i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Mauro Cezar Pereira

Foto de perfil de Mauro Cezar Pereira
Ver perfil
Análise

Qual o próximo clube a apostar em Luxemburgo? Após 7 anos, a pergunta persiste

  • Por Mauro Cezar Pereira
  • 15/10/2020 18:33
Luxemburgo não resistiu à má fase do Palmeiras e caiu após a derrota para o Coritiba
Luxemburgo não resistiu à má fase do Palmeiras e caiu após a derrota para o Coritiba| Foto: Anderson Lira/Estadão Conteúdo

Em 17 de maio de 2013, no blog que mantinha no portal UOL, o grande jornalista e escritor Mário Magalhães publicou um texto com o seguinte título: "Quem será o próximo otário a apostar em Luxemburgo?"

No dia anterior, o Grêmio, comandado pelo famoso treinador, foi eliminado da Copa Libertadores pelo Independiente Santa Fé nas oitavas de final. O time colombiano venceu por 1 a 0, em Bogotá.

Um mês e 12 dias depois, o clube gaúcho demitiu o técnico Vanderlei Luxemburgo. Ele foi embora de Porto Alegre sem título, com 52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas em 91 jogos no período.

Quarta-feira, invadindo a quinta, 2.664 dias após a dispensa do Grêmio que motivou o texto de Mário Magalhães, o treinador era mais uma vez demitido, agora do Palmeiras. Novamente depois de um trabalho ruim.

Em 2013, não demorou a outro clube apostar em Luxemburgo, o Fluminense. Foi dispensado após nove jogos seguidos sem vitória com o time entrando na zona de rebaixamento do Brasileiro. Foi a segunda demissão em 135 dias.

Veio 2014, o treinador reapareceu no Flamengo. Resistiu à vergonhosa eliminação da Copa do Brasil para o Atlético, em Belo Horizonte, perdendo por 4 a 1 após abrir três gols de vantagem no placar agregado.

Acabou demitido em 25 de maio de 2015, depois de dez meses. Seus últimos resultados: derrotas (por 2 a 1) fora de casa para São Paulo e Avaí, além de empate (2 a 2) com o Sport, no Rio de Janeiro.

Apenas oito dias depois o Cruzeiro anunciava Luxemburgo como seu técnico, em substituição a Marcelo Oliveira, bicampeão nacional nos dois anos anteriores. Dez derrotas e 90 dias depois, foi demitido.

Mais 24 dias se passaram e o Tianjin Quanjian, da segunda divisão chinesa, anunciava o treinador brasileiro. No começo de junho do ano seguinte, ele e sua equipe davam adeus à China.

Faltando uma semana para completar um ano sem comandar um time de futebol, Vanderlei Luxemburgo foi contratado pelo Sport. O time pernambucano o dispensou quase cinco meses depois.

A derrota (2 a 0), no Recife, para o Junior Barranquilla, praticamente encomendou a eliminação da Copa Sul-Americana. A demissão foi decidida ainda no vestiário e ele sequer viajou para a partida de volta, na Colômbia.

Depois de 559 dias fora do mercado, o técnico chegava ao Vasco. Fez campanha mediana com o mediano elenco do time carioca, terminando em 12º. Algo mediano, mas que motivou elogios exagerados de parte da mídia.

Aparentemente isso afetou dirigentes do Palmeiras, que procuraram Jorge Sampaoli e acabaram recontratando Luxemburgo, por mais estranho que pudesse ser. Sim, pois são profissionais muito diferentes.

A demissão de Vanderlei após a terceira derrota seguida do Palmeiras, quarta-feira, quando o Coritiba fez 3 a 1 em São Paulo, engrossa sua lista de fiascos. E segue valendo a pergunta feita por Mário Magalhães em 2013.

Coritiba volta a vencer em SP e vive seu grande momento na Série A

Robson comandou a vitória do Coxa sobre o Palmeiras. Foto: Divulgação/Coritiba
Robson comandou a vitória do Coxa sobre o Palmeiras. Foto: Divulgação/Coritiba

Desde 3 de agosto de 2017, quando venceu o São Paulo por 2 a 1, o Coritiba não derrotava um grande paulista, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

Após dois anos na Série B, o reencontro com um triunfo desse naipe atuando como visitante aconteceu na partida que provocou a queda de Luxemburgo no Palmeiras. Foram oito rodadas do Coxa na zona do rebaixamento, de onde o time saiu com o triunfo no Allianz Parque.

Athletico perde, troca de lugar com rival Coritiba e vai para a ZR

Thiago Heleno lamenta revés para o Corinthians. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Gazeta do Povo
Thiago Heleno lamenta revés para o Corinthians. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Gazeta do Povo

Se o Coritiba saiu do chamado Z4, o Athletico lá foi parar após perder, em casa, para o Corinthians, em jogo no qual teve um homem a mais por 14 minutos e levou o único gol da peleja nos acréscimos. O time fez apenas um ponto nos 12 últimos disputados, com três derrotas e um empate em seus quatro mais recentes compromissos. Queda drástica após quatro vitórias e um empate, por Série A e Libertadores, antes dessa má sequência.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • N

    NELSON UMEDA

    ± 0 minutos

    O "professor" vive disto, faz um contrato longo com um salário maior ainda e espera ser demitido, passa a receber o salário sem trabalhar até o fim do contrato ou faz acorde e recebe uma verba rescisória astronômica. Até aparecer um próximo otário. No passado afundou o Paraná Clube financeiramente que apostou no " professor" e se deu mal. Acho que ele tem acordo com os dirigentes dos clubes e depois faz um rachid!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Júnior

    ± 4 horas

    Sugestão: A Gazeta do Povo é hoje um "jornal" que forma opinião em âmbito nacional. Deveria crescer a parte esportiva porque ficou pequena diante da amplitude que o jornal alcança.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando N

    ± 6 horas

    Concordo em tudo, exceto pelo grande jornalista Mario Magalhaes.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Alberto

    ± 7 horas

    O Luxa já foi um grande treinador. Sua queda começou com o Real Madrid e com aquele portunhol de bolero. Envelheceu, desatualizou-se. Qualquer treinador que queira jogar pra frente, abrindo as defesas, driblando laterais, indo à linha de fundo e cruzando, terá sucesso. Ainda que cercado de jogadores medianos e medíocres. Proibir a bola para os lados e pra trás desnecessariamente. Incutir no "atletas" o desejo de ganhar. Aplacar um pouco a ganância dos nossos "DEUSES". O futebol ficou feio, cansativo, repetitivo e igual. Qualquer coisa é muita coisa. E quando tudo é arte, nada é arte.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 8 horas

    Pois é, como sempre digo por aqui, a imprensa esportiva só não é pior do que a imprensa política. Vcs, Mauro, é que endeusam os Luxemburgos da vida. Mas também, são os primeiros a pô-los da forca. O cara ganha duas ou três partidas seguidas vira o melhor do mundo. Perde duas ou três, vira a Geni, né? E assim é desde tempos imemoriais, rsrsrs A fritagem de treinadores e suas demissões tem o dedo muito vezes nada moral da imprensa esportiva. Interesses, grana, egos, aliado a hipocrisia, dá nisso: a rotatividade de "treneiros" como nunca antes se viu neste país bananeiro. Cara, o futebol, está chato. As intermináveis "mesas redondas" da programação esportiva assisti-lás? só com um ENGOV antes.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WMVIEIRA

    ± 10 horas

    Coloque outro nome de técnico no futebol brasileiro, é a mesma coisa. Ah, jornalistas também são demitidos, não né, são pessoas jurídicas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Lucio Araripe de Abreu e Lima

    ± 18 horas

    Uniforme de um time de Futebol. Camisa, calção e meião. No futebol europeu, sonho de todo atleta sul americano, não só pela grana mas, pela organização, existem regras, mandamentos, posturas que valorizam o espetáculo e por isso mesmo, são vendidos por uma boa grana para todo mundo. No Brasil, há cerca de um ano ou mais, os jogadores estão deixando de correr atrás da bola para perderem um tempinho PUXANDO O CALÇÃO PARA CIMA, certamente para mostrar as coxas. Nunca ouvi nenhum comentarista falar sobre essa moda ridícula. Qual é o mistério. Será que melhora o desempenho do atleta ?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • R

      Roberto Karam

      ± 5 horas

      Realmente, além da total e crescente desvalorização do nosso futebol em todos os segmentos, esta moda ( é moda ? ) de calção para cima, é muito estranha; talvez seja para pegar mais bronzeado dos refletores em jogos noturnos. Enfim...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • I

      IvoHM

      ± 8 horas

      É pra mostrar a nova moda: as tatuagens nas coxas.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Antônio Carlos

    ± 21 horas

    "desde 03 de agosto de 2017 o Coritiba não vencia um time paulista fora de casa ...." o Bragantino é de Marte?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.