Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Taco El Pancho
Preparo do Talco El Pancho, os espetos são preparados com alcatra, cebola, tomates e pimentões, e acompanhados de guacamole, mini salada de rúcula, tortilhas de trigo e sour cream.| Foto: Leo Karan/divulgação

A comida mexicana reserva algumas boas surpresas para o nosso paladar. Lembro-me do primeiro contato que tive com os temperos e os costumes daquele país.

Foi quando cobri a Copa do Mundo de 1986 e fiquei um bom tempo por lá, entre Guadalajara (até a seleção brasileira ser desclassificada pela França) e na Cidade do México.

O primeiro susto foi logo na manhã seguinte, no café da manhã do Hotel Aranzazu (Guaralajara), com um bufê enorme, farto, mas que nada tinha a ver com o nosso costume de café, leite, pão, manteiga... O primeiro susto foi um prato de feijão, mas também tinha nachos, chilaquiles, queijo e carne. E tudo muito picante.

Com o tempo fui me acostumando, mas “cortei um doze” por alguns dias.

Decidimos fazer um churrasco, e as nossas anfitriãs prepararam algumas saladas. Quando o querido Barcímio Sicupira – falecido recentemente - colocou as peças de carnes (finíssimas, parecia carpaccio) na grelha, logo elas encheram de abacate em cima.

Era o Guacamole, tão comum por aquelas bandas. E não é que ficou bom?

Desde então adoro guacamole, faço sempre que posso e comparo muito os que como. Por essas e outras gosto muito do que é servido no restaurante Taco El Pancho, o pioneiro dos mexicanos – em atividade - em Curitiba, que acaba de comemorar 28 anos de funcionamento ininterrupto.

E lançando pratos novos. Quando soube, fui provar, claro.

As novidades

Taco El Pancho
Salada Cancun, mix de folhas do dia com molho golf e crispy de tortilla de milho. | Leo Karan/divulgação

Para começar, que tal uma salada? As famosas e lindas praias do país são homenageadas na Salada Cancún (R$ 25), um mix de folhas do dia com molho golf e crispy de tortilla de milho. É servida em uma cesta de tortilha de trigo e pode ser acompanhada de adicional de mignon, por mais R$ 23, ou de frango, por mais R$ 25.

Se for para dividir, dá para pedir os Espetos mexicanos (R$ 69). São servidos em quatro unidades, preparados com alcatra, cebola, tomates e pimentões. São acompanhados de guacamole (olha ela aí), mini salada de rúcula, tortilhas de trigo e sour cream.

O típico sabor apimentado do México marca presença também em escolhas como os Mozzarella Sticks (R$ 28), porção de sticks de queijo muçarela, que são empanados e fritos, servidos com geleia de goiaba picante.

Aqui, uma recomendação: se quiser tirar fotos de vários ângulos para mostrar pros amigos ou publicar, ferrou. O queijo endurece e não fica puxa-puxa, como é a proposta do petisco.

Outro lançamento é o Torresmo & Bacon (R$39,90), com bacon e torresmo fritos e empanados, servidos com trio BBQ: são três molhos barbecue preparados com os sabores whisky, geleia de abacaxi e geleia de morango. Esse é da linha TexMex, união entre as cozinhas mexicana e texana, que também está presente no Hot wings (R$ 39) - oito unidades de asinhas de frango picantes, servidas com molho blue cheese.

Outros países

Taco El Pancho
Spring rolls, com recheios de Legumes e cogumelos, ou Peito de frango com feijões, milho e jalapeño.| Leo Karan/divulgação

Aprecio cozinheiro que ousa, que sai da zona de conforto, tentando oferecer um degrau acima do que normalmente se esperaria. Naquele meu tempo de Guadalajara, num restaurante um pouco mais chique, lembro de ter comido “Patas de rinoceronte”, que eram camarões refogados e bem temperados, envoltos em fina fatia de bacon e moldados em aro.

Surpreendente e aprazível. E não seria, originalmente, comida mexicana.

Por isso gostei de uma ponte aérea entre o México e os países asiáticos. Deliciosos os Spring rolls (R$39), inspirados nos rolinhos primavera, são apresentados em quatro unidades, com duas escolhas de sabor: Legumes e cogumelos, ou Peito de frango com feijões, milho e jalapeño. Chegam à mesa acompanhados de sour cream e guacamole e é muito difícil escolher qual o melhor.

Também tem novidade entre as sobremesas. A Rabanada, ao contrário do que se pensa, não é exclusiva de Portugal ou da Europa. Existe no México, onde é conhecida como Pan Francés ou Tostada francesa, influência da colonização espanhola e da fuga de franceses do Sul dos Estados Unidos durante a guerra civil.

Típico doce festivo, no Taco El Pancho é chamada de Rabanada (R$ 29,90) mesmo e é preparada com pão molhado em leite integral com leite condensado, passado na mistura de ovos com açúcar e empanada na farinha de rosca. Ganha ainda uma calda quente de doce de leite e uma bola de sorvete de creme.

Boa pedidas. Muito bom gosto e inspiração na escolha dos pratos, como, de resto, tem sido a trajetória do Taco na gastronomia curitibana.

O restaurante funciona de segunda a quinta, das 17h às 23h30. Sextas e sábados, das 17h à 01h.

Serviço:
Taco El Pancho
Rua Bispo Dom José, 2293 – Batel
Fone: (41) 99759-6000

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:
Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/
Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos
E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]