Junior Baby emociona ao contar que usou pagamento do UFC para comprar primeira boneca à filha
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Luta Livre
Blog Luta Livre

Paranaense usa pagamento do UFC para comprar primeira boneca à filha

Não é exagero falar que a vida do paranaense Junior Baby Albini, 26 anos, vai mudar após estrear com vitória no UFC.

O emocionante conto de fadas do paranaense Junior Baby no UFC

O peso-pesado (até 120kg), que nocauteou o americano Timothy Johnson no primeiro round nesse sábado (22), no UFC Long Island, finalmente vai poder comprar brinquedos para sua filha Nicole, de dois anos.


Antes de receber um pagamento total de US$ 22,5 mil pelo triunfo — cerca de R$ 72 mil, sem contar os descontos, o lutador não fez um centavo com a profissão nos últimos quatro anos e meio.

Foram nove combates competindo literalmente de graça. Sua renda vinha de bicos como segurança de balada ou do trabalho como garçom, além de receber um pequeno apoio financeiro da mãe. Só que ele nunca desistiu do sonho, mesmo com tamanha dificuldade.

Mais tarde, ele descobriu que ainda receberá Us$ 50 mil como bônus de performance da noite.

SIGA O LUTA LIVRE NO FACEBOOK

“Há quatro anos não ganho nada com luta, só estava perseguindo meu sonho”, contou Baby, em inglês fluente aprendido na adolescência.

“Minha filha fez dois anos no mês passado, e nesses dois anos nunca pude comprar um brinquedo para ela porque nunca tivemos muito dinheiro. Todos os brinquedos dela eram embalagens vazias de shampoo, algo assim… Significa muito poder viver da luta agora e poder devolver à minha mulher e minha filha também”, revelou o atleta de 26 anos, natural de Paranaguá.

Antes mesmo de entrar no octógono, Baby comprou três bonecas para a filha com parte do dinheiro que o UFC oferece para os lutadores estrangeiros se manterem antes da luta.

“Nunca vi tanto dinheiro na minha carteira”, exclamou o lutador, que contou à reportagem que só tinha mais US$ 20 para almoçar antes de voltar ao Brasil neste domingo (23).

Com o resultado, o paranaense chegou à 14ª vitória na carreira, a décima consecutiva. A vitória que ele precisava pra mudar de vida.