i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Mauro Cezar Pereira

Foto de perfil de Mauro Cezar Pereira
Ver perfil
Análise

VAR justifica a discussão sobre lei do impedimento. Conheça suas transformações

  • PorMauro Cezar Pereira
  • 21/02/2020 11:12
Lance do impedimento de Bruno Henrique no duelo entre Independiente Del Valle e Flamengo.
Lance do impedimento de Bruno Henrique no duelo entre Independiente Del Valle e Flamengo.| Foto: Reprodução

Por 22 anos, o francês Arséne Wenger dirigiu o Arsenal em 1.235 jogos oficiais, venceu 707, empatou 280 e perdeu 248. Ganhou a Premier League, o Campeonato Inglês, em 1997/1998, 2001/2002 e 2003/2004, este de forma invicta, algo que nenhum time conseguiu repetir e o Liverpool tenta alcançar na atual temporada. Faturou, ainda, a FA Cup, Copa da Inglaterra, em 1997/1998, 2001/2002, 2002/2003, 2004/2005, 2013/2014, 2014/2015 e 2016/2017, além de erguer a Supercopa da Inglaterra em 1998, 1999, 2002, 2004, 2014, 2015 e 2017. Foram 17 troféus.

É importante contextualizar a passagem de Wenger pelos Gunners, ante seu final de trajetória até certo ponto melancólico à frente do time londrino. Ele está na história do futebol inglês como um dos homens que modificaram a forma como o futebol é jogado no país onde suas regras foram criadas. Hoje, é o chefe de desenvolvimento de futebol da Fifa, e nesta semana disse quer irá propor uma mudança na regra. Seu objetivo: beneficiar o ataque em situações de possível impedimento e evitar que gols sejam anulados por centímetros ou mesmo milímetros em tempos de VAR.

Arsène Wenger propõe mudança na linha do impedimento.
Arsène Wenger propõe mudança na linha do impedimento.| Reprodução

A ideia de Arséne Wenger é que deixe de ser considerado impedimento se alguma parte do corpo do atleta que possa marcar um gol esteja na mesma linha do último defensor, mesmo que outras partes estejam à frente. Suas palavras, em Berlim, no Laureus World Sports Awards, deverão ir adiante. Tal mudança na regra do futebol será apresentada no encontro da International Board (IFAB) no último dia deste mês. Em junho a alteração pode entrar em vigor, se aprovada. Fato é que tais discussões hoje são mais do que necessárias diante do uso dos recursos de vídeo.

Em 1866 surgiu a regra do impedimento, então exigindo que três jogadores adversários estivessem entre o que recebe a bola e a linha de fundo rival. Tal regra é anterior ao surgimento do goleiro, o que só aconteceria cinco anos depois. Em 1907 ninguém mais ficava impedido quando em seu próprio campo. Já em 1925, o offside passa a se caracterizar quando não há dois jogadores entre o jogador que recebe a pelota e a meta oponente, e não mais três adversários. Em 1991, estar na mesma linha do penúltimo defensor rival deixou de ser impedimento.

As constantes polêmicas em jogos de competições da Conmebol reforçam a tese de Wenger. Mudanças são mesmo necessárias. Uma delas seria a definição de impedimento a partir do posicionamento dos pés em situações como a de Bruno Henrique em Independiente Del Valle 2 x 2 Flamengo, quarta-feira passada, na primeira partida da Recopa, em Quito. O atacante partiu do próprio campo, mas parte de um ombro estaria pouco à frente da linha divisória do gramado. Mais uma decisão polêmica e que expõe a regra do jogo à necessidade de mudanças.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • L

    Luiz Alberto Borba

    ± 5 dias

    Vejo de maneira simples: acabar com a regra do impedimento. Sairia muito mais gols; diminuiria as polêmicas. Foi assim no futebol de salão. Quando acabou a regra que impedia fazer gols dentro da área (impedimento), o jogo ficou mais ágil e saíram bem mais gols, o que seria ótimo nestes tempos de muitos 0x0!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Evandro

    ± 5 dias

    Quando o Flamengo se sente prejudicado mudam a regra? Piada pronta e velha

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ale

    ± 6 dias

    O flamengo foi absolvido no julgamento da homofobia, seus companheiros são contra, qual sua posição?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Neto

    ± 6 dias

    A lei do impedimento só deveria valer dentro da área. Isto possibilitaria aos jogadores se espalharem pelo campo e não ficarem embolados no meio campo. Parece uma idéia absurda no começo pois muitos diriam que o atacante ficaria na banheira mas um defensor poderia ficar ao lado. Além disso o time do atacante ficaria prejudicado com um jogador a menos. As equipes se adaptariam. Valeria a tentativa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 6 dias

    O Mauro, acho-o um dos mais lúcidos comentaristas de nosso decadente futebol tupiniquim. Por essas bandas o que se vê é o Gabigol sendo paparicado e idolatrado como se fosse gênio. Mamma mia! O que diriam sobre isso um Zito, Didi, Mané, e, claro, o Negrão camisa 10? Costumo ver a premier league. Gabigol seria coadjuvante por lá. Mas dito isto, gostaria - se me permitisse a sugestão - um comentário seu sobre o politicamente correto que está infernizando o futebol. Lá em cima coloquei de propósito “Negrão “ me referindo,claro, ao Deus do futebol, Pelé. Será que vão me chamar de racista por isso? Flavio Gordon escreveu -aqui nesta Gazeta - um texto magistral sobre o tema. Que tal Mauro?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    guilherme palma

    ± 6 dias

    Seria interessante, mas a meu ver a primeira coisa que o futebol deveria rever é a quantidade de substituições e o fato de um jogado que saiu não poder voltar mais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.