*

Enkontra.com

110 anos de Metodologia Montessori: um método além de seu tempo, em sintonia com a pós-modernidade

O mês de agosto se encerra com uma data que tem um significado muito especial para a educação em todo o mundo. O dia 31 marca o aniversário de nascimento de Maria Montessori (1870-1952), a educadora de origem italiana que revolucionou os processos e o entendimento pedagógico ao desenvolver uma metodologia voltada ao ser humano e seu desenvolvimento. Neste ano de 2017, quando este importante sistema educacional, que ficou conhecido como Método Montessori, atinge a marca de 110 anos, nota-se que ele permanece mais atual do que nunca. Suas diretrizes vêm sendo adotadas em escolas diversas, em todo o Brasil e no mundo.

Com a adoção, formal ou não, de diretrizes da Metodologia Montessori em seu programa, as instituições de ensino, e também os pais e responsáveis pela educação de crianças e jovens, reconhecem a importância de uma abordagem que percebe as pessoas e suas potencialidades. A educação voltada para a vida, e não apenas para resultados no mercado de trabalho, é vista nos dias de hoje como um valor fundamental, que beneficia a todos, contribuindo significativamente para uma sociedade mais integrada e equilibrada.

Sistema de ensino adotado de forma pioneira pelo Colégio Sion Curitiba há mais de 50 anos, o Método Montessori se mostra assim em plena convergência com as demandas da educação contemporânea e traz à tona uma relevante discussão: a importância do conhecimento e da afinidade das famílias com a metodologia educacional na hora de definir a escola dos filhos.

É importante que os pais e responsáveis pesquisem muito, visitem as escolas, perguntem sobre os métodos que adotam e observem como são aplicados. O detalhe aqui conta pontos. Afinal, a afinidade poderá ser a base de uma boa educação dos filhos, em correspondência com as práticas e as crenças familiares.

PIONEIRISMO

Com 111 anos de atuação, o Colégio Sion Curitiba é um dos mais tradicionais do país. É, inclusive, mais antigo que a própria Metodologia Montessori, que, como vimos, está completando 110 anos de criação por Maria Montessori. A escola adotou o Método Montessori, de forma vanguardista, nos anos 1960, trazido pela diretora Irmã Maria Cristina. Na época, ele era pouco difundido em todo o mundo.

O Método Montessori está enquadrado nos movimentos da chamada Escola Nova que passaram a surgir com foco na renovação da escola a partir do final do século 19. Hoje, é considerado um método muito atual, voltado a uma formação ampla para a vida e para o desenvolvimento natural das habilidades de cada aluno, individualmente.

Por meio de atividades variadas, o Método Montessori propõe o desenvolvimento integral do ser, em um ambiente de liberdade e de responsabilidade, a partir de um processo de conscientização humana. A proposta é de um ensino personalizado, que visa, além da aquisição de conhecimentos, à descoberta da verdadeira aptidão do aluno, o desenvolvimento de sua capacidade intelectual, o exercício da reflexão e o julgamento crítico.

Com um programa educacional que contempla da Educação Infantil ao Ensino Médio, o Colégio Sion Curitiba combina o Método Montessori a uma outra proposta pedagógica inovadora, o Método Ramain. Atualmente, ambos são considerados tendências na área de educação em todo o mundo.

O Método Montessori associa uma proposta de autoeducação, com responsabilidade e autonomia do aluno desde as primeiras idades, à educação personalizada, em que as atividades didáticas respeitam o desenvolvimento individual. O Método Ramain, criado pela francesa Simonne Ramain no início do século 20 com ênfase na proposta de psicomotricidade, estimula de forma convergente o desenvolvimento intelectual, emocional e motor. A associação dessas duas metodologias é um diferencial em fases muito importantes da educação, e que permanece para toda a vida.

*Artigo escrito por Juliana Pedroso, coordenadora de comunicação e marketing do Sion Curitiba. O Colégio Sion Curitiba colabora voluntariamente com o Instituto GRPCOM no blog Educação e Mídia.

**Quer saber mais sobre cidadania, responsabilidade social, sustentabilidade e terceiro setor? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom, Twitter: @InstitutoGRPCOM e Instagram: instagram.com/institutogrpcom