Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
pimenta jalapeño
A pimenta jalapeño pode ser comprada processada.| Foto: Bigstock

Jamais imaginaria encontrar uma plantação de pimenta jalapeño tão perto.

É a favorita de mexicanos e norte-americanos de uma maneira geral. Basta dar uma espiadinha naqueles programas sobre comida que vêm de lá dos EUA (e são bem chatinhos, inclusive, por repetirem receitas que não fazem parte de nossa cultura), para que haja, em algum momento ou outro, a utilização da famosa pimenta.

Aliás, nada contra a pimenta, diga-se. Apenas contra a qualidade dos preparos que eles fazem por lá e tentam passar para cá.

Pois é. Então me vi, de repente, no meio de uma plantação de pimenta jalapeño em altíssima produção. E ainda mais: de conservas e outros derivados, feitos ali mesmo, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

pimenta jalapeño
A estufa com a produção das pimentas jalapeño da Bullet Pepper, em Colombo. | Foto: Anacreon de Téos

Conheci o pessoal num evento que teve no ano passado, da Liga das Hamburguerias. Além dos hambúrgueres, claro, havia também a apresentação de alguns produtos, dentre os quais, as tais pimentas da Bullet Pepper, nome da empresa de cultiva, processa e comercializa a produção.

Dias atrás tive, finalmente, calendário ajeitado, a oportunidade de ir até lá. É tudo feito em casa, numa propriedade (rural, mas na urbe) que congrega familiares distribuídos em algumas casas, entre carneiros, galinhas, cães e outros animais soltos por lá.

É ali que mora o casal Maiquel Haab e Angélica D’Agostin, que, alternando os cuidados com a pequena Olívia e realizando home office em suas atividades profissionais, administra a empresa especializada em pimentas e seus derivados.

É ali igualmente que está a estufa, onde os pés de pimenta jalapeño são cultivados com muito carinho e onde, também, numa pequena cozinha anexa à residência do casal, acontece toda a produção. Os molhos artesanais da Bullet Pepper têm, como essência, trazer o sabor genuíno de cada pimenta - essa é a proposta deles. São receitas sem conservantes ou corantes e que vão diretamente do campo para a mesa do consumidor. A missão que eles traçaram é a de entregar aos clientes produtos feitos com carinho, agregando todos os valores e tradições daquela família.

pimenta jalapeño
O resultado de uma colheita de pimenta jalapeño na Bullet Pepper. | Foto: Anacreon de Téos

Os produtos

Começando pela jalapeño, a grande estrela da companhia. É uma das mais consumidas no mundo. Tanto o nome quanto a origem têm relação com a expressão “de Xalapa”, capital de Veracruz, no México. Consumida quase sempre verde e ocasionalmente madura (vermelha), tem de 5 cm a 10 cm de comprimento e possui grau de ardência leve (entre 3.500 e 8.000 SHU na escala de Scoville).

A Pimenta Jalapeño em Conserva da Bullet Pepper pode ser traduzida como um picles de jalapeño cortada em rodelas, com uma pegada agridoce e uma textura crocante. É sugerida para pratos mexicanos, pizzas e sanduíches.

Já o Molho de Pimenta Jalapeño é classificado também como de ardência leve. Produzido em uma base de vinagre aromatizado com ervas e canela, é ideal para os iniciantes no mundo das pimentas.

pimenta jalapeño
A pimenta jalapeño, já cortada e higienizada, na panela. Dali a pouco, mais conservas prontas. | Foto: Anacreon de Téos

Por outro lado, a pimenta habanero tem pegada mais forte.  O nome faz referência à "La Habana” (Havana), embora seja originária da região amazônica. Tem de 2 cm a 6 cm de comprimento e possui várias colorações, sendo a vermelha e a laranja as mais comuns. É uma pimenta muito forte, com grau de ardência entre 100.000 e 350.000 na escala de Scoville.

O Molho de Pimenta Red Habanero da Bullet Pepper possui picância forte e aroma refrescante. Produzido com base em um vinagre aromatizado com especiarias, destaca-se pelo sabor típico e característico da habanero.

O Molho de Pimenta Orange Habanero também possui ardência forte e seu aroma é refrescante e cítrico. É um molho para os amantes de pimentas, que procuram ardência, sem abrir mão do sabor.

Outra variação de molho da Bullet Pepper é o Molho Artesanal de Pimenta Vermelha. É produzido a partir de uma base de pimentas americanas vermelhas (em alguns lugares conhecida como cubanelle ou sweet palermo). Essa pimenta não possui ardência e tem um alto teor de açúcar natural (mais doce que um pimentão). Para dar um pouco mais de pungência ao sabor, é utilizada um pouco da nossa conhecida pimenta dedo-de-moça. Temperada com especiarias, o seu destaque é o aroma das ervas e o grau leve de ardência.

Finalmente, o relish, que achei delicioso. Nos Estados Unidos, a pimenta americana recebe o nome de Cubanelle Pepper, uma referência à Cuba, país de origem dessa variedade. No Brasil, também é chamada de pimenta doce italiana.

A pimenta americana tem a aparência de um pimentão. Ela é colhida antes de amadurecer e tem ente 10 cm e 20 cm de comprimento. A textura é crocante, o sabor é levemente doce e não possui ardência. O Relish de Pimenta Americana da Bullet Pepper é o resultado de uma receita que combina essas pimentas com cebola e especiarias. O sabor é agridoce e a textura é crocante, perfeita para sanduíches, pizzas, canapés e saladas.

A história

pimenta jalapeño
Angélica, Olívia e Maiquel exibindo, orgulhosamente, a produção da Bullet Pepper. | Foto: Divulgação

Tudo começou em 2015, quando Maiquel e Angélica se mudaram para a chácara da família. Ele havia deixado o Banco do Brasil e passou a ajudar o sogro, numa metalúrgica, onde eram produzidos vários itens, inclusive estufa.

Nas horas vagas, cultivava pimentas na propriedade. Como sempre apreciou, tratou de ir atrás de mudas e sementes, para ter sempre pimentas – das mais variadas – à mão. Aproveitando a metalúrgica, fez uma estufa na chácara e foi plantando, com ideia de ter para consumo próprio e para arriscar fazer alguns molhos e conservas.

A coisa cresceu de tal maneira, com aval dos amigos e parentes que iam provando os produtos, que o casal decidir partir para um negócio profissional, criando, em 2017, a empresa e batizando como Bullet Pepper.

Como Maiquel tinha feito curso de chef de cozinha no Espaço Gourmet, houve menos dificuldade na criação das receitas, que foram surgindo à medida que novas pimentas eram obtidas.

Além da produção própria da jalapeño, 90% das demais pimentas são provenientes da própria região de Colombo, já com fornecimento garantido. E assim, com o passar do tempo, vieram os pontos de venda, que estão sempre crescendo (confira aqui onde estão), para passar adiante as saborosas experiências que vêm sendo aprimoradas cada vez mais.

Bullet Pepper

Rodovia da Uva, 6989 – Colombo

Fone: (41) 3255-6380

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]