i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Tecnologia

Com Allan Costa no comando, gigante da cibersegurança abre filial no Paraná

  • 11/02/2020 19:38
allan-costa-celepar-ish-ciberseguranca
Ex-diretor da Celepar, Allan Costa assume a ISH em Curitiba| Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Uma das principais empresas de segurança cibernética do país vai inaugurar, em março, escritório em Curitiba. Com 24 anos de estrada, a ISH chega à capital paranaense com a expectativa de, em seu primeiro ano, já faturar um valor na casa dos R$ 30 milhões com soluções de segurança da informação, detecção de ataques e monitoramento.

A ISH atende mais de 500 clientes em toda a América Latina e tem grande penetração em grandes empresas dos setores público e privado.

A entrada em Curitiba foi possível graças a uma parceria com uma das personalidades mais respeitadas no universo da tecnologia do estado: o empreendedor, investidor-anjo e ex-diretor da Celepar (a agência de tecnologia do estado) Allan Costa. “Eu entrei no ano passado, para liderar a área de inovação da empresa, visando criar novos e melhores produtos para atender a essa crescente demanda, e para liderar a abertura da filial de Curitiba”, diz.

Para Costa, há uma crescente preocupação das empresas com segurança das informações que guarda ou gere. “Os danos causados por ataques e invasões têm gerado prejuízos crescentes e a preocupação em manter a empresa íntegra, do ponto de vista digital, está deixando de ser apenas da área de tecnologia e está se tornando um tema relevante para a alta direção. Essa preocupação tem se acentuado em função da entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados [ou LGPD, um conjunto de leis que entrarão em vigor neste ano e estabelecem cuidados das empresas com dados de seus clientes]”, diz.

“O que ocorre é que, embora o cenário seja de crescente preocupação, o tema ainda é novo no Brasil. A ISH é hoje a maior empresa de serviços gerenciados de segurança do Brasil e, estar em Curitiba, como base para atender ao Sul do Brasil, é estratégico para o nosso crescimento e se conecta com a necessidade da economia paranaense, de se adequar a essa nova realidade dos negócios na era digital, para continuar se expandindo e crescendo de maneira consistente”, destaca Costa.

Segundo a ISH, as empresas do Brasil sofreram pelo menos 60 bilhões de tentativas de ataques virtuais no ano passado. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o segundo país no ranking dos países que tiveram mais prejuízos com ataques cibernéticos em 2019.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.