da espécie humana e parece ser ignorada pelos lacradores das redes sociais. Quem tem amigos estrangeiros ou de outros lugares do Brasil gosta de ensinar e aprender todo tipo de costume, seja culinária, artesanato, roupa, penteado, como servir a mesa de um jeito diferente, até como fazer a unha.

Não existe política sem empatia, como querem os que berram pelo que juram ser "causas". Não há causas sem pessoas que lutem por elas. E tudo o que é humano é falho e, ao mesmo tempo, sagrado e sublime.

A militância da lacração começou a ganhar força com o crescimento das redes sociais, por volta de 2010. O justiçamento social de teclado ignora os componentes humanos e não precisa ter empatia, afinal é como se o outro fosse uma máquina obrigada à perfeição e destinada ao lixo se falhar ou se o justiceiro social achar que falhou.

A cultura do cancelamento nasce do conceito cruel de jogar fora seres humanos que, por uma razão ou outra, não sejam adequados aos olhos de um determinado grupo. Se todo o episódio gira em torno do debate sobre racismo, vale lembrar uma frase de Martin Luther King: "We must learn to live together as brothers or perish together as fools." Nós devemos aprender a viver juntos como irmãos ou morreremos juntos como tolos.

32 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 32 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Arthur Piccolomini de Azevedo

    ± 3 dias

    Que sono. Essa lacração cansa. Que gente chata, aborrecida e intolerante. O ser humano realmente não deu certo. Que tédio...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    José Roberto Cortopassi de Oliveira

    ± 4 dias

    Sabem o que é isso? É falta de assunto, falta de cultura, falta de vergonha. Muita preocupação com a vida do outro e piuca com a própria. Eu não gosto de penteado assim. Ela tem o cabelo bonito. Mas acredito que tenha feito por conta desse carnaval, que confesso nem sabia da existência. Enfim, e daí? Trouxe algum progresso para a sociedade? Que momento triste vivemos. Estamos cada vez mais comprovando que não estávamos preparados para a mídia social. É um tal de um não respeitar o outro, não respeitar o voto, não respeitar a democracia, etc... IMPRESSIONANTE!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    salcutrim

    ± 4 dias

    O politicamente correto é uma praga que se instalou mais ainda com a esquerda vociferando a luta de classes e a ideologia de gênero. Depois disso, agora tudo eu uma frescura. Tudo é sensível, pisar em ovos. Por isso que quando vem uns caras sem papas na língua e falam contra, eles logo, com o apoio da mídia, começam a espalhar o ódio deles contra qualquer um que pense diferente, acusando-os de intolerantes, homofóbicos, etc.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Eduardo

    ± 4 dias

    Faltou fazer o comentário que deixa os canhotos e as canhotas lacradoras enfurecidos: ela estava bonita demais com o penteado, show de bola. Sempre foi bonita, na verdade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    rodrigo massara soares

    ± 4 dias

    Que bom ter jornalismo isento e factual !! Parabéns !!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    mup

    ± 4 dias

    Estou ficando de **** cheio com bobagens como essas. O mundo, ou melhor, a vida tá ficando irrespirável! Daqui a pouco não vamos mais viajar porque poderemos sofrer em outros lugares por conta de meia dúzia de fanáticos, malucos ou assemelhados. Que fique o alerta de suas palavras que podemos estar caminhando para o oitovo círculo do inferno....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Erison

    ± 4 dias

    Madeleine, ótimo artigo! Que nem precisaria ser escrito se todos tivéssemos um pingo de bom senso e discernimento. Como o ser humano é tonto (pra não dizer ******).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LUCIANE DE SOUZA PINTO

    ± 4 dias

    Que povo chato ! Cada um usa o cabelo como quiser !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Thiago

    ± 4 dias

    O mov. Negro é uma seita totatitária que luta por supremacia racial, as vezes usando violência física. Os faniquitos de internet por conta de penteado estão longe de ser o pior dessa ideologia, mas talvez seja o mais flagrante marco de prepotência autoritária. Mas ainda relutamos em ver as pautas dos supremacistas negros pelo que elas são: privilégios neo-feudais. O cheque em branco para a violência dado ao m. Negro nos anos 1960 continua sendo coberto, e valendo para todas as arbitrariedades e contradições. Até onde vamos fingir que só negros foram escravos, só brancos senhores, e fingir que essa escravidão de descendentes há muito falecidos torna qq agressão atual aceitável?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FERNANDO A. O. PRIETO

    ± 4 dias

    Pura idiotice! A partir do momento em que temos nossas necessidades básicas (comer, vestir e tratar da saúde) atendidas, e mantemos um mínimo de respeito aos outros, que importa a opinião alheia? Creio que é preciso deixar de valorizar tanto o conceito em que somos tidos; basta a aprovação de nossa consciência... A decisão da maioria só importa para certos fins sociais, como o voto, por exemplo. Como já foi dito, "a opinião das outras pessoas sobre você é muito importante - para elas!".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luciano

    ± 4 dias

    "Nem todas as nossas escolhas estéticas passam necessariamente pelo conceito étnico." Dureza é viver num tempo em que é necessário escrever um artigo pra afirmar o óbvio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando Antonio Roquette Reis Filho

    ± 4 dias

    Esses ******* não enxergam (talvez de forma proposital), mas usar simbolos e costumes de outras etnias é um sinal de empatia e tolerância. Mesclar, misturar, compartilhar é uma das vantagens da diversidade. Separando e afastando estão estimulando a antipatia e a segregação....aí fecham o circulo para pedir empatia e inclusão. Se vitimizando mantém os burrinhos de presépio em atividade e no final.....não conquistam nada além de poder pessoal e pecuniário.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Martins Donizete

    ± 4 dias

    Lacração é como por cabelo em ovo. Já constatação é o fato em si mesmo. Daí simplesmente é assim: Ernest Owens e Jemele Hill são dois idiotas que querem aparecer. Só que como donos da verdade e péssimos influenciadores caíram no ridículo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André - Cartonarte

    ± 4 dias

    Enquanto as pessoas só conseguirem ver a cor da pele continuarão a sempre cometer erros ridículos como este. Uma mulher e bonita ou feia, culta ou ignorantemente, tem um cabelo lindo ou feio simplesmente por ser assim. A única pergunta que temos que responder é porque ela não pode usar um cabelo como ela quiser.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • K

    Kátia Fraga

    ± 5 dias

    Tudo o que faz parte da cultura humana, em maior ou menor medida, se entrelaçou/entrelaça em algum momento da história. Mas esse povo finge não saber disso, porque a moeda mais valorizada hoje é a virtude de rede social.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    antonio augusto pepe caporossi

    ± 5 dias

    é tamanha bobagem, de gente que não tem o mínimo de realidade, que eu poderia dizer: "por que o tal está usando, em seu "tuitá", uma roupa de brancos europeus?" (paletó)... na verdade tudo não passa de usar essas idiotices para criar ódio e atrair quem não tem vida e com isso lucrar com likes e seguidores... o mundo foi "regado" com seres de espíritos sem o mínimo de luz. credo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Garcia

    ± 5 dias

    É culpa do capitalismo. Ficou fácil a sobrevivência e sobra tempo ocioso, daí vem essas bobagens todas. Frivolidades de quem não tem objetivo maior na vida. Inúteis.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando Calzado Brandi

    ± 5 dias

    O tempo atual tem extraído o pior do ser humano. Fala-se me amor exalando ódio. As pessoas brigam no transito, por qualquer coisa, na internet por qualquer coisa, nos ambientes fechados, por qualquer coisa, em ambientes abertos por qualquer coisa. Achamos que nossos motivos são validos, mas infelizmente o que tem parecido valido a muitas pessoas é a maldade que tem para derramar sobre o próximo. Lembrando que meu próximo nao é meu amigo ou irmão (como muito acham) e sim a pessoa que esta ao meu lado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Carlos Carvalho

    ± 5 dias

    Então eu que sou branco ,de olhos verdes e descendente de francesa e português não posso mais sambar nem escutar sambas ? Nasci e fui criado no Rio de Janeiro e faz parte da minha cultura a música negra ! Nos países do Sul da África me senti em casa !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Cancio Ribas

    ± 5 dias

    Acusar alguém de apropriação cultural é praticar racismo contra outro. Assim como há brancos racistas há muitos negros nessa condição.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    waldir rodrigues de morais

    ± 5 dias

    A colunista foi certeira ,como sempre Que coisa ****** o mundo está se transformando por causa de uns desocupado De um lote para esta turma carpir e logo acaba esta lacração...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Val

    ± 5 dias

    Tipo de conversa bumerangue. O que dizer de uma certa turma que se apropriou do arco-íris? Que coisa mais chata!! Já perdeu a graça!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Feliz

    ± 5 dias

    Que M ter que perder tempo com uma bobagem dessa...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Henri Moreno Fernandes

    ± 5 dias

    Já dizia Gandhi se for tudo na base do olho por olho acabaremos todos cegos. Falta pouco para cancelarem uns aos outros. PS; Gostei da sua "apropriação" do Martin Luther King.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    José Roberto

    ± 5 dias

    Madá sempre muito lúcida. Parabéns pelo texto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    Ivan S Ruppell Jr

    ± 5 dias

    Ótimo texto. Coerente e explicativo acerca das realidades humanas e da ignorância dos lacradores; que, antigamente, eram chamados de cafajestes, mesmo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 5 dias

    "-Quem com lacre lacra, com lacre será lacrado. Diz o 11º mandamento." - Fefito; Jovem Pan; 2018.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Luciano

      ± 5 dias

      Mas ele não tem lacre!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 5 dias

    Não tem essa de cultura do cancelamento, é tudo marketing. Ou vc lucra ou vc se fode. O resto é mi-mi-mi de gente acéfala e fraca.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARIO MARCIO ARCHEGAS FERREIRA

    ± 5 dias

    Interessante, as calças compridas inicialmente eram uma vestimenta dos povos germânicos e dos persas e era aos povos da bacia do Mediterrâneo algo imoral. Mantendo o raciocínio, aqueles não descendentes dos germanos ou dos persas, que é o meu caso, estão a praticar apropriação cultural.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Luciano

      ± 5 dias

      Não posso mais escutar blues e Jazz, sou branco.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Arilto

    ± 5 dias

    Essa gente de rede virtual vive num mundo virtual, só deles. Quem vive em um mundo real, como eu, não existe nada disso. Temos grupos de família, amigos onde estas conversas não existem. Na fábrica, no campo, no comércio, isso também não existe. Está todo mundo como sempre viveu (exceto pelo Covid) e esta barulheira toda é só entre uma gentinha que não tem o que fazer.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.