Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Nesta obra-prima do cancioneiro popular, André do Rap e Marco Aurélio rimam sob a batida braba das quebradas para explicar o inexplicável.
Nesta obra-prima do cancioneiro popular, André do Rap e Marco Aurélio rimam sob a batida braba das quebradas para explicar o inexplicável.| Foto: Pixabay

[ANDRÉ DO RAP]

Vim aqui, dotô Marco, pra me explicar

Mas como não entendo vênia, decidi rimar

Me acompanha, vem comigo pras quebrada do direito

E te digo já de cara que tu tá no meu conceito.

Sou trafica, muito safo, mas peguei cana da boa

Porém conto com tua ajuda pra voltar a ficar à toa.

Me prenderam na preventa por mais de 90 dias

Juiz marrento, não entendo por que tanta covardia.

A lei diz isso, aquilo, coisa e coisa e tal,

Garantismo, eu te imploro, no meu processual

Dr. Marco não aguento tanta injustiça

Tem que liberar os parça, essa é minha premissa

Tô aqui, coitado, com meus parça no calor

Pro Sistema um trafica como eu não tem valor

Minha única esperança é a justiça do doutor

Que não sabe nem o nome do bandido infrator

Me desculpe, excelência, se te chamo pelo nome

Doutor Marco a vida é dura, na prisão o couro come

Sou trafica, mas sou fino, minha palavra eu vou dar

Fico esperando a sentença não tem que se preocupar.

Paraguai tá muito caro, na Argentina tem Covid

Pro doutor comer lagosta fica aqui o meu convite

O avião já tá ligado, esperando a assinatura

Da sua pena muito douta vem minha soltura.

Sei que a sociedade inteira vai espernear

E que o cidadão de bem vai te crucificar

Mas tu gosta das manchetes, o povão falando alto

Marco Aurélio é meu parça, se preciso eu ressalto

[REFRÃO 2X]

Mas tu gosta das manchetes, o povão falando alto

Marco Aurélio é meu parça, se preciso eu ressalto

[MARCO AURÉLIO]

Xá comigo, Andrezinho, que eu vou logo dar um jeito

Porque a lei é abstrata e não nutre preconceito

O alvará já tá chegando, até mesóclise vou usar

Para abalar as estruturas com você eu vou rimar

Pronuncio o "l" de uma forma muito peculiar

Peço vênia mas só quero mesmo é tumultuar

Marco Aurélio é meu nome, Agacê meu apelido

A soltar Sua Excelência me sinto compelido

Tô aqui com o CP, artigo três um meia

E não tô nem aí pra opinião alheia

Me aposento ano que vem, vou curtir gostoso

Meu salário não é assim tão indecoroso

E se alguém aqui me diz que tu é perigoso

Digo que sou muito mais, porque além de vaidoso

Eu sou poderoso

[REFRÃO 2X]

E se alguém aqui me diz que tu é perigoso

Digo que sou muito mais, porque além de vaidoso

Eu sou poderoso.

André do Rap & Marco Aurélio

"O Rap do Marco Aurélio"

Álbum: Data vênia, eu vou rimar

STF RECORDS

35 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]