Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Os vinhos eslovenos (incluindo um surpresa) que serão degustados nesta quinta-feira (30), no Vino! Batel.
Os vinhos eslovenos (incluindo um surpresa) que serão degustados nesta quinta-feira (30), no Vino! Batel.| Foto: Divulgação

Conheci os vinhos da Eslovênia faz pouco tempo. Talvez até já tivesse bebido alguns, anos atrás, mas não ficou registro que me faça lembrar.

O que me marcou foi um jantar harmonizado ocorrido na Pantucci Pátio Batel, há dois anos (fiz o registro aqui) e os vinhos me encantaram. Tanto das uvas mais conhecidas, como algumas típicas de lá, como a Furmint, uma branca de muito frescor e muita personalidade.

Houve outras experiências depois, mas agora há uma nova chance, tanto para eu voltar a sentir aqueles sabores muito agradáveis quando para as pessoas que não conhecem e terão a primeira oportunidade.

Será nesta quinta-feira (30), no Vino! Batel, com uma degustação harmonizada a ser conduzida pelo sommelier Paul Tudgay, inglês radicado em Curitiba, que dirige a importadora Roostock Vinhos – e já havia sido o responsável pelas experiências anteriores.

A programação traz quatro vinhos e, para comer, duas entradas e um prato principal do cardápio do Vino!. E aí tem um item a mais, para mexer com a inspiração dos presentes. Dos quatro vinhos, um deles será degustado às cegas. Deste modo, os presentes serão convidados a comentar suas impressões sobre ele, num desafio aos sentidos.

A produção eslovena abrange praticamente todas as opções de uvas, com maior ou menor consistência. Para se ter uma ideia, são três as principais regiões vinhateiras no país. No Primorje, os vinhos do litoral. Colinas que estão numa média de 500 metros nível do mar e vãos descendo em direção ao Adriático. A região cultiva as brancas internacionais, como Sauvignon Blanc, Chardonnay, Pinot Grigio e inclui a Friulana.. A menor região das três, Posavje, fica próxima à Croácia, onde dominam os tintos.

Prodavje abriga os vinhedos a nordeste e leste do país. Na altitude maior, próxima à Áustria, boa produção de espumantes. De resto, Gewürtztraminer, Riesling Müller-Thurgeau e mais algumas de procedência alemã e outros brancos nobres.

Battuta, a carne crua à moda italiana, para harmonizar com o Cabernet Sauvignon.
Battuta, a carne crua à moda italiana, para harmonizar com o Cabernet Sauvignon. | Foto: Divulgação

A degustação

Para esta quinta-feira, os vinhos escolhidos serão estes, com as devidas descrições do sommelier:

Quercus Pinot Grigio 2019, de corpo equilibrado e médio, com um acabamento sedoso e refrescante. Colhidas à mão, as cascas deixam uma delicada coloração rosa. No paladar, suaves toques de minerais, mel e pimenta. Aromas de pera madura, toranja, abacaxi e canela.

Quercus Rosé 2020, de cor rosa claro. Aroma de frutas vermelhas, das framboesas à groselha e cerejas. Encorpado, fresco com uma agradável acidez, final longo.

Puklavec Instinct Cabernet Sauvignon 2017, um cabernet elaborado com uvas cultivadas na Macedônia. Equilibrado, revela taninos médios e bom corpo. Aromas de frutas vermelhas.

Gnocchi frito, com molho de cogumelos e queijo parmesão - o prato principal da degustação.
Gnocchi frito, com molho de cogumelos e queijo parmesão - o prato principal da degustação.| Foto: Divulgação

Para acompanhar o branco e o rosé, serão servidos queijos brasileiros. Com o Cabernet Sauvignon, a pedida gastronômica será a Battuta – prato que traz carne de angus picada na ponta da faca com grãos de cevadinha e temperada com azeite e flor de sal, acompanhada de torradas e rúcula. Um tartare à moda italiana, como é conhecida.

O vinho surpresa, por sua vez, será saboreado junto com um dos pratos principais mais festejados do Vino!, o Gnocchi frito. Produzida na casa, a massa é empanada e depois frita, sendo servida com molho de cogumelos e queijo parmesão.

O sommelier

Paul tudgay, sommelier inglês radicado em Curitiba, é especialista em vinhos eslovenos e vai conduzir a degustação desta quinta, no Vino!.
Paul tudgay, sommelier inglês radicado em Curitiba, é especialista em vinhos eslovenos e vai conduzir a degustação desta quinta, no Vino!.| Foto: Divulgação

Paul Tudgay é inglês, morou 15 anos na Nova Zelândia e há cinco vive em Curitiba. Dedica-se a escrever, ensinar, vender e transmitir conhecimentos sobre vinhos. Ele é um sommelier certificado pela Court of Master Sommeliers e educador do Wine and Spirits Education Trust (WSET) – ambas instituições inglesas.

Tudgay foi o gerente geral da vinícola Northburn Station, na Nova Zelândia, até a empresa ser vendida ao grupo Möet Hennessy Louis Vuitton. Recentemente, fundou, com sua esposa Juliana, o Batismo de Vinho, um curso descontraído para consumidores e amantes dessa bebida milenar.

Ele também é professor no curso de Sommelier da escola Enocultura, em Curitiba.

A participação na degustação custa R$ 115 por pessoa e está marcada para começar às 19h30. Como as vagas são limitadas – respeitando o distanciamento social -, recomenda-se aos interessados que façam reservas antecipadas.

Vino! Batel

Rua Comendador Araújo, 891, loja 5 - Batel (Hauer Shopping)

Reservas: (41) 3359-1077 e (41) 984-996-022 (também WhatsApp)

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]