Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
terrine
Terrina de peixe e camarão rosa, fácil e saborosa, para fazer em casa.| Foto: Anacreon de Téos

Ah, uma terrine! Ou terrina ou pàté... seja lá como for.

Essa criação dos camponeses franceses é de dar água na boca em qualquer ocasião.

É uma das minhas (boas) manias na cozinha. Adoro fazer, do que quer que seja. E olha que já experimentei elaborar praticamente de tudo. Até mesmo de fígado de tamboril, certa vez, quando, tempos atrás, o Bernardo Fuck, da Trapiche Pescados, me disse ter recebido os cobiçados (os orientais apreciam muito) miúdos do peixe nobre.

Faço um clássico, um Pàté de campagne de la Loire, que aprendi, certa vez, numa dessas feiras de fins de semana de uma pequena cidade no famoso vale francês. Fiz até dias atrás, provocado pelo Guilherme Balbino e pelo Jonas Martins, do bar de vinhos Balbino & Martins. Pelo fato de utilizar Jerez tipo Fino, fui buscar lá, já que são especialistas neste vinho fortificado. E então, voltei lá pra fazer a harmonização, que deu muito certo com o tipo Oloroso.

Mas essa é outra questão. Vamos à nossa terrine de hoje. É uma receita antiga, que encontrei no site Épicurien, na década passada, e reproduzi no blog em 2009, quando ainda estava hospedado em outro endereço (confira aqui).

Só que agora, 12 anos depois, tenho certeza de estar me dirigindo para outro público – bem maior – e achei oportuno repetir a receita, por estarmos em plena temporada de verão, com mais apetite e desejo de consumir peixes e frutos do mar. Só que, desta vez, devidamente traduzida, pois, na ocasião, sei lá porque razão, transcrevi como recebi... em francês.

É fácil de fazer, mas é importante escolher um peixe de boa consistência, para que possa se amalgamar com o creme e os demais ingredientes. Pode ser feita somente com sua base assada, mas também é possível complementar, com um molho à parte.

E então, antes da receita, ficam aqui duas sugestões:

  1. - Escolhendo sal grosso ou grandes cristais de sal marinho para tempero, oferecerá crocância na textura macia à terrine.
  2. A salsinha pode ser acompanhada por uma pitada de dill (endro). Se não incorporar dill na preparação, também pode servir as fatias de terrine com um molho à base de dill. Um exemplo: creme de leite fresco misturado com uma mistura de dill e cebolinha, diluído com suco de limão.

Vamos à receita, portanto.

Bom apetite!

terrine
A foto original do site Épicurien.

Terrina de peixe e camarões rosa

Por Anacreon de Téos (com base em receita da Épicurien)
Tempo de preparo1h30 (mais o tempo de geladeira)
Rendimento6 porções
PreparoFácil

Ingredientes

  • 600g de peixe em filés (badejo, salmão ou tamboril)
  • 200g de camarão rosa limpo
  • 120 ml de creme de leite fresco
  • 4 ovos
  • 1 cebola grande
  • 2 dentes de alho
  • 3 biscoitos esmagados ou equivalentes em pão francês em migalhas
  • Manteiga, salsinha, pimenta-do-reino e sal

Prparo

  1. Pré-aqueça o forno a 180°C.
  2. Junte o peixe, o alho e a cebola em um liquidificador e misture bem.
  3. Adicione os ovos, o creme e as migalhas.
  4. Misture, de modo a obter uma consistência homogênea, como de mousse.
  5. Acrescente a salsinha picada, de acordo com suas preferências.
  6. Ponha sal e pimenta, conforme sua conveniência.
  7. Unte o interior de uma terrine ou forma de bolo inglês.
  8. Despeje metade da mistura de peixe no fundo da terrine.
  9. Disponha a camada de camarão por cima.
  10. Despeje o restante da mistura, para cobrir tudo.
  11. Asse, em um banho-maria, por 45 minutos.

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]