i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Design de interiores

Em uma só tacada, Borealis abre e-commerce e cria marca de arranjos e chás

  • PorMariana Ceccon
  • 29/09/2019 09:00
borealis-amanda-lavorato-australis
A empresária Patrícia Beltz lançou no último sábado (21) sua nova marca, a Australis, uma mini-loja de chás e plantas secas.| Foto: Amanda Lavorato/ Divulgação.

Nascida em uma família sem nenhuma experiência com comércio, parecia loucura que a publicitária Patricia Belz largasse o emprego com carteira assinada para investir em uma loja especializada em plantas para interiores. O segmento, ultra nichado diga-se de passagem, era uma paixão antiga da empresária. Olhando as fotos em redes sociais, ela procurava nas floriculturas arranjos, flores e folhas tão exóticas quanto as imagens que insistiam em pular em seu celular.

“Foi ali que eu percebi que não existia nas floriculturas áreas especializadas em plantas para sombra, dentro de apartamentos, por exemplo e itens de design”, relembra a publicitária.

Ali nascia a Borealis, marca fundada por Patrícia em 2015 e que, até o final de outubro, deve ganhar uma versão online, cuja pretensão é enviar os disputados cachepôs, vasos e outros acessórios para todo o Brasil.

O estilo inconfundível dos ornamentos criados por Patrícia transformou, em quatro anos, a Borealis em uma grife, no conceito urban jungle, verdadeiras selvas cultivadas nos interiores. Atendendo dentro do espaço Botanique Café, uma parceria com as sócias Patrícia Bandeira e Juliana Girardi, a loja virou um ponto turístico em Curitiba. “Muitas pessoas vão procurar presentes ou comer algo no restaurante e aproveitam o comodismo de estar tudo junto. Mas há ainda uma grande parcela do nosso público que são de turistas que nos procuram graças ao conceito que temos nas redes sociais e a forma como já nos estabelecemos como um ponto turístico”, conta.

A movimentação, expressa em números, explica os mais de mil itens vendidos mensalmente apenas na loja física da Borealis, além da saída dos produtos distribuídos em São Paulo, na loja Conceito.ê, localizada no Shopping Cidade Jardim, outro ponto de revenda das criações de Belz.

Caminho inverso

A empresária Patrícia Belz serve chás, na inauguração da Australis.
A Australis fica dentro do espaço colaborativo Coletiza, na rua Saldanha Marinho. Inauguração aconteceu no sábado (21).| Amanda Lavorato/ Divulgação.

A maturidade da Borealis agora está impulsionando a empresária para novos negócios. Além do e-commerce, Belz também está em negociação com uma grande rede de revendas de itens de design para interiores, negócio que deve ser fechado e anunciado nas próximas semanas. Outra aposta é um novo empreendimento próprio,  que ela vende como o lado oposto da mesma régua.

Basta atravessar a esquina para encontrar a Australis, a nova marca da empresária. Dentro do espaço Coletiza, na Rua Saldanha Marinho, a Australis envereda-se pelo caminho dos presentes com significado, arranjos secos, outonais e principalmente os chás, compostos por flores secas. Com 10 blends desenvolvidos exclusivamente, a Australis quer se firmar como uma experiência oposta, porém complementar, a tudo que estava sendo feito até então na loja da rua Brigadeiro Franco.

“Vivemos diferentes fases. A  Borealis é aquela explosão de café com o verde, as cores e informações - que eu também adoro -, mas a Australis representa essa fase mais minimalista que estou passando”, explica Belz.

Ainda sem meta de vendas para o novo espaço, a empresária diz que está testando a aceitação do público para, inclusive, lançar novos blends encomendados sob medida. Ela também deve apostar na venda de acessórios importados como chaleiras e infusores, produtos que entrarão no e-commerce como parte da grife.

“Estou apostando nesse movimento. Ainda que os arranjos sejam algo que as pessoas já me pediam, os chás são novos para mim. Percebi que ele é tão presente quanto o café na nossa rotina, mas funciona muito como um complemento às plantas e aos presentes”, arremata.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.