Dia das Crianças - A lenda do Arco-íris - Palpite de Alice
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Palpite de Alice

Dia das Crianças – A lenda do Arco-íris

Ilustração de David Cabral Pereira
Ilustração de David Cabral Pereira

Saudações!

O texto de hoje foi escrito e pensado para ser uma atividade bacana para fazer com as crianças! Você pode ler o texto para seus pequenos e imprimir o desenho para pintar!
Se me permitem a dica, esteja junto com seus filhos e não apenas compre um presente neste dia das Crianças. Sua presença, olhar, carinho, atenção valem mais do que qualquer pacote!
Caso esteja em dúvidas sobre o que estou falando, tente rememorar as passagens mais bacanas da sua infância… certamente não encontrará imagens de caixas sendo abertas, mas sim recordações de experiências sendo vividas com aqueles que você ama.
Este conto não é baseado em nenhuma lenda indígena ou registro histórico cultural similar. É apenas uma história para ler, ouvir e brincar.

Bora lá?

 

Lenda do arco-íris

Ilustração de David Cabral Pereira

Ilustração de David Cabral Pereira

O pequeno indiozinho Guaraci, o Guará, recebeu uma excursão de alunos da capital na reserva indígena.
Foi um encontro muito interessante e curioso…
Num primeiro momento, os índios e os alunos ficaram se olhando…
Tinham muitas coisas diferentes para serem observadas: as roupas, a maneira de falar, as brincadeiras, as casas, a comida…
E também tinham muitas coisas iguais… Mais iguaizinhas mesmo: dois olhos, cabelo, risada, tatu no nariz, peraltices e claro, um coração de criança!
A turminha da cidade ficou encantadas com o lago e com as habilidades de caça e pesca… Os pequenos índios adoraram os celulares, o bolo de chocolate e o refrigerante que fazia cócegas na boca por conta do gás!
E juntos passaram um dia muito legal… Um descobrindo o mundo do outro.
Quando foram embora, ficaram no ar as promessas de um breve retorno e aquele gostinho de quero mais!
A noite, na roda em volta da fogueira, Guará foi o primeiro a contar as novidades:
“- Pajé Ubiratã! Hoje recebemos visita do povo da cidade! Eles são diferentes mas são de coração bom! Guará gosta muito de branquelas!”
E o Pajé respondeu
“- Guará! São as diferenças que fazem o mundo ser tão belo! Veja quantas flores, árvores, animais nesta floresta! São tantos e um diferente do outro! E nós, os filhos de Tupã! Não tem um único ser que viva nas terras da Grande Mãe que seja igual ao outro!
Todas as crianças da tribo se olham e começam a reparar uns nos outros e ver que mesmo os irmãos são diferentes…
Então o Pajé Ubiratã anuncia:
” Os curumins hoje vão conhecer a lenda do arco-íris!” E a criançada toda vibrou de alegria! Afinal, não é todo dia que o Pajé contava as histórias que ouvira dos antepassados!
E ele então começa:
” No dia em que Tupã criou o mundo, fez tudo lindo e maravilhoso… Tudo era colorido: flores, mares, estrelas, sol, lua e pessoas. Gostou muito de tudo que tinha feito e voltou para o céu.
Um dia porém, acordou ouvindo uma briga entre a rosa vermelha e a rosa amarela. Uma alegava ser mais bonita que a outra. Entristeceu-se pois ambas eram belas e valiosas e como castigo colocou espinhos em seus caules para que sempre se lembrassem que as palavras ferem tanto quanto os espinhos…
Semanas mais tarde, ouviu o elefante se gabar que era maior e melhor que os pobres passarinhos. Novamente entristeceu-se pois ambos eram belos e valiosos e como castigo criou o rato para que o elefante o temesse e aprendesse que todos somos iguais perante o Criador, independentemente do nosso tamanho…
E como Pai Amoroso, ficou imaginando o que mais poderia acontecer de rixas entre suas amadas criações…
Então resolveu ensinar a todos uma lição que parecia teimar em não ser aprendida!
Criou o arco-íris com sete cores diferentes, mostrando a todos, que as diferenças aproximam, embelezam e que todos somos iguais aos olhos de Tupã!” Os curumins adoraram a lenda e foram dormir aquela noite sabendo que ser diferente é MUITO LEGAL!

Ilustração de David Cabral Pereira

Ilustração de David Cabral Pereira

Minhas atividades profissionais envolvem o Projeto Jovem Aprendiz. E para este artigo para o blog, resolvi desafiar o talentoso David Cabral Pereira, um dos participantes do projeto, para ilustrá-lo. Um jovem comprometido e que me enche de orgulho pela forma como encara os desafios e agarra as oportunidades que a vida lhe traz!
Obrigada David!

Feliz Dia das Crianças!

Um abração,

Dani