O complexo da DAF em Ponta Grossa é a maior unidade fabril do grupo no mundo. Localizado no trecho urbano da PR-151, a área total é de 2,3 milhões de metros quadrados.
O complexo da DAF em Ponta Grossa é a maior unidade fabril do grupo no mundo. Localizado no trecho urbano da PR-151, a área total é de 2,3 milhões de metros quadrados.| Foto: divulgação.

A DAF, montadora de caminhões do grupo Paccar, que já possui fábrica em Ponta Grossa, anunciou nesta terça-feira (24) mais um investimento no município. O valor do novo aporte ainda não foi confirmado mas, de acordo com fontes, gira em torno de R$ 80 milhões. O investimento será para a construção de um centro de distribuição de peças de 15 mil metros quadrados, vizinho à planta atual.

O empreendimento terá incentivo do Governo do Estado, via Programa Paraná Competitivo. Atualmente, a empresa conta com 500 colaboradores diretos.

O prefeito de Ponto Grossa, Marcelo Rangel, destacou a grandiosidade do investimento para o município. "Faz a nossa economia girar mais rápido", destacou. A geração de empregos com a expansão vai superar cem vagas.

Expansão

O complexo da DAF em Ponta Grossa é a maior unidade fabril do grupo no mundo. Localizado no trecho urbano da PR-151, a área total é de 2,3 milhões de metros quadrados. A expansão ocorre em um momento de crescimento de vendas da montadora.

Atualmente são mais de 6 mil caminhões da marca circulando pela país, dos quais 1.439 foram emplacados apenas no primeiro semestre deste ano – alta superior a 70% em relação aos 837 registrados no mesmo período em 2018.

A empresa fechou ano passado com uma participação de 6,7% das vendas de caminhões pesados, na quinta colocação do ranking nacional. A montadora é a quarta maior fabricante de caminhões do mundo, presente em 24 países.

Primeira unidade

A unidade paranaense começou a ser construída em 2011 e entrou em atividade em 2013. Foi a primeira fábrica da marca fora da Europa e uma das mais modernas do mundo. A Paccar, controladora da DAF, investiu US$ 200 milhões na fábrica do Paraná. A empresa também investiu, no ano passado, R$ 60 milhões para a implantação de uma linha de montagem de motores na fábrica de Ponta Grossa.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]