i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Empresa parananense

LANAC completa 28 anos com a marca de 500 mil exames por mês

  • PorCamila Machado
  • 15/09/2019 09:00
fachada da sede do LANAC.
A grande maioria dos procedimentos do LANAC são feitos em sua sede no bairro Hugo Lange. A unidade tem 1.200 metros quadrados e é a maior da empresa.| Foto: divulgação.

“Tudo começou há quase três décadas, quando o Hospital das Nações estava com uma necessidade de atendimento”, conta o bioquímico Marcos Kozlowski. Junto com a sócia, Elisete Pereira, de mesma profissão, eles criaram o Laboratório de Análises Clínicas (LANAC), em Curitiba. No primeiro ano de funcionamento, a empresa realizava 1.500 exames a cada trinta dias. Hoje, a somatória dos serviços chega a 500 mil por mês.

A cartela de clientes engordou. Seguem os mais antigos - Nações -, mas outros foram conquistados. Na lista estão também Hospital Pilar, o Vita Curitiba e Vita Batel, o Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba (INC), o Rocio e o Hospital do Trabalhador, todos atendidos pelo LANAC, que trabalha com as demandas de urgências e emergências. O laboratório conta também com 55 unidades de coleta próprias espalhadas pelo estado.

Os bioquímicos Marcos Kozlowski e Elisete Pereira são os proprietários do LANAC. Foto: divulgação.
Os bioquímicos Marcos Kozlowski e Elisete Pereira são os proprietários do LANAC. Foto: divulgação.

“Apesar dos anos de crise, nosso crescimento é de 15% ao ano e o faturamento é 300 mil vezes maior do que no ano de fundação”, explica Kozlowski. Sobre as dificuldades do negócio, e as perspectivas em 28 anos de “lida no mercado”, ele cita a concorrência acirrada, o relacionamento com as fontes pagadoras – “que tem ficado mais complicado”, disse o empresário -, e os entraves no reajuste de preços dos procedimentos. Mas está confiante com a guinada dos negócios, “que tem sempre uma demanda ativa”, disse.

A grande maioria dos procedimentos do LANAC são feitos em sua sede no bairro Hugo Lange. A unidade tem 1.200 metros quadrados e é a maior da empresa. Outra, muito similar ao núcleo central, fica em Paranaguá. “Em Paranaguá são recebidas as amostras colhidas no litoral do estado, o que facilita em muito a nossa logística”, explica Kozlowski. Em Paranaguá, a planta tem 300 metros quadrados.

No total, o laboratório realiza 2 mil tipos de exames clínicos. E, há ainda, a possibilidade das coletas residenciais. Nesta modalidade, são feitas 40 por dia - os números dão conta de Curitiba e Região Metropolitana (RMC).

“Apenas 1% dos exames que fazemos são terceirizados. E, quando isso ocorre, são exames que tem pouca demanda – o que não compensa o investimento para que se realizem dentro de nossas unidades - ou exigem uma técnica muito específica”, fala o bioquímico. O laboratório mineiro Pardini e o paranaense Diagnósticos do Brasil (DB) são alguns dos mencionados. O LANAC atende também, com sua estrutura própria - mais de 20 laboratórios e centros de referência, da capital e do interior do estado.

Expansão

A aposta é grande. Tanto que o LANAC expandiu, recentemente, suas unidades para os municípios de Ponta Grossa e Palmeira. A escolha das cidades foi feita pensada do ponto estratégico de suas localizações. “Temos alguns parceiros que já atuam nas regiões e um complementa o serviço do outro”, explicou Kozlowski. A MedPrev, empresa de serviços médicos, é uma das empresas citadas pelo bioquímico. A unidade de Ponta Grossa tem capacidade para atender 100 clientes por dia, reproduzindo o serviço da capital do estado.

Além das novas unidades e das tradicionais em Curitiba e RMC, o LANAC também atende em Morretes, Antonina, Portal do Sul e Guaratuba.

A expansão acarreta também o acréscimo de contratações. Em 2017 o LANAC tinha 300 funcionários. Hoje, emprega 420 funcionários.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.