*

Enkontra.com
Blog Ricardo Amorim

A mentalidade extrativista está por trás do atraso brasileiro


O Brasil precisa superar a mentalidade extrativista, aquela que prega que é melhor pilhar o que já existe em vez de produzir novas coias. O extrativismo mais grave é o da classe política em relação ao Estado. Os políticos veem o Estado como uma fonte interminável de recursos, que está ali para ser usada, e não como um instrumento para o desenvolvimento do país. Para superar isso, é preciso que a produção volte a ser prioridade.