*

Enkontra.com

O que significa Educação para você?

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Respostas diferentes, às vezes antagônicas, viriam de pais, educadores e alunos, se assim fossem questionados. Para alguns, Educação seria uma forma de qualificação profissional e consequente aumento de renda. Para outros, o ensino de valores e princípios éticos.

Considerando um conceito de educação ampliado, que aqui denominamos de Educação Integral Transformadora, pedimos que 39 educadores cocriassem essa definição, o que resultou no texto abaixo:

Educação

É um processo de desenvolvimento integral de todas as potencialidades do indivíduo. Requer atuação conjunta de todos os sujeitos envolvidos no ato de educar (pais, professores, comunidade etc.) e pressupõe um olhar sistêmico para o processo de aprendizagem, de maneira a propiciar a autotransformação do ser.

Para bem educar é necessário amar, ouvir, respeitar e acolher as diferenças. Juntamente ao comprometimento e responsabilidade por parte de quem educa e pelo educando. Esses aspectos permitirão que o educando possa superar suas dificuldades e a educação possa se constituir em uma ponte capaz de gerar a verdadeira liberdade.

A educação é também um processo cultural, é formar opinião, é desejo e vontade de aprender. Quando consegue gerar vínculos torna-se uma experiência capaz de nutrir. Quando, na condição de educadores, nos permitimos perceber e sentir a subjetividade que é inerente à educação e guiar os educandos pelo exemplo positivo de nosso ser e agir coerentes.

Integral

Dentro das especialidades, a Educação abrange o máximo possível as outras áreas. Envolve a diversidade, plenitude, ligações, conexões, inter-relação, consistência, totalidade, inteireza, completude, diversidade e flexibilidade, funcionamento orgânico e em rede com foco na vida. Requer presença real e significativa do educador. Contempla aspectos de ordem micro e macro dentro de um todo complexo.

Transformadora

Educação que é capaz de desabrochar o potencial da semente latente em cada educando, por meio de ciclos contínuos de transmutação, aspecto típico de seres que hospedam a Vida. É a educação que consegue produzir mudanças em atitudes, que não mudam a essência do ser, mas conseguem torná-lo melhor, alterar seu estado de consciência. Que constrói pontes que permitem o crescimento contínuo.

Educação que é libertadora, que consegue afetar o desabrochar do querer do educando para sua autotransformação. Que provoca a inquietude interna e externa do educando para o aprendizado. Que é capaz de trazer o educando junto ao processo de aprendizagem e inspira ao querer crescer e transformar-se.

*Este artigo foi cocriado por 39 educadores, no primeiro dia da pós-graduação em Educação Integral Transformadora da Associação Gente de Bem (www.gentedebem.org), realizada em parceria com a Embaixada da Finlândia (http://www.finlandia.org.br), país que têm um dos sistemas educacionais mais admirados do mundo. A Associação Gente de Bem colabora voluntariamente com o Instituto GRPCOM no blog Educação e Mídia.

**Quer saber mais sobre educação, mídia, cidadania e leitura? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom e no Twitter @InstitutoGRPCOM